Justiça com as Próprias Mãos – Ou, o Candidato a Ditador Sanguinário, por Arnobio Rocha

O retrocesso econômico, a confusão política e a desagregação social, é terreno fértil para um déspota que se anuncia, o candidato é ele, e sua trupe de puxa-sacos submissos.

Justiça com as Próprias Mãos – Ou, o Candidato a Ditador Sanguinário

por Arnobio Rocha

É impossível não ler a capa da Veja dessa semana e pensar que há uma ambiguidade inescapável no título, o ex-juiz, hoje ministro-refém, ou seria simbiose de ruindades, de um governo apodrecido, é candidato a político, mas não um qualquer, sim, a Ditador, sem nenhum pudor.

Esse governo tem defeito de origem, o modo como chegou ao poder, os mecanismos de campanha e as alianças com o ex-juiz demonstram que dará mal, mas o pior ainda está por vir.

As revelações de Veja, recebidas do The Intercept, do jornalista Glenn Greenwald, estão apenas trazendo à luz, quem é o ex-juiz e qual sua capacidade maquiavélica de manipular um processo, mais além de agir contra o Brasil, ainda que na aparência dissesse que combatia a Corrupção.

A deslealdade processual é apenas a ponta visível desse iceberg, os louros conseguidos com a cruzada curitibana foram usados para crescimento no cenário nacional, aceitando um cargo no ministério daquele que diretamente elegeu, tirando da disputa o favorito das eleições, com todas as manipulações processuais reveladas.

A sua projeção nacional e uma ambição desmedida, deslumbramento, um certo messianismo, quase sempre esbarram na sua falta de envergadura política e intelectual, não apenas no atropelo do português, mas a demonstração de que não tem medida de suas funções.

O Presidente revelou que recebeu do ministro da justiça relatório de um processo sigiloso sobre os laranjas (e não é do Queiroz) do PSL que corre em Minas Gerais, uma confissão pública de que o ex-juiz não tem a postura republicana para o cargo que ocupa, além de infringir gravemente a Constituição Federal.

Na mesma semana se descobre que usará órgãos públicos para intimidar, ameaçar aquele que o denuncia. Um escândalo internacional.

Essa verve autoritária, se revela plenamente, o ex-juiz, endeusado nas manifestações, é o último bastião de um governo falido. Ele e seu chefe sabem disso, travam uma disputa surda e antecipada de 2022, completamente alheio à sorte do Brasil.

É preciso lembrar que a famigerada Lava Jato, da República de Curitiba, da força incrível dada a um juiz de primeiro grau, levou o país à lona. Destruiu setores inteiros da Economia, como Petróleo e Construção Civil, milhões de desempregado, miséria e fome na cidade.

O ex-juiz e os procuradores da lava jato agiram contra o Brasil, as investigações não visaram acabar com a corrupção, mas parece claro para desmontar o país, as estranhas relações com os EUA, apontam sob quais interesses atenderam. As multas bilionárias impostas a Petrobras, a empresa de ponta em tecnologia nacional, assim como as empreiteiras que ganhavam músculos internacionais.

O retrocesso econômico, a confusão política e a desagregação social, é terreno fértil para um déspota que se anuncia, o candidato é ele, e sua trupe de puxa-sacos submissos.

O País entrou numa barafunda completa, clima de desolação que deve ser acordado, antes que um ditador cavalgue rumo ao planalto.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

5 comentários

  1. Um tirano! Mas parece que os cegos seguidores não estão nem aí para isso, até o dia em que esse tipo o lobo se voltará contra eles, sem que, talvez, eles percebam isso, pois, como dito, são cegos. O que pode salvar o país dessa verdadeira peste é a única das esquerdas.

  2. Ou quem sabe este país tenha a sorte de algum maluco guilhotinar a garganta do crápula. Afinal, é pouco crível que instituições da justiça minúscula hajam com vergonha na cara para colocar na cadeia esse verme, seus ajudantes, seu chefe, seus seguidores idiotizados. Pena que sejamos um país de frouxos sequer para irmos às ruas para incendiar decisões honestas.

  3. SERVIÇO DE MODERAÇÃO DO BLOG, POR FAVOR, PARE DE RESPONDER QUE MEUS COMENTÁRIOS SÃO REPETIDOS. AFINAL, TENHO CERTEZA DE QUE NUNCA ESCREVI EXATAMENTE ISSO QUE VOCÊS DIZEM SER COMENTÁRIO REPETIDO……..OU MELHOR AINDA: SE CERTOS TEMAS FOREM PROIBIDOS, PELO MENOS DIGAM PORQUÊ SERIAM PARA QUE A GENTE NÃO PERCA TEMPO DE ESCREVER PARA NÃO PUBLICAREM E AINDA VIREM DIZER QUE É ALGO REPETIDO…….

  4. Estarrecedor é verificar a quantidade de juízes envolvidos nesta trama dantescamente mentirosa: Moro, (agora) Bonat, a susbsituta do Moro, os três desembargadores, todos os desembargadores do trf4 (que concederam poderes além e acima da legislação ao Moro), a começar pelo então presidente daquele tribunal, os ministros do stj (começando pelo Fisher), todos os ministros do STF (que até agora não conseguiram defender a Constituição e estão mantendo preso o Lula (a começar pela dona Carmem e encerrar com o Toffoli), todos os dos ditos conselhos nacionais, quer do ministério público federal, quer os da justiça. Então, vê-se a quantidade de ministrecos, juízes e procuradores-promotores envolvidos na criminalidade. Pior, todos eles morrerão jurando de pés juntos que nada fizeram de anormal. E o populacho, ó, babando de prazer por perderem a civilidade, a cidadania e os prazeres de serem brasileiros. País de merrecas é isto.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome