A entrevista de Serra

A íntegra da resposta do candidate José Serra ao SPTV, no quesito educação:

Chico Pinheiro: Bom, nós temos uma outra questão seriíssima em São Paulo que é a questão do ensino e a baixa qualidade da educação. São Paulo foi reprovada em educação nas provas sobre a educação no país.

Carla Vilhena: Prova Brasil, no SAEB.

José Serra: Não chegou a ser reprovado, teve sétimo, oitavo lugar. Não é abaixo da média do Brasil. Agora tem que entender o seguinte, diferentemente dos Estados do Sul, que são os que têm melhor situação, São Paulo tem muita migração, não é? Muita gente que continua chegando, este é um problema. E houve uma expansão quantitativa muito grande do ensino. Eu acho que agora a gente tem que olhar para frente, enfatizar a qualidade.

O que eu fiz na Prefeitura e o que vou fazer no Estado? Botar duas professoras por sala de aula no primeiro ano do ensino fundamental. Isto é crucial para que as crianças aprendam. Eu não quero nenhuma criança passando de ano sem aprender aquilo que tem que aprender naquele ano.

Carla Vilhena: Candidato permita-me então.

José Serra: Isso é essencial olhando para a qualidade daqui para frente.

Carla Vilhena: Duas professoras, a gente chega a até ter 50 alunos por sala de aula, a quantidade de dinheiro na educação hoje é a maior parte é para pagar professores, mais de 9 bilhões para pagar os professores que já estão, quer dizer, esse número chegaria a 19 bilhões para pagar esse segundo professor em sala de aula. De onde que vai sair esse dinheiro?

José Serra: Carla na Prefeitura–

Chico Pinheiro: Candidato

José Serra: Eu dei aula toda a semana, eu sou professor, fui a vida inteira professor. Eu fui dar aula todas as semanas para terceira ou quarta série mudando de escola, exatamente para entender o problema. Esta segunda professora é estudante universitária de Pedagogia, de Letras.

Chico Pinheiro: Como voluntária?

José Serra: Não é voluntária, ganha, mas é um salário inicial, é uma assistente. A Prefeitura já fez em quase metade das escolas, isso é perfeitamente viável do ponto de vista financeiro. E vou dizer para vocês, é o meu grande desafio, melhorar a qualidade da educação e levar até escola técnica que também é fundamental para oportunidades no mercado de trabalho.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora