Show de Murillo Da Rós no encerramento da Oficina de Música de Curitiba

Fechando com chave de ouro a 32ª oficina de musica de Curitiba, o espetáculo com Murillo Da Rós em colaboração com Grupo de Flamenco do Centro Espanhol do Paraná e os músicos Luciano Madalozzo (Cajon), Fernando Schubert (Baixo) e Andrea Gutiérrez (Voz) emocionou a platéia neste domingo dia 26 de janeiro no palco da Boca Maldita.

Murillo é um dos expoentes da música Flamenca e é referência do violão no Brasil, indicado para o 24º Prêmio da Música Brasileira (ao lado de expoentes da música popular brasileira como Ana Carolina, Arnaldo Antunes, Erasmo Carlos, Frejat, Zeca Pagodinho, Zezé di Camargo e Luciano, Mauro Senise, João Bosco e Roberto Carlos, entre os trabalhos recentes, está o CD autoral Fenix, gravado em Madrid, Espanha, com a participação do músico Jorge Pardo (Paco de Lucia/Chic Corea), e o DVD Arte Nomade com Glauco Solter e Luciano Madalozzo.

Violonista expoente no Brasil e no mundo, Murillo Da Rós é músico, arranjador e compositor, envolvido em múltiplas faces da música universal, sua técnica ágil e peculiar, sua brasilidade e seu estilo marcante transcendem fronteiras geográficas.

Entre os trabalhos recentes, está o CD autoral Fenix, gravado em Madrid, Espanha, com a participação do músico Jorge Pardo (Paco de Lucia/Chic Corea), e o DVD Arte Nomade com Glauco Solter e Luciano Madalozzo, selecionado para o 24º Prêmio da Música Brasileira (ao lado de expoentes da música popular brasileira como Ana Carolina, Arnaldo Antunes, Erasmo Carlos, Frejat, Zeca Pagodinho, Zezé di Camargo e Luciano, Mauro Senise, João Bosco e Roberto Carlos.

A criatividade da música de Murillo passa por uma sonoridade ímpar e diversa, não se enquadrando em um rótulo musical definido ao conferir-lhe uma rara personalidade – um suave equilíbrio e uma surpreendente junção entre características da música instrumental brasileira, jazz e flamenco onde todos os ritmos encontram seu lugar, ao mesmo tempo sem perder traços e raízes: a possibilidade de acordes dissonantes característicos do violão do Brasil fluem entre a liberdade jazzística e as rítmicas incomuns do flamenco.

Selecionado para participar da Feira Música Brasil em Recife por uma comissão integrada por Naná Vasconcelos, Carlos Eduardo Miranda, Russ Titelman (Eric Clapton, Steve Winwood, George Harrison, Bee Gees), Brian Wilson (Beach Boys, Allman Brothers, James Taylor) e Richard Ogden (empresário de Paul McCartney, ex-presidente da Sony Music Europa), dividiu o palco ao lado de nomes como: A Trombonada, André Abujamra, Daniel Migliavacca, Fino Coletivo, Kassin, Nina Becker, Osquestra Contemporânea de Olinda, Paula Morelenbaum, Wilson das Neves, Zabé da Loca entre outros.

Além de dezenas de apresentações solo, realizou diversos shows ao lado de ícones da música popular brasileira como Gilson Peranzzetta e Badi Assad, participando como músico convidado em diversos eventos, recebendo elogios de nomes da música brasileira, como Sebastião Tapajós, Hermeto Pascoal e Waltel Branco – que já comparou uma das composições de Murillo (Fenix) a um estudo de Villa-Lobos;

Integram ainda a agenda do músico participações de destaque, como o evento Terem Crossover em São Petersburgo, Rússia, com Luciano Madalozzo e Andrei Kondakov, em um concerto memorável no Gran Hall Shostakovich Philharmonic, palco onde já estiveram Lizst, Wagner, Schumann, Sarasate, Tchaikovsky, Rimsky Korsakov;

Ainda no exterior, participou de um dos mais tradicionais festivais de jazz da Itália, Festival Villa Celimontana Jazz, em Roma, com Berg Campos e Franco Cava, ao lado dos ícones da musica Portuguesa: Maria João e Mario Laginha.

Em colaboração com a Radio Rai 1 Brasil, ainda em Roma, realizou um concerto de lançamento do CD Fenix no Palazzo Santa Chiara com Glauco Solter e Endrigo Bettega.

Pelo Ourstage New Music Revolution, sua musica Malaga foi selecionada no projeto Around the World in 80 Songs, e Ensueño conquistou o primeiro lugar pela votação popular no gênero instrumental dentre mais de mil musicas.

Obteve destaque em várias revistas e jornais, em especial a Revista Idéias e Top View, além de uma infinidade de citações, matérias e notas online.

Gravou vários especiais de rádio e TV, destacando o concerto com Gilson Peranzzeta pela Oficina de Música de Curitiba veiculado pela e-Paraná, o programa Terra Canção convida Murillo Da Rós, edição mais vista do programa Terra Canção de Lydio Roberto e o concerto ao vivo em Roma na Radio Italiana Rai.

Participou como convidado do espetáculo flamenco “Indiano – Baile Flamenco de Ida y Vuelta”, realizado pela Junta de Andalucia (Espanha) e Casa de Andalucia do Centro Espanhol (Brasil) com o bailarino e coreógrafo espanhol Davi Morales, o guitarrista Gaspar Rodríguez e os cantores Morenito de Illora e Esperanza León.

Selecionado ao lado de 40 artistas e bandas (Rafa Gomes, Paulinho Moska, Djambi, A Cor do som, Julião Boêmio, Moraes Moreira, Kadu Lambach, Black Maria, Namastê, Gerson Bientinez, Jazz Cigano, Alexandre Nero, Leo Fressato, Rapha Moraes, Blitz, Estrela Leminski e Teo Ruiz, Lenine, Tiago Iorc, entre outros…) para compor a grade de programação musical da quinta edição da Corrente Cultural em 2013 ao lado de Luciano Madalozzo, Glauco Solter e Rogéria Holtz, evento que homenageou o Maestro Waltel Branco.

Murillo está em estúdio gravando o novo CD, “Triskle”, com lançamento previsto para julho de 2014.

 

www.murillodaros.com

(http://pro1music.wix.com/murilloradiotv#!release/c139r).

Murillo está em estúdio gravando o novo CD, “Triskle”, com lançamento previsto para julho de 2014.

www.murillodaros.com

http://www.youtube.com/watch?v=k-R4Kt-bdBI align:center

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome