Depois de Silveira, Roberto Jefferson entra na fila do indulto

Cristiane Brasil diz que vai pedir ajuda a presidente caso necessário; presidente de honra do PTB está preso desde agosto por ataques ao STF

Roberto Jefferson e Cristhiane Brasil. Foto: Reprodução/PTB

O indulto do presidente Jair Bolsonaro ao deputado Daniel Silveira (PTB) abriu um precedente para que Cristiane Brasil, filha de Roberto Jefferson, considere fazer pedido semelhante por seu pai.

“Se lá na frente precisarmos pedir isso ao presidente, se ele puder, com certeza vai nos ajudar”, disse a ex-deputada, segundo o jornal O Globo.

Contudo, Cristiane afirmou ainda não ser possível pedir pelo indulto uma vez que seu pai ainda não foi condenado.

Presidente de honra do PTB, o ex-deputado está preso desde agosto de 2021 por ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) e, desde janeiro, cumpre a pena em casa. Cristiane chegou a ironizar que o pai está em “prisão preventiva perpétua”.

Nesta quinta-feira (21/04), Bolsonaro concedeu indulto a Silveira – correligionário de Jefferson –, depois que o parlamentar foi condenado a oito anos e quatro meses de prisão pelo STF por tentativa continuada de impedir o livre exercício dos Poderes.

Leia Também

Indulto a Daniel Silveira: não é sobre liberdade, é sobre armas, por Hugo Souza

Rosa Weber será relatora da ação contra indulto a Daniel Silveira

A graça constitucional de Jair e a desgraça do Brasil, por Eliara Santana

A invalidade do decreto de indulto individual por vício motivacional, por Paulo Calmon Nogueira da Gama

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

AMBAR

- 2022-04-22 21:25:33

Meu paipai! O amor filial é lindo!. O amor paterno também. Quem sai aos seus não "regenera"

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador