Vox Populi: Maioria quer sentença de Lula anulada pelo STF

53% dizem que Lula tem direito a um novo processo e julgamento sem irregularidades, enquanto 48% concordam que o STF deve anular a sentença e por o petista em liberdade

Jornal GGN – Pesquisa Vox Populi antecipada nesta terça (27) indica que a maioria dos brasileiros quer que Lula seja solto, tenha a sentença do caso triplex anulada e acesso a um julgamento justo, sem as irregularidades que marcaram o processo construído pela Lava Jato.

Segundo informações antecipadas pelo Brasil 247, 53% disseram que Lula tem direito a um novo processo e julgamento sem irregularidades. Outros 35% disseram que a atual sentença deve ser mantida e o petista, continuar preso. 12% não responderam.

Quando a pergunta é se o Supremo Tribunal Federal deveria anular a condenação e soltar Lula, 48% concordam, e outros 37% acham que a condenação e a prisão devem ser mantidas. 15% não souberam responder.

O Vox também aferiu que para 47% dos entrevistados, Moro agiu de forma incorreta quando deu conselhos e manteve conversas privadas com procuradores da Lava Jato sobre o caso de Lula, tudo fora dos autos, ou seja, sem que a defesa do ex-presidente pudesse ter acesso às informações.

A pesquisa foi contratada pelo PT e os resultados gerais devem ser divulgados quarta-feira (28). Segundo o 247, há diferença de resultados em relação ao estudo CNT/MDA porque o Vox pergunta expressamente se Lula deve ser solto para ter novo julgamento, enquanto o outro instituto indaga se as conversas reveladas pelo Intercept devem anular todos os casos da Lava Jato, e não apenas o do ex-presidente.

O GGN prepara uma série de vídeos sobre a interferência dos EUA na Lava Jato e a indústria do compliance. Quer se aliar a nós? Acesse: www.catarse.me/LavaJatoLadoB

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Embates entre eficácia e efetividade da vacina para Covid-19, por Paulo Lotufo

1 comentário

  1. Soltem o réu, e depois façam o processo do processo da condenação!
    O réu não é tão perigoso, quanto muitos que andam soltos e ainda protegidos!

    4
    3

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome