Concorrência obriga Microsoft a oferecer Linux em sua nuvem

Por foo

Do ars technica

Demanda e concorrência obrigam Microsoft a oferecer Linux no seu serviço de nuvem

Em uma tentativa de competir com a Amazon e outras gigantes de infraestrutura de nuvem, a Microsoft anunciou em 16 de abril que lançou seu próprio serviço de infraestrutura, permitindo que os usuários implantem máquinas virtuais completas em nuvem da Microsoft, incluindo instâncias do Linux.

A oferta, que tem sido em edição limitada, mostra que a Microsoft sente que está pronta para atacar a Amazon. Bill Hilf, gerente geral da Microsoft para a equipe do Windows Azure, escreveu que a Microsoft também irá corresponder preços da Amazon em máquinas virtuais e oferecia SLAs mensais que estariam entre as mais elevadas da indústria.

A Microsoft está oferecendo uma série de imagens de servidores rodando em Windows Server, incluindo instâncias do Microsoft BizTalk Server 2013, Project Server 2013, System Center, SharePoint (2010 e posteriores), e SQL Server (versões de 64 bits de 2008 e posteriores). A biblioteca de imagens disponível para os clientes também inclui Ubuntu, CentOS e SuSE Linux. 

Hilf fez comentários inflamatórios no passado sobre Linux e open source. Em um post no blog de 2007, ele tentou esclarecer seu comentário de que “o movimento do Software Livre está morto”, dizendo que ele viu tanto Linux como um concorrente e algo que a Microsoft precisava para interoperar com. Agora o grupo está à procura de ganhar dinheiro com Linux, incluindo-o na linha de produtos de nuvem da Microsoft.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome