Painel internacional

Índice futuro dos EUA sobe em dia de dados de emprego e PIB

O índice futuro dos EUA subia nesta quinta-feira, em um mercado que está lutando para dar um novo impulso, mas que não está rendendo muito. O futuro do S&P 500 subiu 1,5 ponto a 1.028,3, e o do Nasdaq 100 avançava três quartos de um ponto, para 1.637,2. O futuro do índice Dow Jones Industrial Average subia 8 pontos. O índice blue chip Dow Jones Industrial Average havia subido pela sétima sessão seguida na quarta-feira – apesar de avançar apenas 4 pontos. O S&P 500 e o Nasdaq Composto subia parcialmente, avançando pela sexta vez em sete sessões, ajudado por dados otimistas do mercado da habitação. O dado semanal de pedidos de seguro-desemprego e a segunda prévia do PIB do segundo trimestre serão anunciados às 11h30 (horário de Brasília).

Clique aqui


Vendas no varejo recuam na Europa

BBC NEWS

As vendas no varejo europeu caíram pelo 15º mês em agosto, enquanto o aumento do desemprego segurou os gastos dos consumidores, revela o índice de gerentes de compra da Bloomberg. O dado de vendas da área do euro diminuiu de 47,3 para 47,1 em julho, quando ajustado por variações sazonais. E manteve-se abaixo da marca de 50 indicando contração desde junho do ano passado. O índice é baseado em uma pesquisa de mais de 1.000 executivos compilados para a Bloomberg LP, por meio da consultoria Markit Economics. Domicílios em toda a região estão segurando os gastos depois de a taxa de desemprego subir para 9,4%, maior nível em 10 anos, ao mesmo tempo em que as empresas demitem trabalhadores e cortam custos para sobreviver à pior recessão em seis décadas. Embora a projeção de desemprego da Comissão Europeia deva atingir 11,5% em 2010, a confiança do consumidor de julho avançou mais do que os economistas previam, dando sinais de que a crise econômica esteja diminuindo.

Clique aqui


Confiança do consumidor alemão sobe

The Wall Street Journal

O índice futuro de clima de consumo, do instituto alemão de pesquisa de mercado GfK, subiu para 3,7 pontos em setembro, em linha com as expectativas, enquanto o seu desempenho no resto do ano depende da evolução do mercado de trabalho.

Clique aqui


Lucro mais que dobra no Credit Agricole

The Wall Street Journal

O Credit Agricole, maior banco de varejo da França, anunciou um lucro melhor que o esperado, com perdas menores sobre maus empréstimos ajudando a impulsionar o desempenho. O banco fez 201 milhões de euros (US$ 286 milhões) entre abril e junho, mais que o dobro dos 76 milhões de euros no mesmo período há um ano atrás. Mas, apesar dos resultados, o banco disse que a crise financeira não acabará até o segundo semestre de 2010. Bancos de todo o mundo têm relatado resultados mistos para o segundo trimestre.

Clique aqui


PIB espanhol cai 4,2% no segundo trimestre

ELPAIS.COM

A economia espanhola recuou 4,2% no segundo trimestre de 2009, comparado ao mesmo período do ano passado, um décimo inferior do valor preliminar divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística, em 14 de agosto. A análise dos dados representa um decréscimo de 1,1% de taxa trimestral do PIB, cinco décimos abaixo do valor verificado entre janeiro e março. O valor está dentro das previsões do Governo, prevendo que a economia cai 3,6%, conforme explicou o Ministro do Trabalho, Celestino Corbacho, antes de comparecer perante o Congresso.

Clique aqui


Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome