Teich exonera servidores e militares são cotados para assumir os cargos

Cerca de 10 militares já receberam ou devem ganhar cargos na pasta da Saúde de Bolsonaro

Reprodução

Jornal GGN – O ministro da Saúde de Bolsonaro, Nelson Teich, exonerou nesta quinta-feira, 7 de abril, 13 servidores de seu ministério. Agora, militares estão indicados para cargos estratégicos na nova equipe. As informações são do jornal Estado de S. Paulo. 

Apesar das mudanças já previstas por secretários estaduais e gestores do SUS, a chamada de “tutela” do Palácio do Planalto e da ala militar, Teich afirmou que a nomeação de militares não irá interferir de maneira direta no governo. 

“Os militares têm competências que são muito importantes, o planejamento do trabalho em equipe, uma coisa organizada”, declarou o ministro. 

Segundo reportagem do Estadão, cerca de 10 militares já receberam ou devem ganhar cargos na pasta da Saúde. Sendo que parte da pasta já é ocupada por generais e coronéis. 

Apesar de algumas nomeações partir do próprio ministro, algumas indicações devem ser de Jair Bolsonaro, que prometeu “indicar algumas pessoas também, porque é um ministério muito grande”.

Hoje, a exoneração de 13 servidores da gestão do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). 

SERGIO MORO É A PAUTA DO NOVO PROJETO JORNALÍSTICO DO GGN.
SAIBA MAIS CLICANDO AQUI

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora