Grupo Globo pisca para aliança Lula-Ciro, por Gustavo Conde

A bem da verdade, a reportagem d'O Globo se fia muito nas declarações estapafúrdias que o ex-gênio da comunicação política, João Santana, deu no último programa Roda Viva.

Grupo Globo pisca para aliança Lula-Ciro, por Gustavo Conde

A matéria d’O Globo sobre a suposta ‘trégua’ entre Lula e Ciro, assinada pelo jornalista Sérgio Roxo, é tecnicamente fraca. Só diz coisas que já sabíamos: que o PT ofereceu a vice para Ciro, que Ciro recusou, que Lula gostava de Ciro, que Ciro xingou muito Lula, que Ciro fugiu para Paris em 2018 etc.

A única coisa nova é o encontro entre Lula e Ciro em setembro deste ano no Instituto Lula. A reportagem, no entanto, não sabe o que foi falado ali. Diz apenas que falaram de “mágoas” e de “ataques”. É muito pouco para cravar as sentenças “acertam trégua” e “selam a paz”.

O que quer O Globo?

A matéria – pelo tom, pela imprudência e pela pressa – parece mais desejar uma “aliança” entre Lula e Ciro do que informar um bastidor político digno do nome. Usa palavras fortes como “armistício” e uma bela foto de Lula com Ciro. De 2017.

O fato mesmo é que as agressões de Ciro a Lula e ao PT pararam desde o início de setembro. Esse é o elemento central que deveria ser destacado por uma reportagem que pretenda ter alguma credibilidade.

Ciro, realmente, deixou em suspenso a habitual histeria antipetista – resta saber até quando (o que não faz um período eleitoral, não?).

A bem da verdade, a reportagem d’O Globo se fia muito nas declarações estapafúrdias que o ex-gênio da comunicação política, João Santana, deu no último programa Roda Viva. Santana disse ali que a chapa Lula e Ciro seria imbatível em 2022 – assim como disse que Dilma ganharia no primeiro turno em 2014.

Leia também:  O massacre dos idosos na Bélgica, por Rogério Maestri

Se Santana não tivesse dito esta pérola, talvez nunca viesse à tona a notícia desse “armistício” entre Lula e Ciro.

Parece mais uma notícia para puxar a audiência no site d’O Globo – em sabendo que as mídias alternativas voariam – e voaram – nela como andorinhas migratórias no cio.

A coisa está feia para todo mundo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

4 comentários

  1. “Se Santana não tivesse dito esta pérola, talvez nunca viesse à tona a notícia desse “armistício” entre Lula e Ciro.”, ora, fala sério, o marqueteiro foi lá, para isso, deu a deixa duma “chapa imbatível”, Ciro, ou Jaques Wagner, com Lula de vice, mas para fazer o serviço, apanhou até, no final, ajudado pelo próprio, que é confuso paca, ficou como músico, pois, naquele marqueteiro, ainda por cima do Lula, quem daria credibilidade?

  2. Bem Sr.Conde,aqui politicamente falando,eu dou as cartas,e esse assunto já foi abordado pelo acima assinado em comentário há 8 dias atrás.A Globo vai usar Ciro como ponte,pra não dar muito na pinta.Alguma dúvida?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome