“Dallagnol fugiu porque a casa caiu e vai cair mais”, dispara Lula

Ex-presidente comentou afastamento do coordenador da Lava Jato em Curitiba, responsável por sua condenação e prisão

Jornal GGN – O ex-presidente Lula disse nesta sexta (4) que o procurador Deltan Dallagnol abandonou a força-tarefa da Lava Jato no Paraná porque percebeu que “a casa caiu e vai cair mais”.

Nesta semana, Dallagnol confirmou o afastamento da operação que condenou e chegou a prender Lula, além de impedir o petista de disputar a corrida presidencial de 2018.

O procurador alegou que a filha mais nova apresenta sinais de retardo no desenvolvimento cognitivo e que o afastamento visa a dedicação maior à família.

“Acho que o Dallagnol se esconder atrás da doença da filha dele para justificar a saída… Se ela tiver doente que Deus a ajude porque tenho por ela o respeito que ele não teve pelo meu neto que morreu com 6 anos. Mas ele não merece um milímetro de respeito. É um fujão”, disparou Lula em entrevista à Revista Fórum.

“É um fujão. Ele está fugindo porque percebe que a casa caiu e vai cair mais.”

No Twitter, o deputado Paulo Pimenta (PT) questionou por que Dallagnol se afastou da Lava Jato após a defesa de Lula conseguir acesso sem filtro ao acordo de leniência da Odebrecht, depois de uma batalha judicial.

 

Após a saída de Dallagnol, a força-tarefa da Lava Jato em São Paulo anunciou demissão coletiva, na quinta (3). Nesta sexta (4), foi a vez do chefe da operação Greenlfied – que investiga fundos de pensão – abandonar os trabalhos alegando que a Procuradoria Geral da República está promovendo um “desmonte” nas forças-tarefas.

A defesa de Lula aguarda a segunda turma do Supremo Tribunal Federal pautas dois habeas corpus que apontam a suspeição da força-tarefa de Dallagnol e do ex-juiz Sergio Moro nos processos contra o ex-presidente.

Leia também:  Renan Calheiros diz que Moro agiu como verdugo para emplacar projeto de poder

Se os recursos forem acolhidos, o caso triplex – e é possível que a decisão se estenda a outros dois casos instruídos por Moro – deve retornar à estaca zero.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

5 comentários

  1. O Pastor Dallagnol saiu da Farsa Jato – a contragosto – mas cumpriu com sua tarefa no golpe.
    Em 2022, assim o desejar, elege-se fácil fácil deputado. Quem sabe, até mesmo senador.

    “Se os recursos forem acolhidos”
    A sempre esperançosa conjunção subordinativa condicional “se”…
    “E se o oceano incendiar
    E se cair neve no sertão(…)”
    É ver.
    Faz quanto tempo mesmo que o pleito sobre a suspeição de Marreco está suspenso no STF?…

  2. Sei lá… Logo, logo ele diz que o Brasil não tem recursos adequados para atender a filha e se pirulita pros Isteites!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome