Pazuello reaparece em comitiva de Bolsonaro

Ex-ministro da Saúde acompanhou visita do presidente a Manaus; em discurso, Bolsonaro alfinetou Haddad e a esquerda

Presidente Jair Bolsonaro e o ex ministro da saúde, Pazzuelo - Foto: Alan Santos/PR

Jornal GGN – O ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, integrou a comitiva de Bolsonaro, que esteve em Manaus para inaugurar a segunda etapa do Centro de Convenções Vasco Vasques e receber o título de cidadão amazonense.

Bolsonaro chegou acompanhado do governador Wilson Lima e do deputado federal Átila Lins, e recebeu a placa de cidadão amazonense das mãos de Roberto Cidade (PV) presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), e do deputado estadual Delegado Péricles (PSL).

Em discurso, Bolsonaro não só elogiou o trabalho de Pazuello e do atual titular ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, como alfinetou Fernando Haddad (PT-SP), com quem disputou a presidência nas eleições de 2018. “Nós fizemos a diferença. O Brasil começou a sair das garras da nefasta esquerda brasileira. Os atrasos começaram a ficar para trás. Imaginem esta pandemia com o Haddad presidente da república. Nós estaríamos em lockdown nacional, graças a Deus isso não aconteceu”, disse Bolsonaro.

Embora seja um dos alvos da CPI da Covid-19 e investigado pela falta de oxigênio em Manaus no começo deste ano, o nome do ex-general é cotado para sair candidato para governador ou senador pelo Amazonas em 2022, pelo menos nas palavras do coronel reformado do Exército Alfredo Menezes.

“Se ele vier para governo, eu venho para o Senado. Ou vice-versa”, respondeu Menezes, apontado como homem forte do presidente Jair Bolsonaro no Amazonas, ao jornal amazonense A Crítica, explicando que as alianças estão sendo construídas, e existe um ano inteiro para que isso seja possível.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora