Rodrigo Maia crê que sociedade “aplaudirá” reformas do governo Temer

 
temer_1_ano_beto_barata_pr.jpg
 
Foto: Beto Barata/PR
 
Jornal GGN – Durante cerimônia de balanço de um ano do governo de Michel Temer, Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados afirmou que a sociedade “aplaudirá” as propostas de reforma enviadas pelo governo ao Congresso.
 
Maia defendeu as reformas trabalhista e da Previdência, e também cobrou empenho para a aprovação de uma reforma política. “Precisamos enfrentar o desafio da reforma política, não uma reforma que atenda aos interesses dos grandes partidos, mas da sociedade. Um novo sistema eleitoral é urgente no país”, afirmou.

No mesmo evento, o presidente Michel Temer disse que o diferencial de seu governo tem sido o diálogo com o Congresso Nacional, e o que é importante para aprovar as reformas. 
 
“Era preciso estabelecer o diálogo que antes não havia”, dizendo também que “foi da ausência de diálogo que decorreu a dificuldade para governar. Faltava entrosamento entre Executivo e Legislativo. Faltava pacificar o país”.
 
O presidente também defendeu a aprovação da reforma trabalhista e afirmou que há sinais de crescimento na economia. 
 
“Quero garantir o total direito do trabalhador. A palavra mais suave que encontro é irresponsabilidade quando dizem que vamos tirar direito do trabalhador”, disse o peemedebista.
 
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, adotou o mesmo discurso de retomada de crescimento, dizendo que a recessão já passou. “O Brasil está mudando mais em um ano do que mudou em décadas”, afirmou o ministro. 
 
Assine
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Presidentes de seis partidos exigem fim do recesso parlamentar e ação contra o desgoverno federal

12 comentários

  1. É bastante simples senhores,

    É bastante simples senhores, façam um plebiscito, vamos coragem façam um plebiscito, e sabe o que vai acontecer? sabem sim  por isso jamais fariam isso. Vocês são ururpadores do poder, nenum de vocês nessa foto é autoridade legitimamente constituida, aliás para o povo vocês são ôtoridades, pronto falei!

  2. A “sociedade” vai “aplaudir”

    A “sociedade” vai “aplaudir” o desmonte do estado brasileiro antes ou depois de notar que com excessao de uma preta na foto (Deus nos livre de uma negra ao vivo!) e uma unica mulher de lambuja, o “gabinete” da foto eh todinho composto de pale penile creatures?

    (Pale penile creatures eh eufemismo pra brancos filhos da puta, por sinal)

  3. UM GOLPE POR DIA, 365 DIREITOS PERDIDOS.*

    A foto de Você Não Lê na Mídia.

     Esta publicação traz a síntese desse triste ano. Uma cronologia dos últimos 12 meses com 365 fatos e medidas que implicaram na perda de direitos dos brasileiros é o caminho que optamos por percorrer. A cada mês foi destacado uma política pública e como ela está sendo desmontada. Esse caminho dá a noção de como um projeto sem voto, de desenvolvimento excludente, com visão de Estado mínimo, com práticas autoritárias, de salvaguarda aos interesses do capital nacional e internacional se instala e ganha vigor no Brasil.  https://m.facebook.com/story.php…  Você Não Lê na Mídia  UM GOLPE POR DIA, 365 DIREITOS PERDIDOS.*  O último ano no Brasil foi marcado pelo verbo perder. Perdemos a estabilidade garantida pela democracia. Os brasileiros se viram paralisados diante de uma avalanche de perdas de direitos. As possibilidades de diálogos da sociedade com o poder Executivo e com o Congresso foram perdidas e desde o dia 12 de maio de 2016, quando se instalou um governo que não foi eleito pelo voto, se inaugurou um período de perda de certezas e garantias.  O clima de instabilidade política, econômica e social, com profundos retrocessos na condução de políticas públicas e nos direitos constitucionais assegurados, levou a sociedade a uma posição de alerta. Assim surgiu a plataforma Alerta Social – Qual direito você perdeu hoje? que tem realizado um trabalho sistemático de registro das perdas e ameaças de direitos. Infelizmente, o acervo acumulado é bastante volumoso e consistente, o que denota o profundo grau de mudanças.  Esta publicação traz a síntese desse triste ano. Uma cronologia dos últimos 12 meses com 365 fatos e medidas que implicaram na perda de direitos dos brasileiros é o caminho que optamos por percorrer. A cada mês foi destacado uma política pública e como ela está sendo desmontada. Esse caminho dá a noção de como um projeto sem voto, de desenvolvimento excludente, com visão de Estado mínimo, com práticas autoritárias, de salvaguarda aos interesses do capital nacional e internacional se instala e ganha vigor no Brasil.  Acesse aqui a publicação UM GOLPE POR DIA, 365 DIREITOS PERDIDOS:http://alertasocial.com.br/…/UM-GOLPE-POR-DIA_365-DIREITOS-…

     

  4. Futuro

    Espero que a sociedade de o devido lugar a estes usurpadores do poder, para não dizer outra coisa.

  5. A sociedade vai julgar

    Espero que  SOCIEDADE de o devido merecimento a estes verdadeiros usurpadores do poder.

  6. A alta sociedade certamente

    A alta sociedade certamente aplaudirá. Afinal, nunca superamos o período colonial escravista! O “brazil”  do andar de cima, que hoje mora em Miami, continua o mesmo do século XIX.

  7. Vendo as intervenções

    Vendo as intervenções verborágicas desses monstros que deram o golpe, percebe-se que eles estão a serviço de uma casta da Casa-grande que sempre chicoteou seus escravos. Quando esse território (já que país nunca conseguiu ser), deixará de ser comandado por ignobeis saqueadores do povo? QUANDO?

  8. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome