Início Ditadura

Ditadura

Dia da Mentira, dia de relembrar e condenar o golpe empresarial-militar de 1964, por...

Nessa semana o Governo deixou explícita, para quem ainda tinha dúvidas, sua descendência direta do regime militar. Mais fraco do que nunca, Jair Bolsonaro reafirmou seus anseios autoritários

Bolsonaro faz comentário em defesa ao golpe de 1964

Jair Bolsonaro criticou uma decisão do Congresso, de 2013, que anulou a sessão legislativa que viabilizou a instauração da ditadura do regime militar no país

TV GGN 20h: ditadura militar, página infeliz da nossa história

Confira a análise de Luis Nassif nesta quarta-feira, 31 de março, de um dos eventos mais sombrios da história brasileira

Primeiro de Abril – Brasil, piada pronta

A iniciativa das revistas Sens Public e Cult, conta pinturas e o manifesto "Brasil, Primeiro de Abril!", de Márcia Tiburi

Grupo se une para desapropriar Casa da Morte, em Petrópolis

Apenas uma pessoa escapou viva do imóvel símbolo da ditadura militar; objetivo é transformar sobrado em Centro de Memória

Comemorar o golpe – cantar e dançar sobre corpos flagelados, por Tânia Maria de...

Aceitar o negacionismo histórico e tentar fantasiá-lo de respeito a uma leitura divergente, diz muito mais sobre os desembargadores do TRF-5 que proferiram a decisão que sobre ela mesma.

31 de março/1º de abril de 1964, por Eugênia Augusta Gonzaga

Além de praticar torturas e outros crimes contra a humanidade, a Ditadura Militar de 64 não teve compromisso sequer com a verdade sobre a data de sua implantação

Braga Netto exalta golpe e Doria reage

O novo ministro da Defesa, Walter Braga Netto divulgou um texto enaltecendo o 31 de Março de 1964. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), aproveitou o espaço para criticar o governo

ADUnB: Não foi “Revolução”, não foram “brincadeirinhas”. Foi DITADURA

Foi uma ditadura militar cruel e fascista, e os “probleminhas”, como Bolsonaro se refere aos crimes ocorridos no período, jamais serão esquecidos pelo povo brasileiro

57 anos do golpe de 64

Estima-se que mais de 20 mil brasileiros, incluindo indígenas e camponeses, tenham sido exterminados. Entre os 434 mortos/desaparecidos reconhecidos pela Comissão Nacional da Verdade, 42 eram negros e 45 mulheres.

64 jamais! Ele cairá e ela não voltará, por Danilo Nunes

O mês de abril ficou marcado em nossa história como uma página feia, manchada de sangue, dessas que preferimos arrancá-la do caderno e esquecer que um dia esteve ali, mas não dá.

MPF recorre de decisão que negou indenização a viúva de preso da ditadura

TRF-3 Negou reparação à viúva de Antonio Torini, por danos morais decorrentes de sua perseguição política nos anos de chumbo

Como Elio Gaspari e Paulo Francis tentaram abafar o caso Delfin, escândalo de corrupção...

O DCM apresenta uma série sobre os maiores escândalos da ditadura.

Justiça mantém sargento réu por torturas na Casa da Morte

Antônio Waneir Pinheiro de Lima é acusado de sequestro, cárcere privado e estupro de Inês Etienne Romeu, sobrevivente de um dos piores centros de tortura da ditadura do regime militar

Lista completa dos signatários do manifesto ‘Em Nome da Verdade’ é divulgada

Texto foi publicado como matéria paga em 3 de fevereiro de 1976 no jornal O Estado de S. Paulo. Todas as listas publicadas anteriormente na internet, ao longo décadas, estavam incompletas

Ataque de Bolsonaro à Dilma é elogio à barbárie, diz Comissão Arns

Comissão Arns repudia manifestação do presidente da República sobre as torturas sofridas pela ex-presidente Dilma Rousseff

MPF volta a investigar empresas financiadoras da ditadura militar

Trabalho coordenado pela procuradora regional da República, Eugênia Augusta Gonzaga, pretende embasar futuras ações de reparação

STJ manda TRF-3 julgar ação contra delegados por crimes no DOI-Codi

Ao contrário do que entendeu o TRF-3, a jurisprudência do STJ está firmada no sentido de que são imprescritíveis as ações civis fundamentadas em atos de perseguição política, tortura, homicídio e outras violações de direitos fundamentais cometidas durante o regime militar

Acordo da VW de indenização por atos na ditadura não é legítimo, diz ex-coordenadora...

Para Rosa Cardoso, que foi coordenadora da CNV, não é legítimo o acordo de indenização a funcionários da montadora perseguidos pela ditadura no Brasil

“Espero que a mídia pare de assassinar a história brasileira”, diz Hildegard Angel

Jornalista conta ao Cai na Roda, programa tocado pelas mulheres da redação do GGN, sua luta pelo reconhecimento da história de sua família

Leia também

Últimas notícias

GGN