Vídeo: Flávio Dino tentando explicar o que é ser comunista em 2019 (entre outras coisas)

"Nós podemos construir um caminho brasileiro em que é possível fazer conviver justiça social, princípios solidários e democracia política plena. É um desafio para a nova geração", diz o governador do Maranhão

Jornal GGN – O comunismo precisa trocar de nome para sobreviver em 2019? Justiça social não tem nada a ver com comunismo? Ditadura é um componente comum de qualquer País comunista? É possível ser comunista e ter iPhone? Ser comunista e acreditar em Deus é incoerente? Qual o caminho para atingir os valores do comunismo? Comunista é contra empresa privada?

O governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB), que é “comunista graças a Deus”, tenta desbravar o que está por trás do termo e rebater visões pré-concebidas numa roda (espinhosa) de entrevistadores. Nos 11 primeiros minutos do vídeo abaixo:

 

Caro leitor do GGN, estamos em campanha solidária para financiar um documentário sobre as consequências da capitalização da Previdência na vida do povo, tomando o Chile como exemplo. Com apenas R$ 10, você ajuda a tirar esse projeto de jornalismo independente do papel. Participe: www.catarse.me/oexemplodochile

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora