Os custos do velho Chico

Do Projeto Brasil (www.projetobr.com.br)

A discussão sobre os custos do projeto de transposição do Rio São Francisco é polêmica, pois envolve interesses regionais e depende de estudos técnicos para que seja corretamente mensurada.

O Ministério da Integração Nacional, condutor oficial do projeto, considerou em R$ 6 bilhões os investimentos necessários, mas publicações ambientais chegaram a estimar R$ 24 bilhões para totalidade do projeto.

Alguns aspectos prejudicam a definição exata de valores, já que o projeto teria 35 anos de duração, alto consumo de energia, impacto em atividades regionais, perdas d’água e tantos outros.

O reajuste nas contas de água da população depende de valores totais. Caso a obra seja viabilizada, em sua fase inicial, cálculos inexatos podem resultar em subsídios governamentais de caráter emergencial e, conseqüentemente, em elevação das tarifas para a população local.

As condições precárias de comunidades envolvidas impedem que todos os beneficiários contribuam financeiramente com o projeto. A política de subsídio cruzado seria uma das soluções, aumentando assim ainda mais o campo de discussão.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora