Grupo alinhado a Bivar pede expulsão de Eduardo Bolsonaro do PSL

Filho do presidente Jair Bolsonaro é acusado de abuso de poder; pedido tem participação de ala paulista da sigla

Jornal GGN – O grupo do PSL ligado ao presidente da sigla, deputado Luciano Bivar (PE), oficializou junto à Executiva Nacional um pedido de expulsão de Eduardo Bolsonaro (SP) por acusação de abuso de poder.

Informações do jornal Folha de São Paulo mostram que o documento também pede a destituição da Direção Estadual do comando do partido em São Paulo, comandada pelo filho do presidente Jair Bolsonaro.

Eduardo também é acusado de ter derrubado de forma “ilegal” mais de 200 diretórios definitivos e comissões executivas municipais em todo o território paulista. Diversos dos casos registrados já foram encaminhados para a Direção Nacional do PSL.

O documento é assinado pelo líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), e pelos deputados da bancada paulista do partido Abou Anni, Coronel Tadeu, Joice Hasselmann e Júnior Bozzella.

O novo capítulo da disputa tem como pano de fundo não só o controle do partido, como também do fundo partidário da sigla, que pode chegar a R$ 110 milhões ao fim deste ano.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora