newsletter

O pastor anti-gay que se masturbava em público

 EUA: Pastor Anti-Gay detido por se masturbar em local público

Grant Storms em manifestação contra gays

Um pastor anti-gay de New Orleans for apanhado pela polícia a masturbar-se num parque público junto a um parque infantil.

O fundamentalista cristão Grant Storms já era conhecido na cidade de New Orleans por andar de megafone em punho durante o festival LGBT anual da cidade a denunciar o "comportamento pecaminoso". Agora foi detido quando duas mulheres apresentaram queixa na polícia depois de o verem na sua carrinha a masturbar-se enquanto olhava para crianças num parque infantil.

O pastor alegou incialmente que estava a lanchar dentro do carro e que aproveitou para urinar para uma garrafa em vez de ir à casa de banho pública. Mais tarde admitiu às autoridades que se estava a masturbar.

Em 2003, Storms fez um discurso na International Conference on Homo-Fascism em Milwaukee onde falava de homossexuais e usou expressões que indicavam tiros. Já em New Orleans, durante o festival Southern Decadence, o pastor Grant Storms e seus seguidores, percorriam as ruas do festival com cartazes e megafone na mão. A situação foi de tal ordem que a cidade proibiu o uso de megafones de todo. Storms chegou a fazer gravações de vídeo durante o festival e apresentou as gravações a políticos afirmando: "Não há ganho económico que justifique uma orgia nas ruas. [o Southern Decadence] é uma orgia de três dias nas ruas".

Organizadores do festival, que este ano decorreu de 31 de Agosto a 5 de Setembro e que já tem quarenta anos de história, questionam agora qual a moral do pastor cristão para criticar qualquer tipo de sexualidade. Postado por COLUNA LIMITE

http://www.folhadofora.com/

Média: 4.4 (7 votos)
49 comentário(s)

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
+49 comentários

Conforme o Gênesis, na época de ouro de Sodoma e Gomorra viviam dois crentes: Abraão e Ló.

Abraão morava longe destas cidades -- e não se preocupava com elas. Já, Ló morava nos seus arredores e vivia a julgar os pecados alheios.

O fogo desceu do céu, e Ló fugiu com sua filhas e abrigou-se em uma caverna.

Na caverna, cometeu incesto com elas.

*******

Há quem prefira ser sodomita a ser Ló.

Eu prefiro ser Abraão.

 

Esse povo que se importa muito com os outros são os piores...

 

 

Como atéu, nada devo dizer a respeito do que penso disso tudo. Mesmo porque(?) se o dissesse, não caberia publicar.

 

Orlando

 

Toda pessoa conservadora que conheço, tem duas faces.O lema "faça o que digo, mas não faça o que faço" deve ser "cria" deles.

 
 

Os pais tem que ficar atentos, há muitos desequilibrados por aí,

Se  no púlpito a encenação, o teatro, uma mistura de hipocrisia e ignorância, na vida real os atos são outros, claro, enquanto não cai a máscara

Não se trata aqui de uma campanha contra a religião A ou B, até mesmo porque há disso  em praticamente todas as religiões, só estou me referindo à mensagem do post, que fala de hipocrisia

Ao que tudo indica, pessoas de cabeça fraca agindo, seja de  parte dos fiíes bem como das lideranças religiosas,  a responsabilidade maior é destas mas, como se sabe, é bem fácil se fundar um Igreja, qualquer maluco pode fazer isso, e não vejo saída, quando poder e grana chegam...

Há até um caso estranho, talvez de doença mental mesmo,  estou me refeindo a uma jovem de Timon-MA, que uma parente anciã, com quem morava, para pagar o dízimo, a velhinha não dava o dinheiro e ela(obreira) não viu outra saída senão matar e esquartejar a vítima

 

 

Só acho estranho se dizer uma coisa no altar e  fora dele se ser outra pessoa

 

Pastor abate o diabo a tiros

 

 

Líder religioso Ted Haggard EUA - cai por suposto namoro gay

03/11/2006:  Um dos mais famosos e influentes líderes religiosos dos Estados Unidos, o pastor Ted Haggard, renunciou nesta quinta-feira ao cargo de presidente da Associação Nacional de Evangélicos americana. Haggard, que é um dos grandes opositores do casamento de homossexuais no país, foi acusado de manter uma relação gay. Ele nega a denúncia mas decidiu se afastar do cargo mesmo assim.

Haggard, principal pastor da Igreja da Nova Vida, em Colorado Springs, foi acusado por Mike Jones, um garoto de programa, de contratá-lo regularmente nos últimos três anos. Casado, pai de cinco filhos, famoso defensor da agenda conservadora de George W. Bush - fala pessoalmente com o presidente todas as segundas-feiras -, Haggard diz que o garoto de programa está mentindo.

"Nunca tive um relacionamento gay com alguém. Sou fiel à minha esposa", disse ele. Haggard disse que se afastaria "de maneira voluntária" da liderança evangélica para se defender das acusações. Haggard apóia, junto com o Partido Republicano, emenda à legislação estadual do Colorado que impede a união entre homossexuais. A emenda será votada na semana que vem pela população.

 

Fonte: http://www.athosgls.com.br/noticias_visualiza.php?contcod=18300

 

Yamamoto, desse jeito você deixa o Fernando Fonseca constrangido...

 

- A população em geral não sabe o que está acontecendo, e nem mesmo sabe que não sabe (Noam Chomsky)

Cantor evangélico é preso se masturbando dentro de ônibus O cantor evangélico Paulo Gontijo que tem 17 anos de carreira e já gravou cinco CDs e congrega na Igreja Assembléia de Deus Madureira na cidade de Goiânia, confirmou que estava se masturbando, mas que colocou um paletó durante o ato para ninguém presenciar o seu “sexo solitário” Por Redação OGalileo 20/07/2010 08:58h

Cantor evangélico é preso se masturbando dentro de ônibus O cantor evangélico Paulo Gontijo, 45, natural de Goiânia – GO foi preso pela Polícia Militar de Ouro Preto do Oeste acusado de estar se masturbando dentro de um ônibus interestadual.

De acordo com informação prestada pela Polícia Militar o acusado que é cantor evangélico e se encontra fazendo uma turnê no Estado nas Igrejas evangélicas embarcou no município de Cacoal na manhã de domingo (18) com destino a Ouro Preto do Oeste onde iria fazer uma apresentação a noite em uma Igreja evangélica no município de Urupá.

Segundo uma mulher (que não teve o seu nome revelado a imprensa) o cantor evangélico Paulo Gontijo sentou ao seu lado e no inicio da viagem pareceu uma pessoa confiável, mas próximo ao município de Ouro Preto do Oeste, o cantor teve uma atitude inusitada, abriu o zíper da calça e passou a se masturbar na maior cara de pau, fato este que deixou a mulher constrangida.

Ainda dentro do ônibus a mulher ligou no 190 e relatou o que estava ocorrendo, uma viatura policial composta pelos PMs Resende e Ronilson deslocaram até a Rodoviária e quando o acusado desembarcou foi dado voz de prisão ao mesmo que foi conduzido a DP local.

O cantor demonstrou arrependimento e creditou as forças do mau o seu ato e acrescentou que está a vinte dias longe da esposa e das duas filhas menores de idade.

Paulo Gontijo assinou um Termo Circunstanciado – TC, mas vai responder o processo judicial com base no Art. 233 do Código Penal Brasileiro – CPB que diz praticar ato obsceno em público é crime punível com pena de três meses a um ano de prisão ou multa.

 

Fonte: http://www.ogalileo.com.br/noticias/nacional/cantor-evangelico-e-preso-s...

 

O que é hilário é a explicação do cantor para se masturbar no ônibus, ele estava muito tempo longe da mulher! Além de tarado é cara de pau!

 

Pastor que proibiu Facebook admite ter participado de sexo a três com esposa e secretária Em juízo, um pastor americano que acreditava que o Facebook levava à infidelidade se propôs a renunciar ao cargo por ter feito sexo a três com sua mulher e amante. Por Redação OGalileo 23/11/2010 11:19h

O líder religioso que proibiu que pastores de sua igreja usassem o Facebook para evitar problemas matrimoniais admitiu ter mantido relações a três com sua mulher e um amante. Cedric Miller havia ordenado a todos os pastores da “Living Word Christian Fellowship Church” que cancelassem suas contas no Facebook afim de evitar o contato com parceiros do passado, evitando desgastes no casamento atual.

Os ménage à trois foram relatados pelo próprio reverendo durante um julgamento no qual o amante do casal era réu, em 2003. Na transcrição publicada pelo jornal local APP , Miller confirma ter participado “muitas e muitas vezes” do threesome. Como o caso ocorreu há 10 anos, pode-se dizer com certeza que o pecado não contou com a ajuda do Facebook vetado por ele.

Na pregação deste domingo o pregador confirmou o caso, se desculpando pelo que diz ser um erro do passado que preferia esquecer. Ele também reafirmou o pedido para que os demais pastores da igreja cancelem seus perfis do Facebook.

 

 

Fonte: http://www.ogalileo.com.br/cristianismo/materias/pastor-que-proibiu-face...

 

desculpe, mas tecnicamente se a esposa estava presente não houve infedelidade, somente sacanagem mesmo!

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

Mario,

Geralmente eu discordo de você, mas agora não existem argumentos para discordar.

 

Moralistas de plantão, anti-gays, conservadores e puritanos, fundamentalistas cristãos (e das demais religiões);

Esses que bradam pela moral e bons costumes, que apontam a "dissolução da sociedade", e alertam contra a "homossexualização" dos tempos;

São todos, TODOS pervertidos, e os maiores pervertidos e depravados que há.

Usam a religião e a sua moral pra tentar encobrir suas próprias obscenidades e desvios sexuais, como esse pastor pedófilo da notícia.

E quanto mais rígidos, quanto mais moralistas, quanto mais religiosos são, maior a perversão e a depravação. Fato.

Basta vasculhar a vida desses moralistas que você vai encontrar amantes, orgias com prostitutas menores de idade, pedofilia e depravação no mais alto grau.

Na vida de TODOS eles. São todos a verdadeira escória da sociedade.

Deus me livre dos fundamentalistas religiosos e dos moralistas de carteirinha!

 

- A população em geral não sabe o que está acontecendo, e nem mesmo sabe que não sabe (Noam Chomsky)

Sou ateu de carteirinha, mas não acho que generalizações como a que você está fazendo ajudem .

Vamos nos ater sempre as fatos, esta sua declaração é de uma irresponsabilidade assustadora.

 

 

Ou você prefere falar de Roy Clements? Da dupla Earth e John Paulk? Paul Crouch? Douglas Goodman? Ted Haggard? Paul Barnes? Lonnie Lathan? Coy Privette? Michael Reid? Joe Barron? Todd Bentley? Tony Alamo?

E olha que eu nem saí dos EUA ainda...

 

- A população em geral não sabe o que está acontecendo, e nem mesmo sabe que não sabe (Noam Chomsky)

Vamos falar sobre Bill James Hargis e seu Christian College?

 

- A população em geral não sabe o que está acontecendo, e nem mesmo sabe que não sabe (Noam Chomsky)

A propósito, você já ouviu falar de Jimmy Swaggart, uma espécie de precursor dos fundamentalistas religiosos televisivos, bem como da série "puritanos envolvidos com prostitutas"?

Isso foi em 1988. Nessa época eu tinha 17 anos. E já sabia que dessa corja puritana não se salvava umzinho que fosse...

 

- A população em geral não sabe o que está acontecendo, e nem mesmo sabe que não sabe (Noam Chomsky)

Você viu o comentário do Yamamoto aí embaixo?

Eu falo o que falo por experiência: TODOS esses puritanos de plantão são SEMPRE pilhados numa coisa bem ao estilo do que condenam.

Se você conhece um que preste me aponte. Eu nunca ouvi falar, nem procurando no Google...

 

- A população em geral não sabe o que está acontecendo, e nem mesmo sabe que não sabe (Noam Chomsky)

foi vc que me DEDOU outro dia não foi  ..oh democrático ?!

francamente

 

Curioso que volta e meia desmascaram um conservador nos EUA...

 

Sempre desconfio de quem se preocupa demais com a sexualidade dos outros.

 

Concordo, e já testemunhei diversos casos que, por uma razão ou outra, foram explicitados. Até alguns parecidos com o desse pastor.

 

Teatro.,...um segundo rosto ou texto

Da importância do teatro,.,,será que esta assunto tem a ver com esta postagem,...afinal de contas não gosto de escrever coisas fora do assunto em pauta, isto é um saco,,..t

Tambéu não gosto ou, ao menos,  evito dar uma de autista e passar a falar coisas sem sentido

Repetir um mesmo comentário várias vezes, evito, prá que ter que escrever para ser visto

????

Não estamos num palco.

Ou estamos

?????

Este pastor ou parlamentar anti-gay está, sempre esteve, afinal já não o primeiro que é desmascarado, por aqui eles são bem mais cautelosos ou a polícia é mais condizente, "sabe com quem está falando?"

Não quero falar coisa com coisa, eu quis dizer que não quero falar coisa com coisa

Tudo teatro!!!

Monólogo ou diálogo ou triálogo

Tudo, ação também, este limite entre vida e arte é tão tênue, quando falo de arte falo de teatro, este meu ponto de partida

Onde eu estava para não ter atentado para a importância do teatro

?????

Abandonei as artes plásticas como meu ponto de partida, a partir de agora, somente o teatro

Por esta coincidência

Fui, continua no Fora de Paula, quer dizer, Fora de Pauta, um espaço mais livre, quero falar lá, de teatro, a origem, ah sim, na tragédia, e na comédia, é de morrer de rir esta coisa deste moralista anti-gay andar por ai, megafone e bíblia nas mãos, bradando contra os gays e, de repente, ele é pego se masturbando num parque infantil

Tudo teatro, máscaras...

Estamos no carnaval

 

, como se a postagem fosse um espaço totalmente livre, não, não é, ainda não há este espaço por aqui, o Fora de Pauta não serve, não sei porque não, ah sim, as postagens são por demais extensas, ah sim, eu gostaria de chegar, não pega bem comentar várias vezes ou repetir um comentário várias vezes, tudo bem, vou levar esta postagem para lá para usar o Fora de Pauta como se fosse chat e, asssim como se eu fosse, e sou, spin ator entoado um monólogo, vou escrever à vontade por lá para não bagunçar o coreto por aqui

É que ontem à noite fui a um teatro de bolso, um espaço mínimo, foi tão fácil e agradável estar lá, onde era mesmo que eu estava para não ter percebido isso, ah sim, eu estava envolvido de forma autista ou fundamentalista ou doentia com alguma coisa

Eu estava envolvido com o que mesmo, ah sim, como forma de compensação, uma obra que eu não havia feito, alguma coisa que me faltou, só o teatro para explicar isso,

Isso mesmo, este teatro teatro deste pastor anti-gay,

Na vida tudo é teatro ou encenação, nesta noite sonhei com isso, pessoas que conheço há muito , que são de um jeito, na verdade se apresentando de outra, como se fossem outra(as) pessoas, assim como fez este parlamentar anti-gay

Em se falando em político anti-gay, eles existem por aqui também, até parece que a única batalha que restou à oposição foi esta luta moralista

Tudo teatro!!!

 

então ..já que vc é da área  ..diz ..Hommer Simpson diz que não mente, apenas faz ficção verbal  ..partindo disso..

artista mente? ..vive da, ou na mentira ?  ..e nós, mentimos quando dizemos que acreditamos, ou quando falamos que aquilo é fantasia ? ..a vida nos mente dizendo que é realidade ..ou  é realidade cercada de fantasia..

..olha o que o Rivotril faz a um homem que antes era normal ..

 

Caro Romanelli,  falei de representação,  a encenação no palco e na vida,

Esta notícia postada por Adriano trata disso, representação, máscaras

Assista ao vídeo

 

Desconfio sempre desses caras que ficam por ai apontando os pecados alheios.

 

É verdade, Roberto, pois quando uma pessoa aponta um dedo para alguém, há três dedos apontado para ela.

 

Lourdes Catão, socialite carioca e confessa adúltera, confirmou o que todos já sabemos: “Acho que o AÉCIO É o melhor, MAIS DO NOSSO LADO... Dilma não pode ser reeleita de jeito nenhum’’. 

Nessa sociedade hipócrita esse pedófilo  agressivo com  gays se quisesse teria adotado uma criança,  ele  seria  aceito tranquilamente,  afinal é um pastor e não importava que seu comportamento bárbaro  demonstrava alguém com algum desvio muito grave. Dentro da lógica de nossa sociedade doente era apenas um conservador, agora um casal de gays tem que travar uma luta árdua para adotar.

 

Ando  tomando ojeriza desse pessoal de igreja.

 

Não tolero, fico com raiva ao ler uma notícia dessas.

 

casais heteros também tem dificuldades de adotar aqui no Brasil!

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

Casais héteros só têm dificuldade em adotar se forem exigentes e estiverem à procura de bebês, de preferência brancos.

http://aprendiz.uol.com.br/content/prechujeto.mmp

http://www.alobebe.com.br/site/revista/reportagem.asp?texto=429

Não se compara em nada às dificuldades de adoção por casais homossexuais. Você demonstra mais uma vez sua pura implicância com homossexuais e sua deliberação em desqualificar qualquer tentativa de dar-lhes dignidade e direitos iguais.

 

vc não sabe o que está falando, somente repetindo falso conceitos.

um grupo de apoio para casais que querem adotar crianças, que atua em campinas a decadas disse os casais devem adotar crianças do mesmo grupo etnico que pertencem, não devem se deixar levar por conceitos como esse, pois quem esta adotando não é responsavel pelos desvios da sociedade, e fazer algo por bom-mocismo poderá afetar o relacionamento futuro com  a criança.  Para a criança também gerá problemas, pois será duplamente descriminada, por mais cruel que possa parecer isso, esse grupo tem experiencia em adoções que geram mais dores que alegrias, 

o seu comentario e feito por pessoas que não tem a menor ideia do que seja esse processo!

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

Claro que eu te ajudo, Zarastro.

Em homenagem às trollagens recentes de Blablablablaya (a cada dia ele se supera):

Re: O pastor anti-gay que se masturbava em público
 

"Para ser tolerante, é preciso fixar os limites do intolerável." (Umberto Eco)"

Cadê meu troféu abacaxi quando preciso dele? raq_uel, me ajude!

Quanto ao blábláya, sei lá que grupo estranhíssimo de adoção é esse de que ele participa. Digo isso porque, tanto no grupo de adoção de que participei (GAASP) quanto no próprio fórum de Pinheiros, NUNCA nos disseram para adotarmos uma criança que tivesse a mesma cor de pele que eu e minha esposa. Até porque isso é uma quimera, já que 85% das crianças disponíveis para adoção são pardas.

Uma vez perguntei inclusive à psicóloga como lidar com as diferenças de cor, já que rapidinho a criança entende que os pais que cuidam dela não lembram nem de longe os pais biológicos. E o que ela me disse foi falar para todos, sem pudor e com a criança presente, inclusive, que a criança é adotada e que nós escolhemos adotá-la. Por amor, por solidariedade, por acharmos que somos capazes de fazer a diferença na vida dessa criança.

No GAASP, inclusive, dava para ver na prática como aqueles que adotaram foram felizes, a ponto de fazerem questão de levarem seus próprios filhos também para as reuniões, onde se socializam com várias outras crianças, todos filhos e filhas biológicos/as e adotivos/as.

Portanto, blablaya, vá lamber sabão!

 

 

-----------------------------------------------------------------

This is not right. This is not even wrong!

(Wolfgang Pauli)

Oops!

O endereço eletrônico do GAASP mudou! Agora é www.gaasp.org.br.

Aliás, olhe que interessante um dos grandes temas de discussão por lá, neste ano:

 

 

I JORNADA BRASILEIRA INTERDISCIPLINAR SOBRE HOMOPARENTALIDADE

JUSTIFICATIVA

A constante evolução das técnicas de fertilização assistida associada às novas convenções sociais e à revisão de conceitos, envolvendo normalidade e patologia, superação de preconceitos e aceitação cada vez maior da diversidade, apontam para um mundo novo do qual precisamos nos “apropriar” para que a perplexidade possa dar lugar à compreensão, à normalização e normatização deste futuro que, se não conhecido e regulado, tornar-se-á caótico.

Cada um dos desafios trazidos por essa presentificação do futuro demanda estudo, flexibilidade de pensamento e de posicionamento. Ainda maior é o desafio quando as “mutações” criam demandas para as quais não temos ferramentas teóricas capazes de abarcá-las.

As composições familiares que fogem do modelo tradicional são exemplos do que nos impacta e amedronta. Porém, o modelo de família nuclear, heterossexual, não é mais o único. As relações entre os indivíduos sofreram modificações importantes, sem que as normas sociais e jurídicas consigam acompanhar tantas e tão profundas mudanças.

A minoria homossexual ainda não teve reconhecido seu lugar dentro da sociedade e é inadmissível é que essas pessoas permaneçam ignoradas por considerável parcela daqueles investidos de autoridade para modificar a situação atual que é prenhe de preconceito.

De qualquer maneira, nem tudo está perdido:

 

Casal homossexual adota quatro irmãos em Ribeirão Preto

João Amâncio e Edson Torres já tinham a guarda provisória das crianças há mais de dois anos. Conheça a história do casal e dos quatro irmãos (clique no link acima).

 

 

 

-----------------------------------------------------------------

This is not right. This is not even wrong!

(Wolfgang Pauli)

E você sabe muito do que fala, né? A preferência de casais heterossexuais por adoção é por bebês brancos. Você se fixou no termo brancos para contrapor um suposto estudo que conclui que brancos deveriam preferencialmente adotar brancos. Nenhum exemplo de quais seriam essas grandes dificuldades enfrentadas por casais heterossexuais unicamente em função de serem heterossexuais.

 

casais que procuram a adoção não estão interessados em corrigir os problemas sociais do pais, somente calhordas para exigirem isso desses casais, eles estão procurando adoção por não poderem ter filhos, esse problema merece respeito e consideração e não critica, somente pulhas para recrimina-los.

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

Sua réplica não responde em nada o meu questionamento. Em nenhum lugar eu advoguei que casais devam adotar crianças para corrigir problemas do país. Isso é interpretação sua a partir da sua visão particular do que adoções interraciais sejam.

Você aaseverou que casais heterossexuais têm dificuldade em adotar, como contraponto a um comentário inicial sobre adoção por homossexuais ser difícil. Me diga, por favor, quais dificuldades sejam essas que decorram exclusivamente da condição heterossexual do casal? Estou extremamente interessado em conhecê-las.

Ao contrário do que você sugere ser adoções interraciais, há casais hetero e homo que não se importam com a etnia da criança e também querem criar filhos com toda a seriedade possível, sem achar que estão fazendo ativismo com isso.

 

Isso é uma baboseira, conheço um homem adotado que é preto e a mãe é loira de olhos azuis. Ele sempre foi um menino e homem estudioso e equilibrado, sua mãe baba pelos netos como qualquer avó, hoje com mais de 50 anos é auditor fiscal do Ministério da Fazenda. Tudo depende do amor e aceitação da família, o mundo lá fora você tira de letra.

 

Mario,

Vc não pisa mais na bola por que TODAS as bolas próximas foram por vc esmagadas.

P q vc conhece um (ressalto! UM) grupo em Campinas, já é profundo conhecedor das relações humanas e das questões relativas à adoção? Socorro, heim!

Outra coisa, que papo furado é esse de " desvios da sociedade"????

Cara, vc já leu algum livro alguma vez? Vc por acaso sabe o que é sociologia, antropologia, psicologia, melhor, psicanálise, entre outras ciências humanas??

Tudo bem que não somos especialistas em tudo, mas antes de falar sobre qualquer assunto um pouco mais profundo, é bom ter o tal do "semancol".

Se liga cara!

A questão da adoção é complexa, concordo, mas cada caso é um caso e deve ser avaliado como tal, independente dessa "conversinha" de que tem que ser assim ou assado. Os casais que desejam criar uma pessoa desde criança devem ser avaliados por profissionais gabaritados para esse fim. E eu disse, casais, pessoas que por motivos singulares decidiram viver a vida em comum, não importa se hetero, se homo, se tico tico no fubá.

É desagradável ler superficialidades ditas como verdades absolutas quando se trata de temas sérios, profundos e complexos.

Não dá prá comparar a dificuldade de um casal homo no processo de adoção, com um casal  hetero. Minimizar esse fato é no minimo demagogia.

A discusão dessas questões nos prepara e ajuda a levar novos "conceitos" a outras pessoas, e assim modificar comportamentos beligerantes e/ou tacanhos, comporamentos muitas vezes sem maiores horizontes, ou seja, fruto de conceitos rasos como os que, segundo senti, vc externou.

 

 

caro tolo, como vc acha que eu conheci esse grupo de apoio para adoções?  

 

será que vc consegue pensar sozinho e chegar a alguma conclusão?

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

Mario, desculpe, mas qual o fundamento para recomendar que pessoas apenas adotem crianças da mesma etnia.

Obviamente que vc sabe que a maioria das crianças em orfanato não são brancas e a maioria dos que querem adotar o são.

 

Isso é um absurdo completo e não existe em qualquer lugar do mundo.

 

Este grupo de apoio deve ser COMBATIDO até que deixe de funcionar! Ignorancia tem limite?!

 

o fundamento foi apresentado por uma equipe formada por assistentes sociais e profissionais que auxiliam casais nos processos de adoção à mais de 30 anos.  eles não estão pensando somente nos casais, mas também nas crianças, o que eles querem evitar e que casais afobados acabem aceitando crianças que acabaram sendo rejeitadas posteriormente, image o trauma para uma criança ser devolvida, lembre que essa opção existe.  

os casais que vão adotar devem pensar em si, e não no que demagogos dizem!  isso não é agradavel de se dizer mas infelizmente a opção pela adoção não é coisa que se faz para agradar a outros.

 

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela." MAX FRICH

Então meu amigo, que estas pessoas façam disto uma tese de mestrado ou doutorado e vamos ver o que a banca acha desta idéia.

Não basta ter uma idéia, tem que dar a cara pra bater!

 

No mundo de Pollyanna tudo é lindo. Então aos senhores que ficam com essa conversa que adotar não tem cor nem raça, não se esqueçam que os adotantes não estão SEMPRE ali para fazer caridade para o orfão. Estão ali procurando um filho, porque não puderam fazer um - isso é interesse próprio, antes de mais nada, e não altruístico. Sendo assim, quanto mais próxima a aparência desse filho for da aparência deles, mais fácil será para que ele possa, de fato, fazer papel de substituto, sem estigma.

Então para quem defende APENAS a adoção altruísta, saia por aí e adote por altruísmo, ao invés de ficar criticando os outros que adotam por outros motivos. Simples assim. Na teoria tudo é lindo, na prática as coisas são diferentes.

 

Eu tenho notado que o que essa associação afirma é verdade: porque principalmente a raça e a cor fazem uma diferença "enorme" na hora de apresentar o filho adotivo como filho próprio. Se houvesse japonês para adoção, tenho certeza que também sobraria sem adotar: branco não ia querer. 

Então é bom que os morenos possam adotar mais. Talvez com as melhoras na economia brasileira isso se verifique. Assim serão menos morenos para adotar, e mais morenos adotando.

Se os adotantes se sentem melhor adotando gente da cor deles, ótimo. Acho, até, que adotantes mais escuros tendem a adotar jovens mais escuros: objetivo claro - será o filho, e ninguém ficará perguntando se é adotado.

 

 

Sator Arepo Tenet Opera Rotas

Já entendi. A equipe de adoção foi incompetente e não conseguiu ensinar os pais que adoção não tem cor ou etnia, e antes de tudo tem é que ter amor. Que quando a gente adota, a gente não deve olhar a criança como se fosse um espelho. Com isso, chegam à conclusão de que é melhor estimular adoções que não sejam interraciais. Frustrando os pais para sempre (pois é esse o tempo que poderão esperar na fila), dando a falsa ilusão de que adotar uma criança "da mesma cor" vai facilitar as coisas (não vai e sei disso por experiência própria) e vai frustrar as próprias crianças, que não conseguem encontrar pais e mães que as amem. E você, claro, assina embaixo.

Você entende a MONSTRUOSIDADE disso que você tá defendendo, num país em que 85% das crianças a serem adotadas são pardas? É algo tão monstruoso quanto devolver uma criança, seja ela um filho adotivo ou biológico!

Além disso, você se contradiz quando escreve que "os casais que vão adotar devem pensar em si". Ora, se quem adota deve adotar pensando em si próprio (e não no bem-estar da criança), como esperar que eles entendam o que significa ter um filho, adotado ou não?!

Se os seus argumentos valessem de alguma coisa, então nem franceses, italianos e outros estrangeiros enfrentariam os anos de espera na fila para levar crianças que são muito diferentes deles próprios. E mais ainda: não adotariam a maior parte das crianças que pessoas como você rejeitam. Enfim, em resumo: vão lamber sabão, você e sua equipe de assistentes sociais e psicólogos!

 

-----------------------------------------------------------------

This is not right. This is not even wrong!

(Wolfgang Pauli)