Mais dois navios fabricados no Brasil entram em operação pela Transpetro

Jornal GGN – Braço logístico da Petrobras, a Transpetro colocou em operação dois novos navios construídos no Brasil, em estaleiros de Pernambuco, dentro do Programa de Modernização e Expansão da Frota Nacional (Promef).

Com as novas embarcações, o Promef soma agora 17 navios. Um dos navios é o suezmax (petroleiro com calado para navegar no canal de Suez) Machado de Assis, com 274 metros de comprimento e capacidade de carregar cerca de um milhão de barris de petróleo. Ele é o oitavo suezmax construído pelo Estaleiro Atlântico Sul (EAS).

A outra embarcação é o gaseiro Lúcio Costa é o quarto do tipo entregue à Petrobras, tem 117 metros de comprimento e capacidade para transportes 7 mil metros cúbicos de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP).

Segundo a Transpetro, outros nove navios estão em fase de construção dentro do Promef, sendo que sete destas embarcações estão em construção no Estaleiro Atlântico Sul e e outras duas pelo Vard Promar. É previsto que estes navios sejam entregues em 2019.

Lançado em 2004 pelo governo federal, o Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef) nasceu com o objetivo de revitalizar a indústria naval brasileira e teve investimento inicial de R$ 11,2 bilhões na encomenda de 49 navios e 20 comboios hidroviários construídos no país.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora