Gol e Varig

Se a Gol adquirir a Varig, confirmará o erro estratégico fatal da TAM, ao abandonar o diferencial de qualidade e tentar se aproximar do modelo de aviação de baixo custo. Consolidada nesse segmento, a Gol poderá transformar a Varig no seu braço de aviação para clientes corporativos. ATAM ficará espremida, sem conseguir ser uma companhia de baixo custo pura, e sem os diferenciais de imagem que abandonou.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora