Na crise da água, Witzel loteia cargo técnico da CEDAE

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel fala à imprensa após visita a Estação de Tratamento de Água Guandu, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, é de uma irresponsabilidade administrativa à altura de Jair Bolsonaro.

Em plena crise da água, no Rio de Janeiro, aproveita um cargo de relevância – de conselheiro da CEDAE, a estatal de água do Estado – para indicar um apaniguado sem o menor conhecimento, em um caso flagrante de desresp3ito com o contribuinte carioca.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Xadrez dos Bolsonaro e da expansão das milícias do Rio de Janeiro para Angra, por Luis Nassif

5 comentários

  1. O cargo não seria na companhia estadual de água e saneamento do RJ, CEDAE, mas na agência reguladora dos serviços de saneamento do estado do RJ, AGENERSA.

  2. Tudo mundo que me conhece sabe que sempre fui contrária a todos os tipos de FORA eleitos sob qq alegação. Ocorre que, assistir o desmonte da nação e, no meu caso, Estado e Município para cumprir o disposto numa CF que nem a mais alta Corte de Justiça do país, cumpre mais é querer ser mais realista que o rei e, isso só está prejudicando os que sempre foram prejudicados e favorecendo, os de sempre. Logo, já que não existem mais leis, estamos todos livres para agirmos de acordo com nossas próprias consciências e entendimentos. Pra mim,deu! Depois de 40 anos de militância,sou pelo FORA BOLSONARO! FORA WITZEL! FORA CRIVELLA!

  3. O rio de Janeiro está sempre em ESTADO DE CALAMIDADE e a população nem se quer rumina diante de um caso que afeta a todos! Isto é paralisia ou o quê mais? Fico imaginando se o coronavírus fosse no RJ! Rio de Janeiro precisa com urgência despertar e exercer protagonismo e não deixar o estado e cidade nas mãos de aventureiros e oportunistas. Bah!!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome