PT buscará ajuda de outros partidos para evitar ressarcimento na Lava Jato

Jornal GGN – O presidente nacional do PT, Rui Falcão, pretende buscar ajuda de lideranças de outras legendas afetadas pela Operação Lava Jato para confrontar a proposta do Ministério Público Federal de responsabilizar financeiramente as agremiações envolvidas no esquema de corrupção na Petrobras.

A ideia foi divulgada pelo coordenador da Lava Jato no MPF, procurador Deltan Dallagnol, em entrevista publicada pelo Estadão no domingo (8). Ele disse que a nova etapa da operação visa a elaboração de uma ação cível pública contra os partidos supostamente beneficiados pela Lava Jato. O ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, já possui uma condenação em primeira instância por operar um caixa 2 que teria favorecido o PT nacional.

Segundo informações do Painel da Folha desta terça (10), Falcão “buscará os dirigentes dos demais partidos para alinhavar uma reação conjunta. Mesmo que não percam o registro, o mero ressarcimento inviabilizaria a sobrevivência dessas legendas”, destacou o jornal, em função da decisão do Supremo Tribunal Federal proibindo a coleta de doações entre pessoas jurídicas a partir das eleições de 2016.

“A ordem é combater a tese dentro e fora da Justiça. Se nada disso adiantar, a solução poderia culminar, no limite, na criação de um novo partido, deixando a dívida para trás”, acrescentou o jornal.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora