PF investiga desvio de verba no Ministério do Trabalho

Mais de R$ 50 milhões foram desviados entre os anos de 2016 e 2018; entre os alvos, estão o ex-ministro do Trabalho do governo Temer e ex-assessor de Onyx Lorenzoni

Foto: Reprodução/Brasil de Fato

Jornal GGN – A Polícia Federal deu início à Operação Gaveteiro nesta quinta-feira (06/02), com o objetivo de investigar desvios de dinheiro do Ministério do Trabalho. Mais de R$ 50 milhões foram desviados da pasta entre os anos de 2016 e 2018.

Dentre os alvos da operação, estão Ronaldo Nogueira, ex-ministro do Trabalho do governo Temer e atual presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Pablo Tatim, ex-assessor da Casa Civil do governo Jair Bolsonaro, e o ex-deputado federal Jovair Arantes (PTB-GO).

Segundo informações do jornal Correio Braziliense, uma medida cautelar proibindo os políticos de deixar o país já foi expedida, e a Justiça determinou o bloqueio de cerca de R$ 76 milhões nas contas dos investigados.

Ao todo, são dois mandados de prisão preventiva e 41 de busca e apreensão no Distrito Federal, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul. Os envolvidos responderão pelos crimes de peculato, organização criminosa, fraude à licitação, falsificação de documento particular, corrupção ativa e passiva, com penas que podem chegar a mais de 40 anos de prisão ao todo.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome