O Novo Roda Viva e a entrevista de Glenn Greenwald

As críticas mais benevolentes diziam que o programa foi didático para Glenn poder ser confrontado – e rebater – o senso comum.

Por qualquer ângulo que se analise, a entrevista de Glenn Greenwald foi um momento infeliz no novo Roda Viva. As críticas mais benevolentes diziam que o programa foi didático para Glenn poder ser confrontado – e rebater – o senso comum. Efetivamente, não cabe ao jornalista refletir o senso comum.

Mesmo assim, que não se tome a parte pelo todo. Sob o comando de Daniela Lima, Roda Viva vem tentando recuperar o punch jornalístico perdido nos últimos anos. Trata-se de uma jornalista talentosa, em ascensão, com personalidade, da nova leva que tenta recuperar os princípios básicos do jornalismo.

Na Folha já conquistou o feito de arejar a coluna Painel, trazendo-a para o primeiro plano do jornalismo da casa.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A corrupção do jornalismo e seu ato de força sobre os repórteres, por Álvaro Miranda

5 comentários

  1. Faz anos que não assisto o RV, vendo, aqui e ali, um trecho ou outro mais polêmicos, apenas para confirmar minha desilusão.

    Sob a mão pesada do PSDB, a Cultura se tornou uma tv de baixa densidade democrática e baixíssima intensidade jornalística.

    Nesses anos, o RV deixou de ser referência em jornalismo para se tornar um programete de bajulação para os ‘nossos’ e, eventualmente, uma infantaria de ataque aos ‘outros’.

    Nessa toada, mais que roda, se tornou um torvelinho a engolir tudo o que se aproxime de qualidade e isenção.

    Bem mais provável que trague a nova comandante que o contrário.

    13
  2. Se eles querem ser respeitados jornalisticamente, por quais cargas dagua estao fazendo perguntas de meninos de 15 anos que ainda nao estudaram jornalismo?

  3. Sentei todo feliz para assistir uma entrevista que eu tinha certeza que “jornalistas” brasileiros tirariam muitas informações dessa tortura intelectual chamada Vaza Jato, porém o que senti foi vergonha da falta de conhecimento que os mesmos demonstraram, e do Glenn Greenwald, que imaginei rindo por dentro de pena de tanta ignorância.

  4. O RV parecia uma roda de garotos birrentos querendo praticar bullying num gigante que afastava aquela turba inculta e sem educação com safanões e classe, muita classe. Eita jornalista fenomenal, esse Glenn!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome