Vinte anos depois

Recebo carta de Walter Prete, de Itajubá. Em 1986, quando tinha a “Dinheiro Vivo” na “Folha”, identifiquei um erro do então INAMPS no cálculo das aposentadorias em dezembro de 1979. Para entrar na Justiça, os aposentados precisavam fazer um cálculo complexo. Tinha um pequeno CP-500, computamos com sistema operacional CPM. Montei um programa em Basic e conseguimos, na época, efetuar mais de 40 mil cálculos.

Agora, vinte anos depois, o sr. Walter me escreve dizendo que ganhou, mas ainda não recebeu. E solicitando cálculos de atualização dos últimos vinte anos, porque sem eles, nada receberá.

Estou indo atrás dos cálculos. Mas é inacreditável! Dos 60 aos 80 anos o Sr. Walter não usufruiu de direitos líquidos e certos. Só recebe agora, aos 80 anos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora