Rainha da Inglaterra dá aval, e finalmente o Brexit vai acontecer

Saída do Reino Unido da União Europeia está oficialmente programada para 31 de janeiro, mas as negociações não prometem ser fáceis

Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido. Foto: Andrew Parsons / No10 Downing Street (via fotospublicas.com)

Jornal GGN – Após uma longa disputa, o Brexit está oficializado. O Reino Unido aprovou a legislação para fazer o atual acordo com a lei oficial da União Europeia pelas regras britânicas, o que abre caminho para a saída do país do bloco comum em 31 de janeiro.

A Câmara dos Lordes concordou em aceitar a legislação aprovada pela Câmara dos Comuns (onde o embate sobre o Brexit foi quase interminável), e o consentimento real foi obtido na última quinta-feira, permitindo à Rainha da Inglaterra formalmente aprovar a saída.

De acordo com informações do portal Vox, a vitória eleitoral do primeiro-ministro Boris Johnson, em dezembro, transformou o momento histórico em algo monótono, uma vez que os parlamentares da oposição poderiam fazer pouca resistência. O mesmo se viu na Câmara dos Lordes, onde um impedimento do Brexit seria visto como impedimento da vontade do eleitorado.

Pelo menos em um primeiro momento, a relação União Europeia-Reino Unido não parecerá tão diferente. O período de transição terá 11 meses de duração, e o Reino Unido seguirá a maior parte das regras do bloco europeu – mas sem poder de decisão.

O ponto inicial para as conversas será o chamado de declaração política, que ainda não foi totalmente detalhado. As negociações a respeito só terão seu início efetivo no fim de fevereiro ou começo de março, e o período para finalização (menos de 11 meses) é estreito. Se o Brexit em si levou três anos para ser realizado, funcionários da UE não acreditam que essa fase de negociação será simples – mas é o que Boris Johnson quer. Ou seja, um novo período de embates está prestes a começar.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora