Moro se descola de Bolsonaro durante crise do coronavírus

Aliados de Sergio Moro fizeram chegar à imprensa a avaliação de que Jair Bolsonaro está "descontrolado", na visão do ministro da Justiça

Jornal GGN – Aliados de Sergio Moro fizeram chegar à imprensa a avaliação de que Jair Bolsonaro está “descontrolado”, na visão do ministro da Justiça.

Em matéria que descola o ex-juiz da Lava Jato das atitudes do presidente em meio à pandemia de coronavírus, Folha afirma nesta terça (31) que Moro se diz “indignado” com o desrespeito de Bolsonaro às medidas sanitárias defendidas pelo ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, que é contra o isolamento vertical.

“A avaliação feita por Moro a aliados é a de que o presidente está descontrolado, deixando aflorar sentimentos de raiva de supostos inimigos”, escreveu o jornal.

O diário destacou ainda que Moro, assim como Paulo Guedes em seu âmbito pessoal, “não reza a cartilha do presidente sobre a pandemia. Ele tem defendido, além do isolamento, saídas técnicas para enfrentá-la. Exatamente o contrário das falas de seu chefe.”

Guedes, no final de semana, disse a prefeitos e investidores que, como economista, quer ver a retomada do país, mas como cidadão, prefere ficar em casa, em auto-isolamento.

Nas redes sociais, Moro e a esposa Rosangela fizeram questão de mostrar que estão isolados também.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Procuradoria diz que manter Enem na pandemia fere Constituição

5 comentários

  1. Moro quer ficar é colado ao Mourão. Sabe ele que em tempos onde o povo vai buscar muito mais um gestor que tenha bons dotes de política, ele vai ficando fora e em dois anos se torna tão incipiente quanto um Hulk que fica ameaçando ser candidato mas não tem estômago e coração para aguentar. Em altas crises, vai ser mais fácil campanha para quem construiu o currículo e só de governadores, terão um monte a pleitear vagas em 2022. Moro vai ter de repetir o lance do apresentador global, de ter de ficar apagando fotos e mais fotos de suas redes sociais. Por outro lado há o temor de que se a queda do governo se der neste longo ano secular de 2020, deve cair a chapa. Bolsonaro acaba levando seus chapas, trutas e capachos.

  2. Tudo jogo de cena. O camisa preta do Paraná precisa estar em evidência de alguma forma e nada melhor do que fingir,assim como fingia que era juiz,para surfar na onda indicada pela mídia.
    Se está indignado por que não pega o boné?

  3. Nassif: isso não é mais que estratégia. Uma vela pra Deus, outra, pró Diabo. É tática de guerra dos VerdeSauvas. Se for uma “gripezinha” o MessiasDoBras sai ungido pelas casernas e pelos Avivados de CaifásDoBras. Caso contrário entra ou o TogaSuja ou o ViceÍndio. Os safados do Congresso só tão esperando pra saber de quem cobrar o pedágio. E os coniventes e cúmplices no Judiciário, estão renovando as tabelas de cobrança, caso sejam atiçados para decidir. CoronaVirus neles…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome