Serra e o Banco Central

A entrevista de José Serra à Mirian Leitão, no “Globo” de hoje, mostra que finalmente o governador paulista começa a limpar a área e a marcar posição firme contra as arbitrariedades do Banco Central.

Vai-se cumprindo o que prognostiquei aqui antes do final das eleições. O PSDB do fernandismo vai desaparecendo na indefinição que marcava seu líder, e o serrismo vai crescendo, marcando fortemente posição, e sem receio de ferir suscetibilidades na “jurisprudência” jornalística e nas hostes neoliberais tucanas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora