Denúncia inepta de Cureau livra Serra no TSE

Olhem isso aqui que acabou de sair no portal do TSE comprovando que, quando se trata de rigor contra Serra o MPE da Dra. Cureau costuma “se esquecer” de juntar as provas contra o candidato, ou seja, os vídeos e áudios comprovando o crime do tucano-demo. A conferir:

Apresentação tardia de mídia que comprovaria propaganda antecipada acarreta no arquivamento de representação contra José Serra

“O ministro Joelson Dias, do Tribunal Superior Eleitoral, determinou o arquivamento de uma representação apresentada pelo Ministério Público eleitoral contra o candidato José Serra e o PSDB-SP, por propaganda eleitoral antecipada em inserções regionais do partido, veiculadas no rádio e televisão, no estado de São Paulo, no dia 29 de março.

Ao decidir pelo arquivamento, sem analisar o mérito da representação, o ministro Joelson dias ressaltou que “a jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral já afirmou que é indispensável à propositura das representações em que se alega ‘invasão’ de propaganda no horário eleitoral gratuito que se traga, com a inicial, registro de áudio e vídeo”.

Salientou ainda que a apresentação da prova (registro do áudio e vídeo) deve ser feita juntamente com a petição inicial da representação, “considerando a celeridade que pauta o ritmo das representações”.

“A sua eventual produção (mídia da inserção) posterior ficaria restrita à hipótese em que comprovada que a prova não pode ser apresentada com a inicial da representação. Mas esse não é o caso dos autos, em que o Ministério Público, no próprio texto de sua representação, faz menção expressa à mídia que teria sido acostada à inicial, que, em verdade, não o foi”, relatou o ministro ao informar que, nem posteriormente, quando apresentou a prova de forma tardia, o MPE expôs os motivos que teriam impossibilitado a sua realização no momento adequado.

O ministro Joelson Dias finalizou sua decisão ressaltando que sem a apresentação da mídia junto com a inicial, “não seria possível aferir em toda a sua plenitude o contexto em que se deram os fatos” no tocante às inserções veiculadas pelo PSDB-SP.

Promoção pessoal

Para o MPE, José Serra “utilizou-se das inserções partidárias do PSDB para personificar e enaltecer suas supostas realizações, quando exerceu cargo de Ministro junto ao Governo Federal e quando exerceu o Governo do Estado de São Paulo”.

Meu comentário:

Quer dizer, a Doutora Cuereau se esqueceu das provas contra Serra. Isto chega a ser hilário. 

Comentário

Não consegui acessar o documento para conferir se a representação inepta foi da procuradora Cureau.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome