TV GGN: O resultado político da Lava Jato, por Juliano Corbellini

A ascensão meteórica do Partido da Lava Jato provocou uma ruptura na história das eleições no Brasil nas últimas décadas: substituiu a polarização entre PT e PSDB pelo lulismo versus bolsonarismo

Jornal GGN – Juliano Corbellini é doutor em ciência política, consultor de marketing eleitoral e foi coordenador da campanha vitoriosa de Flávio Dino (PCdoB) à reeleição no Maranhão. Em entrevista exclusiva ao GGN, ele fala sobre o papel da Lava Jato na construção de uma nova conjuntura política que levou o Brasil a desembocar num governo de extrema-direita.

Foi principalmente a ascensão meteórica do Partido da Lava Jato que provocou uma ruptura na história das eleições no Brasil nas últimas décadas: substituiu a polarização entre PT e PSDB pelo lulismo versus bolsonarismo. Essa rivalidade deve se repetir nas eleições municipais de 2020, avalia.

Em parceria com Maurício Moura – doutor em Economia, especialista em Psicologia Política (Stanford) e mestre em Ciências Sociais (Chicago) e Política (George Washington University) – Corbellini escreveu o livro “A Eleição Disruptiva: Por que Bolsonaro Venceu”.

Leia reportagem sobre o livro: A eleição disruptiva: como ascendeu – e como esvaziar – o bolsonarismo

Confira o vídeo com Corbellini no canal TV GGN, no YouTube.

Caro leitor do GGN, estamos em campanha solidária para financiar um documentário sobre as consequências da capitalização da Previdência na vida do povo, tomando o Chile como exemplo. Com apenas R$ 10, você ajuda a tirar esse projeto de jornalismo independente do papel. Participe: www.catarse.me/oexemplodochile

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Sobre diplomacia e “fritar hamburgueres” nas montanhas do Colorado, por Fernando Horta

1 comentário

  1. Argumentação muito interessante. O artigo aqui, A eleição disruptiva: como ascendeu – e como esvaziar – o bolsonarismo, do mesmo autor, é sobre o mesmo tema, porém mais completo. A ambos, eu acrescentaria que o Partido da Lava Jato seria um dos pilares da vitória de Bolsonaro. Tiveram mais dois, a apoio de lideranças neopentecostais e o ódio de classe, produto de nosso secular aparthaid social.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome