PSOL, black blocs e a violência nos protestos

Sugerido por Fernando J.

Do Jornalismo Wando

A DR entre PSOL e Black Blocs

O quadro estava pintado desde junho. Com as manifestações cada vez mais violentas, a coisa não ia acabar bem. Agora tá lá um corpo estendido no chão. Foi preciso filmar um assassinato para comover aqueles que foram coniventes durante longos meses com a violência dos protestos. Parece até mentira, mas só agora os principais articuladores das manifestações perceberam que a coisa caminha pra um cenário ruim para todos.

Como já contamos em outras oportunidades, o PSOL, de fato, não possui relação direta com os black blocs e suas práticas violentas, mas também nunca fez questão de confrontá-los. Pelo contrário,muitos dos seus dirigentes enxergavam certo glamour revolucionário na revolta dos jovens mascarados. É aquela coisa de mãe de criança mimada: “não concordo com essa birra, mas sabe que até acho bonitinho? Não vou ficar repreendendo!”

Agora a coisa descambou de vez e o mundo assistiu um cinegrafista ser violentamente assassinado em praça pública. O PSOL, assustado com a repercussão, refletiu sobre a proximidade com o grupo ereviu sua posição. Grandes nomes do partido ensaiaram um mea culpa :

“Houve uma escalada da violência de todos os lados, do Estado e de parte dos manifestantes. Uma coisa é explosão de revolta e indignação. Outra coisa é quando a violência vira método. Isso trouxe enorme prejuízo para a democracia, afastou as massas e o debate ficou secundário. O PSOL e a esquerda em geral reagiram, no mínimo, de forma tímida” – Marcelo Freixo

Leia também:  Partidos recorrem à CNJ contra apoio ilegal de cartórios a partido de Bolsonaro

“Existe uma garotada que era apartidária, depois entrou no PSOL, mas acha que a história das manifestações começou em junho passado. Houve certa leniência na aceitação da anarco-fragmentação como se fosse natural, e não é” – Milton Temer

Milton e Marcelo, vamos conversar?

Meus queridos, não estava evidente desde junho que a violência era justamente o único método dos black blocs? Não estava claro pra vocês que a militância do partido se aliou ao grupo nas ruas pra lutar contra o inimigo comum: o famoso tudo-o-que-está-aí? Só agora se deram conta de que o partido foi conivente com os atentados que se tem praticado contra a democracia? Bom, antes tarde do que nunca. Mas dizer agora que “o PSOL e a esquerda em geral reagiram de forma tímida” não é bem uma verdade. O esquerdista-ostentação e doutorando em Direitos Humanos, Raphael Tsavkko, um conhecido militante do PSOL (ele jura que não é, mas participa ativamente dos congressos do partido e o defende com veemência), não chegou a reagir de forma tímida, pelo contrário, incentivou o uso da violência. Em outubro, ele escreveu nervosamente em seu blog:

Ao invés de quebrar lixeira, tem que quebrar carro da PM, aliás, quebrar os PMs.

PM jogou bomba? Molotov pra cima dos bandidos. Tem que ter reação violenta na mesma medida.

Político bandido do PTMDB saiu pra defender brutalidade da PM? Cerca o cara e faz ele sentir na pele o que a PM faz com o povo. Vê se ele aprende.

Leia também:  Partidos recorrem à CNJ contra apoio ilegal de cartórios a partido de Bolsonaro

PM sorrindo ao espancar o povo? Que no dia seguinte ele seja alvo de uma emboscada. O poder tem que ter MEDO do povo. Pois, no fim, o poder pertence (tem que pertencer) ao povo.

Estou incitando a violência? Sim. Estou. Violência política contra quem usa do Estado para nos violentar. Notem, violência enquanto autodefesa e resposta à brutalidade previamente recebida, historicamente recebida.

Essas ações justiceiras me parecem uma espécie de versão esquerdista dos Justiceiros do Flamengo, o grupinho de jovens terroristas (já confiraram o currículo dos moiçolos?) aclamado por Rachel Sheherazade. A ação direta foi completamente banalizada e parece ter virado coqueluche entre os brasileiros. Não está satisfeito com a omissão do Estado? Então bora sair do Face e distribuir porrada, bombas e rojões para todos os lados! Não quer testes científicos em beagles? Vamos invadir e destruir o laboratório de pesquisa! Não quer ver a Copa no Brasil? Bora incendiar a cidade e destruir o patrimônio público! E assim vai a marcha da insensatez.

Meses após incitar a violência, o incrível Raphinha Tsaskkos continuou disparando violentos tweets na cara da sociedade:

Além de demonstrar uma garra impressionante em seus tweets, o psolista não deixa pedra sobre pedra e decreta: a PM tentou assassinar o cinegrafista. Três dias depois, com a confirmação de que o rojão partiu dos manifestantes, nosso amigo mudou o tom e transformou a revolta em um comovente lamento contra a violência generalizada nas manifestações. O Torquemada virou Gandhi:

Ou seja, depois de incitar a violência, esse valoroso jovem, ao se ver pressionado pelos fatos, mudou o disco como se nada tivesse acontecido. Incrível como a paz subitamente invadiu o coração desse doutorando em Direitos Humanos.

Leia também:  Partidos recorrem à CNJ contra apoio ilegal de cartórios a partido de Bolsonaro

Sabem aquela velha história do “não tenho preconceito contra negros, até tenho amigos que são”? Então, é verdade que os militantes psolistas não praticam violência nos protestos. Mas até têm amigos que praticam.

PS: Raphael Tsavkko atualmente reside na Europa, local de onde confortavelmente prega a violência nas manifestações brasileiras.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

52 comentários

  1. Pragas Tucanas

    Nao vejo diferenca  entre tal Rafael ,Aécio,FHC..Sao todos  pragas tucanas, a servico da imprensa tucana!

     

    José Emílio Guedes Lages-Belo Horizonte

  2. Que pressão absurda do

    Que pressão absurda do governismo, em textos como esse de querer que todo mundo se coloca explicitamente contra esse fantasma chamado “black bloc”.

    Que orbigação tem alguém de declarar repúdio a eles?

    Eu não declarei, o MST não declarou, O Papa Francisco também não.

    Esse governismo é de um conservadorismo atroz.

    Quem não se posicionar contra os “terroristas”, “terrorista é. George Bush chegou no Brasil pelo jeito, e carrega uma estrela vermelha na lapela.

    Começam criminalizando esse tal “black bloc” (qualquer um preso ou baelado pela polícia agora é “black bloc”), para logo criminalizar movimentos diversos e até sindicato.

    E da-lhe lei antiterror.

    A via eleitoral da esquerda no leva a isso: um legado de criminalização generalizada da ação popular.

    • É mesmo, pobres Black Blocs,

      É mesmo, pobres Black Blocs, incansavelmente perseguidos, já estão quase todos presos e a lei antiterror foi sancionada e está sendo aplicada para calar toda a sociedade.

    • Uma pessoa morreu vítima de

      Uma pessoa morreu vítima de um participante do Black Bloc ( se estava na manifestação usando lenço preto etc, tudo indica que era Black Bloc). Você queria o quê? Que não era para incriminar? Sem falar dos outros crimes que são cometidos.

      Você está fora da realidade. Se quer defender violência, não diga simplesmente que não é crime. Tente justificar a violência. Olha, é violência, mas ela é legítima por isso e por aquilo outro. É isso que você tem que fazer.

      Agora, dizer que a violência, pura e simplesmente, não é crime, isso não é argumento válido. Se os manifestantes entrassem em conflito com a PM em legítima defesa (tese não implausível), não haveria tanta censura. O problema é que os Black Blocs promovem violência ativamente. Não reagem a ela. Essa é a marca internacional do grupo ou, como preferem dizer, da “tática”. Logo, não podem alegar legítima defesa. É simples de entender. Não existe legítima defesa contra legítima defesa ou contra o exercíco regular de um dever ou direito (papel das forças policiais que agem para evitar danos ao patrimônio público, patrimônio privado, tumultos urbanos que podem redundar em ataques a inocentes, etc). Se a polícia presencia atos de violência, ela é obrigada a intervir. É para isso que ela também foi criada.

      O problema é que os brasileiros do Black Bloc, enfant gâté, criados a leite com pera, não sabem lidar com a situação. Aí ficam reclamando, fazendo beicinho, do fato da polícia intervir nas manifestações. Tenha a santa paciência…

      Se querem violência, ajam pelo menos com um pouco mais de honra, dignidade e não fiquem reclamando, ora. Sejam homens e não um bando de meninos mimados! Assumam as consequências do que estão fazendo!

      • Leia John Locke e outros

        Leia John Locke e outros liberais clássicos

        É de alguns séculos atrás. Base do liberalismo. Não, não é do comunismo nem do anarquismo, é do liberalismo.

        Usar violência para resistir à violência do Estado é uma das bases do liberalismo.

        Querem que voltemos alguns séculos na história.

        Aos fatos:

        Dentro da Central do Brasil a polícia usou truculência e brutalidade contra os manifestante que iriam fazer um catracaço (como havia sido feito na manifestanção anterior, sem que a polícia interviesse apesar de estar presente, quando até senhoras pularam a catraca. Acabou tudo sem conflito..).

        Repórter da Deutche Welle conta como a polícia foi totalmente brutal e desproporcinal (a reportagem foi reproduzida aqui pelo Nassif).

        As fotos e imagens da situação em que o cinegrafista foi atingido mostram pessoas, já bem dispersas pelo local. A manifestação na prática já havia sido encerrada pela brutalidade policial. O que se segue não é mais manifestação, mas pessoas atacadas pela polícia que com raiva, querem demonstrar alguma forma de resistência, e de revolta contra a violência a que foram submetidos. Nas imagens não se vê “bloco” e muito menos “preto”. Aí alguns tem a infeliz ideia de acender aquele rojão e o resto já sabemos.

        Isso é o que aconteceu, o resto é bravat, desculpe pela expressão.

        Tentativa de revide de agressão policial é comum, seja isso bom ou não para uma manifestação. Mas a disucssão aqui não é tática, é moral.

        O que a granbde imprensa faz e agora com apoio dos governistas é sempre retirar o contexto, e fazer que os oprimidos que pareçam opressores, sempre.

         

      •   Ele JÁ ESTÁ defendendo,

          Ele JÁ ESTÁ defendendo, Alessandre. Vem com esse papinho de John Locke para chegar no seguinte: para ele, o cinegrafista foi “dano colateral”.

         

          Depois eu digo que os BB ainda vão acabar com manifestações legítimas e tem gente que reclama. Isso tá virando briga de torcida, os Leões da PM contra os FÃ-náticos BB.

    • Existe uma diferença enorme

      Existe uma diferença enorme em repudiar e não repudiar a tática black bloc.

      E existe uma diferença maior ainda em não repudiar e defender como forma de luta a tática black bloc. Foi lamentavelmente a segunda opção feita por alguns dirigentes do Psol. Isso não dá prá negar, Leo V. Tem que rever os conceitos: 

      webcache.googleusercontent.com/search?q=cache%3AG_wAdH7rmJQJ%3Apsol50.org.br%2Fsite%2Fartigos-e-entrevistas%2F583%2Ftatica-black-bloc-condenar-conviver-ou-se-aliar%3Fp%3D4+&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br

    • Não classifico isso como ação

      Não classifico isso como ação popular. Exemplo de ação popular, foi o que demonstrou ontem o autêntico movimento social MST em Brasília. Foi organizado, pacífico, populoso, com foco e objetivos claros e coletivos, e intenção de negociação.

      • Nilcemar,
        gostemos ou não,

        Nilcemar,

        gostemos ou não, quando se inceideiam ônibus nas periferias em resposta á violência policial,por exemplo, é ação popular.

        Ora, emtermos de tática, eu tenho mil e uma críticas à tática ‘black bloc’, em geral.

        Mas parte da juventude se expressa através dela, contra a autoridade (seja de bancos seja do Estado).

        Respeito muito o MST. Mas lembre-se de que nos ano 90 ele era criminalizado como as ações dos jovens urbanos estão sendo hoje. Era demonizado. Lembro que durante o governo Jaime Lerner eu teria medo de usar boné do MST nas ruas de Curitiba. Não com medo apenas da polícia, mas com medo da reação das pessoas. MST era visto mais ou menso como estão tentando fazer com essa coisa vaga chamada “black bloc”.

        Lembrando que as mulheres da Via Campesina já quebraram muito bem quebrado um laboratório da Aracruz.

    • Discordo d quase tudo; menos do perigo da criminalizaç generaliz

      Sou contra os Black Blocks, e acho que devem ser punidos. DENTRO DAS LEIS ATUAIS E SEM “VINGANÇA”. Apoiar leis anti-terroristas contra eles, formaçao de quadrilha, etc, é fazer o jogo da Direita, que adorará ter esses instrumentos para aplicar aos movimentos sociais em geral. 

       

  3. O candidato a Governador de

    O candidato a Governador de São Paulo pelo PSOL, Safatle, o candidato a Presidente, Randolfe (que recebia mesada do governo do Amapá, mas é honesto), o Plínio de Arruda Sampaio (coitado!), e todos os outros, estão quietinhos, sem nada para dizer…

    Esperam apenas que o tempo passe e este “caso” seja esquecido, como aconteceu com o dirigente da Rede da Marina, de Brasília, pego tentando por fogo no Itamarati ( o que aconteceu com ele? Somente foi afastado do quase-partido? Nenhum processo?).

    Os valentões do PSOL se borram de medo. Não têm coragem de assumir seus próprios atos, não são éticos e sim golpistas unidos à direita mais reacionária do Brasil – e agora ficam surpresos,  fazem muchocho e olhinhos tristes, com a traição da Globo. Coitados…, não sabiam a quem estavam se aliando. Não sabiam também dos Black Blocs, que davam fotos tão românticas nas barricadas…

    Que saco!

  4. É sempre bom não esquecer

    É sempre bom não esquecer daquela deputada do PSOL que foi flagrada incitando o terror entre os bombeiros e policiais, naquela greve terrível de 2012. Ela queria incendiar o país, a qualquer custo. Isso tem que ser lembrado todos os dias. E mais, essa turma aí nunca levantou uma voz sequer para ao menos questionar o massacre que a mídia fez (e ainda faz) contra o Partido dos Trabalhadores e muitos de seus membros e dirigentes. Agora, reclama das “ofensas” que seu deputado vem sofrendo, pela imprensa, e chega até a exigir retratações. É mesmo inacreditável…

    • Lattes nele!!!

      Se for bolsista, recebe recursos da Uniao, seja via Capes ou CNPq.

      Pra redimir as duvidas procura o nome na plataforma Lattes, onde deve ter um CV.

      Bao, se for paulista e bolsista da Fapesp, pode ser agente secreto tucano. Ha ha ha 

       

    • Outro X9 aqui no Blog?

      Para que você quer saber isso? É para incentivar perseguiçoes ao rapaz por crime de opiniao? 

      Uma coisa é ser contra as posiçoes dele, outra é ter comportamento policial. Francamente! 

      • Desculpe, Analu, mas dinheiro

        Desculpe, Analu, mas dinheiro do contribuinte para financiar fascismo, só pode ser piada, né? Engraçado que quem não aceita tomar porrada da molecada é X9; tem que apanhar e apanhar calado pq os coxinhas é que sabem o que é bom para o Brasil e quem não entender eles prendem e arrebentam e todo mundo caladinho para não fazer o X9… Cada um é responsável pelo que faz, escreve e diz… Tá lá o moleque em cana. Vcs estão se sentindo uma casta superior que pode tudo, inclusive atacar os outros. Se eu meter a mão num coxinha, eu vou responder assim como o cinegrafista que meteu a câmera na cabeça do que o ameaçou vai responder, tb. Se querem atuar sem serem responsabilizados, comecem a contratar “dimenores” para os serviço sujo e paguem dos seus bolsos e não com o dinheiro do contribuinte para depois sair berrando contra a corrupção pelas ruas.

        • Bebeu, Cristiana? Fui contra cagoetagem, o resto vc tirou do nad

          Nao sou favorável às posiçoes do Rafhael XXX (nao me lembro o sobrenome). Mas querer que ele perca uma bolsa de Doutorado pelas opinioes dele? Francamente, isso nao é digno de você!  

          E vc tb está fazendo calúnias, nada prova que esse rapaz financiou nada. E ele teria direito de dar dinheiro para o que apoiasse, isso nao é uso de dinheiro público. Se fosse assim como vc quer, nenhum funcionário público poderia ter doado pro Genuíno… Bolsa é como salário, é dinheiro para uso da pessoa, ponto. Quem ganha pode até jogar no lixo, nao é da conta de ninguém. 

          • Não disse que ele FINANCIOU

            Não disse que ele FINANCIOU nada, disse que o dinheiro público é que financia o fascista pq o comentário acima indicava bolsa de estudos;  incitar violência não tem nada a ver com expressar opinião. E, não, eu não quero financiar fascismo ( isso é uma opinião ) . Ninguém xisnoveou o Rafael pq foi ele que escreveu que os PTMDEBISTAS deviam apanhar nas ruas e é ele mesmo que se vangloria de seus títulos pelo TT. Vc pode achar isso lindo e eu respeito sua opinião. Mas em nenhum momento disse o que o cara deveria fazer com o dinheiro dele e sim, fiz referência ao uso do dinheiro público no financiamento de fascistas. Não bebi, não, mas nem de porre, compactuaria com esse cara. Talvez seja bom, reler o texto dele e conferir se trata-se mesmo de emissão de opinião.

          • Cristina, onde entra nisso como resp ao meu comentário anterior?

            Teve neguinho falando em dinheiro da CApes, e que era preciso saber quem era o cara, etc. Ou seja, querendo dar de X9 e interferir no fato do cara ganhar bolsa, que é uma questao acadêmica: se ele ganha é porque o projeto dele foi considerado bom, e é só isso que importa quanto a ele ganhar ou nao bolsa . Eu protestei CONTRA ISSO. 

            Aí você entra com uma porrada de coisas que nada tinham a ver com o que eu comentei, num comentário se dirigindo a mim, como se fosse uma resposta ao que eu tinha dito, quando, me desculpe a linguagem, o c* nao tinha nada a ver com as calças. E continua falando sobre coisas QUE NAO TÊM NADA A VER COM MEU COMENTÁRIO! 

            Gente, alguns de vocês estao querendo criar um clima de caça às bruxas perigoso. Entendo a raiva que têm do Psol, mas vocês estao fazendo exatamente o que censuram nele. Usar de qualquer arma para atingi-los. O inimigo é a Direita, a mídia, nao o Psol (que no máximo faz o que vcs estao fazendo agora com papéis trocados, se une oportunisticamente ao PIG para atingir o PT). 

            Nao tenho nem um pingo de simpatia pelos Black Blockers, já fui até muito insultada aqui dentro por causa disso. Mas ficar gritando Pega, capa e mata, defendendo legislaçoes de exceçao, etc., só vai deixar uma herança terrível de leis autoritárias que serao depois usadas contra os movimentos sociais em geral. Parem e pensem, e nao com o fígado! 

          • Não penso com o fígado e o TT

            Não penso com o fígado e o TT do próprio Freixo pode provar isso a vc. Em nenhum momento fiz ou farei coro com os que estão na luta pela demonização dos partidos políticos. É bem ao contrário; se rifaram o tempo todo como sem lideranças, sem partidos e o escambau e, na hora que a coisa aperta, é no colo de um partido e de um político que jogam a bomba. O caso do Rafael, que foi objeto do meu comentário pq vc acusou pessoas de estarem xisnoveando ele – o que não é verdade pq ele adora manifestar sua violência e truculência para quem quiser ou não quiser ler –  vai nessa linha, ataca os partidos como vc pode ler no texto dele, incita a violência aqui, estando lá não sei aonde ( e não é só ele ) e aí vem pessoas, como vc, por exemplo, acusar quem, reproduz o que ele mesmo diz que estarem caluniando o cara. Não leva mal, não mas rola. Esse cara aí é exemplo de dinheiro público jogado fora. E, nem em sonhos esses tipos participam de manifestações; não são BB’s, são os que se escudam neles; na hora do sufoco, veja aí quem tá em cana. O cara tá no pega Rex, provavelmente, nos EEUU ou Europa, o paraíso deles e os moleques tão aqui no inferno correndo o risco de perder anos de suas vidas engaiolados pq um bando de coxinhas covardes, não tem, sequer, a decência de fingir solidariedade a um jovem de periferia. A quantidade de pessoas qdo da prisão deles, comparada ao aparato que foi mobilizado na prisão dos coxinhas no Leblon e Catete, dá bem a dimensão do interesse profundo que esse pessoal tem no bem estar da população.

          • Mas está lendo com o fígado…

            Eu acusei pessoas de X9 porque estavam tentando investigar a BOLSA do rapaz, vê se entende. Quer um clima de arbítrio, em que pessoas que têm opinioes diferentes da sua possam ser perseguidas, perder bolsa ou emprego? Nao me parece típico de você, pelo que vi até aqui. Mas está vendo tudo roxo. Arre! 

  5. Cadê???!!!

    Cadê a (Os)Marina?? Ela queria tanto que os protestos voltassem!! Ela não irá se pronunciar com esse “belo” feito??

  6. Mas essa tímida moção de

    Mas essa tímida moção de arrependimento não os redime em nada; até os incrimina mais. Era necessário que pedissem esclarecimentos dos fatos, investigação profunda, para provar sua inocência: é como reage o inocente envolvido numa trama sórdida. E já que tem questão de financiamento envolvida, deveriam dispor de seus sigilos bancários pessoais, bem como, da contabilidade do partido. Houve um assassinato, denúncias de financiamento das ações por partidos políticos, e isso precisava, sim, ser investigado. Nenhum assassino é redimido por pedidos de desculpa. E ainda mais se a desculpa além de ser insuficiente ainda trás no bôjo acusação de outros.

    • Nao delira!

      Imaginem, uma denúncia sem credibilidade nenhuma, e o partido deveria passar recibo? Vc concordaria com isso se fosse uma denúncia contra o PT? 

      Gente, nao gosto do PSol, ele realmente defendeu o tempo todo essas manifestaçoes mesmo após ter ficado claro o caráter violento que tinham tomado, mas um mínimo de senso de justiça é necessário, nao se ataca um adversário com qualquer tipo de arma, isso fala mais de quem ataca do que de quem é atacado… 

  7. MUITO ESTRANO

    Nem aqui nem na cochinchina o rapaz de camisa suada e calça jeans manchada de branco (FOGUETEIRO) é a mesma pessoa que se apresentou como autor do disparo do rojão (CAIO)

    Confrontando as fotos de ambos, vemos diferenças gritantes: o FOGUETEIRO tem os cabelos cheios, enquanto o CAIO tem os cabelos cortados à moda militar; a compleição física de ambos é totalmente diferente; o rosto do FOGUETEIRO é cheio, e o do CAIO é afilado; o FOGUETEIRO tem aparência de caucasiano, e o CAIO tem aparência de afro-descendente.

    Todas essas diferenças, acrescidas da presença do advogado que apareceu do nada, ajudando a polícia a encontrar o FOGUETEIRO, parece-me que tudo que está sendo levantado neste caso é uma tremenda armação, cujos objetivos ainda não apareceram, mas, com certeza, vai vir à tona.

     

      • Hélio, pela matéria do link,

        Hélio, pela matéria do link, parece sim, mas eu tirei minhas conclusões pelas fotos abaixo coladas. Veja o corte do cabelo do homem identificado pelas setas vermelhas e o do Caio; o home das setas vermelhas é branco, e o Caio tem aparência de afro-descendente.

        De qualquer forma, o caso é muito nebusolo. Temos que aguardar o desfecho.

         

        • Gilson, nao vai dar pra voce

          Gilson, nao vai dar pra voce chegar aqui 5 dias depois da primeira prisao e dizer que “acha” isso ou aquilo.  Ja fiz as analises fotograficas ontem ou antes, se voce tem alguma analise pra dizer que sao pessoas diferentes, traga a pra ca porque eu apresentei as minhas e varias pessoas o fizeram tambem, e os do contra nao tiveram tecnica analitica suficiente ou convincente ate agora.

          (em caso voce ache que eu tou implicando com voce, nao:  acabei de discordar de nao menos que Stanley Burburinho, por exemplo, e nao arredo um milimetro da minha analise)

          • IMPLICÂNCIA? NEM PENSAR

            Ivan, discordar com educação jamais poderá ser entendido como implicância. Longe de mim pensar isto. Todavia, continuo com meu ponto de vista, até prova inequívoca em contrário.

          • A prova inequivoca ja

            A prova inequivoca ja apareceu no Facebook do segundo cara com camisa cinza… ele estava dizendo pra policia nao jogar lacrimogeneo porque o cinegrafista estava ferido.

        • Te respondi no outro tópico.

          Te respondi no outro tópico. Você precisa ver todas as fotos, não apenas essas duas de cima. Vai notar corpo, pele, cabelo, touca preta, vestes, relógio e sapatos. Todos se encaixam com as imagens do suspeito ainda dentro da Central.

          Seria coincidência demais haver duas pessoas vestidas da mesma forma, usando os mesmos sapatos, uma das quais seria o infiltrado a ser protegido e outro o bode expiatório, quando a própria morte foi um acidente e não um ato premeditado.

        • Tem um terceira pessoa com roupas parecidas

            Atráz de onde está o rapaz  falando com a polícia tem outro homem com camisa cinza e calça Jeans, mas com tênis branco, no fim das contas temos 3 pessoas pelo menos com roupas parecidas, a desconfiança que alguns têm é que todos eles estariam a serviço da própria PM mas isso é só especulação,no outro post é melhor para se ver, é preciso ver o  vídeo na mais alta resolução(da qual foi retirada a imagem do meio), o tênis do black bloc tem sola alaranjada assim como as que se vê nas fotos do Caio no site do G1, o outro rapaz tem calçados bem escuros, no outro post tem os links.

        • Pra que não reste dúvida sobre essas duas fotos

            a mancha da coxa esquerda tem uma ponta embaixo que fica na esquerda na foto da esquerda, enquanto que na foto da direita tem uma ponta que fica do lado direito, se você pegar a foto esquerda inteira, vai ver que não existem manchas na altura da panturrilha, mas no cara da direita tem direita tem.

  8. UMA FARSA ARMADA?

    Nem aqui nem na cochinchina o rapaz de camisa suada e calça jeans manchada de branco (FOGUETEIRO) é a mesma pessoa que se apresentou como autor do disparo do rojão (CAIO)

    Confrontando as fotos de ambos, vemos diferenças gritantes: o FOGUETEIRO tem os cabelos cheios, enquanto o CAIO tem os cabelos cortados à moda militar; a compleição física de ambos é totalmente diferente; o rosto do FOGUETEIRO é cheio, e o do CAIO é afilado; o FOGUETEIRO tem aparência de caucasiano, e o CAIO tem aparência de afro-descendente.

    Todas essas diferenças, acrescidas da presença do advogado que apareceu do nada, ajudando a polícia a encontrar o FOGUETEIRO, parece-me que tudo que está sendo levantado neste caso é uma tremenda armação, cujos objetivos ainda não apareceram, mas, com certeza, vai vir à tona.

    Uma observação cuidadosa das fotos abaixo dá para se observar a diferença gritante entre os dois rapazes.

     

  9. Típico dos psolistas: berram,

    Típico dos psolistas: berram, incentivam os jovens alienados a seguir os planos da direita e da raiva que o psol tem como bandeira. Depois, quando a coisa fica preta, eles, como a máfia midiática e grande responsável pelo incentivo à barbárie, desaparece de cena, como um  verdadeiro tucano. Nãp há desculpas para esse partido que tenta derrubar um governo popular eleito democraticamente, se unindo ao que de pior o país oferece: seus conservadores desumanos. O psol enlouqueceu quando aceitou a mídia e a direita como cúmplices.  

  10. Rafael Patto, no FacebookQue
    Rafael Patto, no FacebookQue buniteza, zenti. O “Piçol” também aderiu o “esqueçam o que eu escrevi”.

    Artigo escrito por membro da Executiva Nacional do Piçol, que apertava a bochechinha dos black bostas, é removido do site do partido.

    Que dia essa gente vai crescer e assumir suas responsabilidades, ao invés de desdizer o que disse???

    ‪#‎Psórdido‬

    ANTES:

    “Para quem pretende mudar o mundo de verdade, não deve parecer utópico ou ingênuo demais querer ver os movimentos e partidos da esquerda coerentes, como o PSOL, dialogando com a tática Black Bloc… Não parece que o conceito da tática Black Bloc seja algo retrógrado ou mesmo indesejável em essência e propósitos originais. É algo progressivo, politicamente moderno, trazido pelas mãos da dialética na história”.

    Secretário-geral do PSOL, Edílson Silva.

    AGORA:

    “Quanto aos black blocs, nós não temos nenhuma relação com eles. Quem for verificar a história da relação dos socialistas com os anarquistas verá que não existe relação mais tumultuada e distante do que essa. Nós nunca concordamos com os métodos de luta deles. Nós não temos relações orgânicas e nem de parceria com esses grupos.”

    Presidente nacional do partido, Luiz Araújo

     

  11. Padrão Veja na blogosfera

    Padrão Veja na blogosfera “progressista”, agora?

    O único partido que condenou, mencionando BLAC BLOCK com todas as letras, foi o PSTU. Segundo a lógica obtusa do articulista, o PT também deveria ser acusado de cumplicidade com o grupo, já que Gilberto Carvalho manifestou interesse em dialogar com os neo portadores de doença contagiosa.

    Ademais, dizer que o PSOL defende a violência por causa do tal Rafael Tsavkko, um militante qualquer do partido, é má-fé demais. Mesma coisa que dizer que o PT é racista porque alguns idiotas fizeram uma montagem colocando a foto do Presidente do STF junto a um macaco.

     

     

  12. Titulo Fascista: PSOL, black blocs e a violência!

    Não calaram e nem cingir-se a liberdade.

    Seja do PT, do PIG ou qualquer aventureiro.

    Chama a policia os medrosos. Chama novas leis os simplórios.

    Quanta covardia!

    Quanta hipocrisia!

    E as outras mortes!

    Quantos os negros, crianças, trabalhadores, sem terras, índios, periferia/favelas são assassinados nos trens, onde não tem passarelas para seus carros passarem, nos ônibus, nos hospitais por não atendimento medico, desastres, por disparate medico e nenhuma pessoa diz nada, nada.

    Que circo é este!

    “A imprensa esqueceu as outras 11 vítimas fatais das manifestações?

    Lista das vítimas fatais: Cleonice Vieira Moraes, Marcos Delefrate, Valdinete Rodrigues Pereira, Maria Aparecida, Douglas Henrique de Oliveira, Santiago Andrade, Luis Felipe de Almeida, Igor Oliveira da Silva, Paulo Patrick, Fernando da Silva Cândido, Tasman Amaral Accioly e Gleisi Nana.” http://andradetalis.wordpress.com/page/2/

     O silencio dos oprimidos por eficácia do capital, pelo consumo e pela economia liberal avançam tapando os gritos, mudando leis e proibindo vozes neste sistema fascista. Não calaram!

    Colocar o PSOl e BB por que, ligar para deixar o PT bem na fita, beneficiar a Dilma então acuemos e não vamos olhar o feio que não é bonito.  Quem, quantos e onde a verdade nos amedronta, quando seremos cônscios dos erros e acertos. Evolução e avanços.  Onde estão devemos continuar enlatando passageiros, espoliando brasileiros de suas ruas, estradas para seus carros passarem. Onde esta o bem comum ou só são para poucos.

    Fascistas!

    Onde esta a causa  social?

    Chama a policia covardes.

  13. O governismo querer

    O governismo querer aproveitar o momento de comoção por uma morte injusta, para atacar o que restou à esquerda, não parece razoável.  Mesmo porque o PT tem uma parcela de responsabilidade nesses protestos que se iniciaram em junho.

    A responsabilidade não vem do aumento realizado pelo Haddad, que foi mero erro político. Ou sequer erro, porque ele não era obrigado a adivinhar as conseqüências e as bandeiras que se levantariam. Mesmo porque não foi o aumento, isoladamente, que desencadeou a violência.

    Qualquer análise honesta tem que passar pela questão de que não havia um milhão de pessoas nas ruas no dia anterior à violência policial, que reprimiu com balas de borracha e cegou um fotógrafo. ESTE foi o ponto que acendeu a fogueira.

    No dia anterior, o protesto era o de todo dia, com 500 e poucas pessoas, a maioria do MPL.

    Mas um dia depois de pessoas serem presas por “porte de vinagre” enquanto tentavam se defender do uso indiscriminado de gás lacrimogêneo, e serem acariciadas com uma chuva de balas de borracha enquanto exerciam seu direito de protestar contra aumento de passagens de ônibus, felizmente milhões saíram às ruas para defender a democracia.

    Um deles, eu, saí à rua simplesmente para fazer número, porque a polícia não poderia prender 1 milhão de pessoas, e portanto não conseguiria mais tolher a liberdade de manifestação. Saí com meu termo e minha máquina fotográfica para ajudar aquela molecada que tinha o direito de defender a sua causa dos 0,20 centavos. Aquela bandeira não era minha, não ando de ônibus, não tinha nada a ver com aquilo antes da truculência policial. Leia-se: violência estatal, autoritarismo, flerte com o fascismo.

    A responsabilidade petista veio da omissão, por falta de coerência política. Ainda que o protesto fosse contra o aumento da passagem pelo Haddad, naquele momento a excessiva violência policial tinha que ser condenada. Antes de defender o governo, era preciso proteger a bandeira da esquerda, da liberdade, da liberdade de manifestação, do direito de os movimentos sociais saírem às ruas. Deixar essa bandeira histórica por uma vitoria imediata contra os que protestavam foi burrice, que agora resulta na perigosa reativação da discussão da lei antiterrorismo, antigo lobby norte-americano, feita na medida para massacrar sindicatos fortes e movimentos como o MST. Em especial na mão de gente como a policia do Alckimin.

    Mas o PT demorou a reagir, e foi dúbio. Diante de um governo de direita do PSDB batendo na juventude como lhes é natural fazer, e com o fato novo de um partido de centro-esquerda como o PT apoiar ou não condenar a violência policial, por ser protesto contra o seu governo, a reação de violência civil contra a violência da policia militar conseguiu razoável legitimação. E mesmo depois dessa união PT-PSDB, tem gente sem  entender porque os partidos foram escorraçados dos protestos, naquele momento em que ninguém conseguia explicar o que ocorria

    Obviamente, os Black Blocs não produziram nada de proveitoso no plano ideológico. Mas o PT federal, junto com o PSDB de São Paulo, podem embalar a criança, porque são fruto da violência de sua polícia ou de sua inércia e inconsistência politica.  O PSOL ou PSTU são apenas partidos agindo como partidos, e defendendo alguma coisa coerente com as suas bandeiras.

    •   Ah, SEMPRE o PT, a GENI

        Ah, SEMPRE o PT, a GENI nacional.

        E só DUAS menções ao PSDB de Alckmin, o comandante da PMSP. Quanto a expulsar partidos das manifestações… olhaí DE NOVO a defesa da “pureza” do BB: eles podem desvirtuar manifestações à vontade, mas se aparece algum partido eles EXPULSAM da rua.

        A RUA É DE TODOS, meu filho! Até do PSDB! Quem os BB pensam que são? Tem muito marmanjo aí que passou a infância sem levar castigo, só pode…

  14. Toda revolução é

    Toda revolução é violenta.

     

    E normalmente as mortes provocadas pelos contra-revolucionários são muito mais numerosas.

     

    Ou você acha que os manifestantes não acabaram inadivertidamente matando alguém no egito no Egito ou Tunísia?

     

    Faz parte…inclusive a reação conservadora e a instrumentalização.

     

     

    •   HAAAAAAAAAAAAA, DEMOROU MAS

        HAAAAAAAAAAAAA, DEMOROU MAS APARECEU!!!

        TAÍ a motivação black bloc. De fato, não existe tática sem objetivo – e daí o inevitável: gente inocente é “dano colateral” no caminho para a “revolução”.

        Meu filho, o Egito voltou a ser ditadura, com uma ajudinha dos BB, que agoram chisparam da área. QUAL o objetivo da sua “revolução”, derrubar tudo e por o quê no lugar??

        A conclusão lógica dos BB é que, logo logo, apenas eles vão ser dignos da “pureza” do movimento, os únicos certos. TODOS os outros atores políticos e populares estarão errados.

      • E a Tunísia caminhou para a

        E a Tunísia caminhou para a democracia.

         

        Quando se inicia um processo revolucionário tem-se reviravoltas avanços e retrocessos.

         

        Em 1905 o absolutismo venceu, 1917 veio os bolcheviques venceram porém infelizmente Stalin se tornou secretário geral em 1922 e após a morte de Lenin em 1924 matou qualquer possibilidade reforma progressista.

         

        Não dá para se controlar uma revolução, pode-se apenas continuar lutando, viver é lutar. Os brasileiro devem abandonar o sonho médio e abraçar as utopias pois apenas por elas vale a pena viver.

         

        Mas se o seu sonho é um Brasil de classe média, fica aí em casa vendo televisão. Mas saiba que a revolução não será televisionada.

  15. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome