Mourão elogia STF por suspender pagamento de orçamento secreto

Vice-presidente diz que suspensão do orçamento secreto é ‘oportuna’ devido a necessidade de se divulgar repasse de recursos do orçamento

Hamilton Mourão, vice-presidente da República. Foto: Reprodução

Jornal GGN – O vice-presidente Hamilton Mourão defendeu a decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu o esquema de orçamento secreto mantido para o governo obter apoio no Congresso Nacional.

“Acho que os princípios da administração pública, de legalidade, de impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência não estavam sendo respeitados nessa forma aí de execução orçamentária”, disse o vice-presidente.

Além de considerar a intervenção do STF como “oportuna”, Mourão ressaltou a necessidade de se dar publicidade. “Você tem que dar o máximo de publicidade. É princípio da administração pública, aí conjugado com a eficiência”, disse, segundo o jornal O Estado de S.Paulo.

Nesta terça-feira, a maioria do Supremo decidiu manter a suspensão dos pagamentos das chamadas emendas de relator, seguindo decisão liminar da ministra Rosa Weber.

Ao contrário de Mourão, o presidente Jair Bolsonaro saiu em defesa do orçamento secreto nesta segunda-feira e afirmou que a decisão foi uma “interferência indevida” do Judiciário nos outros Poderes.

Leia Também

Emendas de relator, PEC dos Precatórios e Teto dos Gastos: o que são e como se conectam?

PEC dos Precatórios é aprovada em 2º turno na Câmara; texto vai ao Senado

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador