Brasilianas grava hoje debate sobre violência policial

Polícia mata seis pessoas por dia no Brasil. País é criticado em relatório norte-americano de direitos humanos pela violência policial
 
 
Em média as polícias brasileiras matam seis pessoas por dia, segundo levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado em 2014, levando as forças de segurança do país a serem consideradas entre as mais letais do mundo. Dados da Ouvidoria das polícias de São Paulo revelou, ainda, que entre janeiro e agosto deste ano a polícia do estado foi responsável por 571 homicídios. Fazendo as contas, as forças de segurança de São Paulo responderam, em média, por mais de duas mortes por dia, só em 2015. 
 
Esses dados explicam porque em junho deste ano o país foi criticado em relatório de direitos humanos divulgado pelo Departamento de Estado norte-americano. O documento apontou abusos excessivos da polícia brasileira, além das más condições carcerárias, corrupção, exploração trabalhistas e outros abusos cometidos contra minorias.  
 
Para discutir as raízes da violência policial e apontar alternativas de reforma das forças de segurança pública o programa Brasilianas.org grava hoje debate com a coordenadora do Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, Daniela Skromov, o ex-coronel da Polícia Militar, Adilson Paes de Souza e o educador e fundador da Uneafro, Douglas Belchior. Participe encaminhando perguntas que poderão ser selecionadas e respondidas pelos convidados. Clique aqui (as perguntas serão selecionadas até às 16h30) 
 
Esse programa irá ao ar dia 12 de outubro, às 23h00, no canal da TV Brasil. Clique aqui para saber como sintonizar. 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora