Entrevista com Franklin Martins e Cid Benjamin no Tutaméia, por Alfeu ESF

Entre os destaques: o sucesso do sequestro, a situação política na época e a decisão dos militares carregarem o "ônus" de se identificarem como torturadores

Reprodução

Não dá para passar batido por essa entrevista.

Alguns destaques:

– quanto ao sucesso do sequestro do embaixador americano Elbrick:

Conseguiram a libertação dos presos políticos listados pelos sequestradores; além de frustrar as comemorações do  7 de setembro dos militares, que seria recheado de ufanismo fascista.

– quanto a situação política:

O AI-5 foi a instituição e a oficialização do terrorismo de Estado.

-quanto aos militares:

Preferem carregar o “ônus” de serem identificados como torturadores do que revelar as ações para desmantelar os grupos armados de oposição ao regime ditatorial.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonaro nega que desistiu de indicar Eduardo para embaixada nos EUA