Os 13 kg de cocaína que mataram Archer são uma insignificância perto do caso Perrela

Sugerido por IV Avatar

A asa delta de Archer e o helicóptero dos Perrelas

Por Paulo Nogueira 

No Diário do Centro do Mundo

.

Certas coisas despertam a nossa atenção para absurdos dos quais nem sempre nos demos conta na hora em que ocorreram.

Por exemplo: os 13,4 quilos que levaram ao fuzilamento do brasileiro Marco Archer, na Indonésia, são uma insignificância em relação à meia tonelada de pasta de cocaína descoberta no helicóptero dos Perrelas.

Você, pela tragédia de Archer, tem uma ideia da omissão da mídia e da polícia brasileira no caso do helicóptero.

O interesse público, mais uma vez, foi para o fim da fila.

Se meia tonelada de cocaína não é notícia, não é manchete, não é motivo para investigações frenéticas da mídia e para pressões de repórteres sobre a polícia, então o que é?

Você pode dizer, com cinismo e descaro, e estará certo: depende de quem seja o portador. Meio quilo no carro de um amigo de Lula receberia uma cobertura estrepitosa.

Ninguém, na grande mídia, fez nada decente sobre o helicóptero dos Perrelas.

Na internet, graças à generosidade e ao ativismo dos leitores que financiaram nosso trabalho, mergulhamos no caso.

Não é fácil fazer jornalismo independente no Brasil. Nosso documentário sobre o ‘Helicoca’, por obra de alguma força oculta, foi abruptamente retirado do YouTube, para onde só voltou há pouco graças a nossa teimosia e perseverança.

O repórter Joaquim Carvalho teve acesso a um documento da Polícia Federal no qual estava a informação de que o helicóptero pousara num hotel antes de seguir viagem e ser interceptado pela polícia.

Leia também:  Advogado sugere armação contra militar preso na Espanha e usa Bolsonaro como defesa

A informação foi confirmada pelo piloto, numa entrevista gravada por Joaquim.

Mesmo assim, diante de tais fatos, o hotel entrou na Justiça e fomos obrigados a retirar do ar os textos em que seu nome aparecia.

Como meia tonelada virou nada para a mídia?

A hipótese mais provável é a seguinte. Os Perrelas são ligados a Aécio, e Aécio é amigo dos donos das empresas jornalísticas.

Mexer no assunto, segundo essa lógica, poderia atrapalhar a campanha do amigo Aécio.

Sem o helicóptero a fama de playboy de Aécio já era um problema suficientemente grande em sua tentativa de subir a rampa do Planalto.

Apenas a título de especulação. Imagine que Archer, na Indonésia, tivesse dito que a cocaína transportada em sua asa delta não era dele. Alguém pôs isso lá, acreditem.

No Brasil, a mídia aceitou, sem questionamentos, a versão de que a cocaína nada tinha a ver com os donos do helicóptero.

Teria sido apenas uma coincidência que, entre tantos helicópteros que voam no Brasil, alguém tivesse escolhido exatamente o dos Perrelas para depositar a cocaína.

Pode ser verdade, aliás. Mas a sociedade teria que ser cientificada disso com informações convincentes e confiáveis.

Não foi o que ocorreu até aqui.

E, se não o episódio não foi esclarecido até agora, esqueça: o helicóptero entrará no museu dos enigmas que ninguém quer resolver.

Moral da história.

A mídia que deu tamanho espaço a um caso que envolvia 13,4 quilos de cocaína simplesmente desprezou outro com uma carga mais de 30 vezes maior.

Leia também:  Lava Jato escondeu propinas à oposição na Venezuela, por Bob Fernandes

Pobres leitores, pobres telespectadores, pobres ouvintes.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

27 comentários

  1. Só comparando…

     
    A moça da

    Só comparando…

     

    A moça da foto chama-se Venina. Saiu do anonimato de um cargo top na Petrobrás para ser entrevistada por 23 minutos no Fantástico. Posteriormente a Globo reprisou a entrevista durante uma semana, por todo os seus noticiários. Foram portanto horas de exibição da moça falando e acusando.

    Já na entrevista do Fantástico internautas começaram a desmontar as declarações de Venina. Coisa de minutos.

    Mesmo assim a Globo insistiu com a moça.

    Desistiram quando ficou óbvio para a PF que ele era cumplice dos corruptos da Petrobrás e por isso havia sido demitida. A Globo nunca mais falou dela….

    Cabe agora a comparação. A Globo entrevistou o piloto dos Perrela? Mostrou interesse? Uma entrevistinha de 3 minutos? Nada?

    Pois é.

    Nãp é novidade para ninguém eu sei: Jornalimo imparcial a gente Não vê na Globo.

  2. regulação da mídia

    São situações como esta que expõe a urgência da regulação da mídia. Está claro que a mídia está disposta e se transformar em uma organização criminosa para acobertar seus cúmplices ideológicos e politicos . Não se trata apenas do escárnio à opinião pública , a mídia se tornou mafiosa, corrupta e criminosa . A regulação da mídia tornou-se uma bandeira de todos os homens de bem e este caso do helicoca é emblemático.

  3. Isso é outra coisa que dá uma

    Isso é outra coisa que dá uma pista para entender o destempero de Aécio Neves que outrora fora reconhecido como sujeito muito cordato.

    Para o grupo político dele ele (ou alguém) fazia aquele discurso motivador do tipo “vamos ganhar! Vamos ganhar!”. Imaginem a cena com apupos, “iuhhúús” e tudo mais…

    Ou seja: saíam de cada reunião ou cada conversa telefônica “motivadões”; dispostos a topar qualquer parada. Afinal, depois da vitoria tudo seria esquecido. Ou melhor: tudo seria lembrado nos termos de quem contribuiu mais!

    É esse o contexto do sumiço, sumiço de um helicóptero com meia tonelada de entorpecente do noticiário e dos tribunais.

    Mesmo com as eleições terminadas fica difícil pra ele jogar a toalha. Fica difícil até encarar os correligionários e a “militancia”.

    Como disseram aqui uma vez: o helicóptero é do pai, a fazenda é do filho, e o pó é do espírito santo!

  4. Os perrelas são amigos intimos do Aécio Neves.

    E o Aécio Neves foi candidato a presidente do Brasil. Essa é a grande questão.

    E o ensurdecedor silêncio da mídia em torno disso é apenas uma pequena parte da grande

    importância para o futuro do país; da regularização dos meios de comunicação.

    Pequena parte, de um grande escandâ-lo da apreensão de 500kg, 0.5 Toneladas de cocaína.

    Pequena parte, por quê há coisa muito maior que acontece no Brasil, que a grande mídia pactua e esconde.

    É preciso revelar essa quadrilha atrás desses meios de comunicação, utilizando nosso espectro de transmissão,

    atrás do manto da legalidade e da boa-fé, para sabotar e destruir o Brasil.

    • Pudor

      Não tiveram nenhum pudor. Sequer fizeram de conta que haviam investigado. O delegado apressou-se em inocentar os donos do helicóptero, a midia “esqueceu” e ponto final. Mas, se o piloto fosse amigo da vizinha do cunhado do primo de alguém do PT, o ministro da justiça (em minúsculas), a PF, o MPF (claro) estariam até hoje incriminando esse alguém. Um advogado ligado ao PSDB sairia com ação pública dizendo que a cocaina era parte do projeto de perpetuação do poder pelo PT e mais um escândalo estaria na ordem do dia, com direito a gráfico nos nosssos pasquins e nos programas “jornalísticos” de baixa qualidade da nossa mídia eletrônica. Quanto ao advogado ligado ao PSDB, vem por aí a defesa de um certo bandido, com os mesmos argumentos que imaginei acima.

    • Muy amigos devem ser os da Aliança do Pacífico

      Talvez o sr. esteja insinuando que a origem seja de um país que não tem acesso ao oceano e que, mais do que “bolivariano”, adotou o sobrenome de Simon.

      Mas nestas piadinhas, sempre se esquece que o maior exportador do tão querido talco é mesmo a Colômbia (que é tão muy amiga que adotou nome em homenagem ao descobridor da “America”, inclusive cedendo bases militares a muy amigos pero no mucho a algúns otros.

      Que por sinal, são os maiores consumidores mundiais do fino e alvo produto.

    • Senhor Andre Araujo,

      permita-me indagar: não seria mais interessante, no caso brasileiro, saber o DESTINO da coca, para se conhecer os nomes dos grandes traficantes?

      • Ao que  tudo indica o destino

        Ao que  tudo indica o destino é o Brasil, maior mercado mundial de cocaina. A coca que vai para os EUA não passa pelo Brasila   Podeia tambem ser para a Europa,  o Brasil é rota de transito.

    • A neoliberal Colômbia, é

      A neoliberal Colômbia, é claro. Você tem alguma dúvida?

      Os perrelas da vida podem ser traficantes, mas nem por isso são menos anticomunistas…

  5. Eu gosto do meu país.Eu adoro

    Eu gosto do meu país.Eu adoro meu páis.

      Mas quando vejo um caso desse não resolvido,com a mídia calada, dá nojo do meu país.

  6. tem coca ai na geladeira

    A cocaina petralha bolivariana entrou no helipóptero do ilibado senador por vontade própria.

    Eis que o piloto procedia a uma viagem de teste que abrangia a progressista cidade de Santa Cruz de la Sierra Paraguaia, teste esse que é exigido de todos os aeronautas que utilizam o moderno Aeródromo Internacional de Claudio, MG, quando inadvertidamente a branca se escondeu furtivamente na aeronave.

    Provado phicou pela justicia que o talco não existiu visto que o piloto foi promptamente liberado ficando retida para depoimentos apenas a aeronova cor de uva. Tratou-se de um mero equivoco dos denodados políciais que enfrentaram horas e horas de trabalho arduo, inclusive com campanas intermináveis no meio do mato cheio de muriçocas.

    Apurado súbito a inexistência de ilícito foi restituido o helicoca a quem de direito, com o tanque cheio e as horas de lucro cessante competentemente pagas pelo operoso povo mineiro das Geraes. 

    Perguntado sobre o inusitado facto, Aócio Trancredo das Neves declarou que havia um golpe petralha contra os homens bons do pais. Mais não disse nem lhe foi perguntado. plimplim.

     

  7. helicoca

    Amigos, esta imprensa nossa é um câncer!

    Onde fica o Ministro da Justiça, onde fica a PF, onde fica o MP? 

  8. a omissão da grande mídia

    a omissão da grande mídia neste caso é tão grave quanto

    o conluio que faz com bandidos para que se “comprovem”

    e se   ” justifiquem”

    os assassinatos de reputações cometidos por

    ela durante tanto tempo.

    sempre impunemente…

  9. Tudo leva a crer que Pórrella

    Tudo leva a crer que Pórrella e Aócio são os donos da droga. O Helicóptero pousou muito próximo ao aeroporto público-privado, público nos gastos de construção e privado na utilização. Essa PF e judiciário brasileiro são um antro de patifes que sugam os cofres públicos com salários altos e mordomias e só sabem foder os brasileiros. Eu não tenho saco com essa gente mais não. Pra mim, podia fechar essas instituições, pior que tá não ficaria. Isso sem falar na goebbels, essa até quem tem um neurônio na cabeça sabe de que lado ela joga.

    • Perrelas

      Quem pediu a absolvição do pessoal do helicóptero não foi a PF… Mas… Mas.. pedra na PF é mais fácil… pesquisar que é bom, nada…

  10. A Indonésia é um país com

    A Indonésia é um país com tanta corrupcão  quanto o Brasil . 

    Não duvido que devam ter seus PERRELAS por lá também . ISto é , gente do alto escalão social envolvida com tráfico internacional de drogas. Afinal , é muita grana envolvida nesse jogo para que qualquer elite de qualquer país fique de fora. 

    A única questão aqui é que ARCHER era um pé de chinelo , e o PERRELA indonesio , tanto quanto o nosso ,  jamais será alcancado pela lei . A não ser a lei universal da impunidade para os poderosos. 

  11. Estou aguardando a decisão do

    Estou aguardando a decisão do Judiciário brasileiro determinandoa  devolução da pasta de cocaína para seus respectivos donos, sem prejuízo de eventual ação de danos morais.

  12. O encontro de espertos e inocentes

    Marco St., tinha postado isso hoje no face book. Vou aproveitar seu comentário e também postar lá.

     

    Alguns duram mais.

    Foi o caso de Joaquim Barbosa, que uma vez usado foi descartado.

    Por onde anda?

    De presidente do STF a simples advogado, condição que quase não consegue.

    Uma pergunta paira no ar do meio jurídico:

    Quem irá entregar uma causa importante a um homem que é reconhecido como alguém com recursos jurídicos limitados e se acostumou a destratar toda a classe jurídica, sem exceção, porque imaginou que sempre teria a proteção da mídia?

    De vez em quando vai dizer algumas frases de efeito para não desaparecer de vez e mais nada.

    Agora é a vez do juiz Sérgio Moro.

    A Lava Jato já está comprometida mas ele continua pisando fundo.

    Prisões irregulares, algumas das quais ele e a “república do Paraná” chamam de preventivas, prisões já detectadas como puramente de coação, etc.

    Proteção total da mídia, cujo objetivo é poder dizer ao seu público; TODOS os corruptos são ou estão ligados ao PT.

    Aguardemos.

    Farsas menores que só entusiasmam os inocentes do Leblon, que tudo ignoram, não se sustentam por muito tempo.

    São muitas, mas há pouco tempo falei sobre Venina Velosa.

    Por onde anda?

    Você acha que se as reportagens que a Globo fez tivessem o mínimo de seriedade teriam acabado?

    Mais uma vez, a Globo, à frente do Partido da Imprensa Golpista, só fez enganar.

    Como ficam os inocentes do Leblon?

    Não se preocupe, nada se altera.

    Ficam como estavam e como continuarão:

    Inocentes.

    E Gloria Maria, Leilane Neubarth, Merval, Reinaldo Azevedo, Jabor…?

    Também continuam como estavam.

    Não inocentes.

    Espertos.

    Porque é como ganham a vida.

    Enganando os inocentes.

  13. Quando lembro deste caso do

    Quando lembro deste caso do helicóptero com cocaína, tenho vontade de rir dos esforços garbosos destes delegados, procuradores e do juiz da operação Lava Jato, com suas diligências secretas e seus vazamentos midiáticos com fins políticos… Não adianta, a justiça e a polícia não terão mais uma única gota de moral neste país, enquanto não houver uma resposta das instituições sobre aquele helicóptero, que seja considerada aceitável e razoável. Tudo até então será apenas um oceano de hipocrisia e manobra de interesses.

  14. Consumidor Graúdo Protegido

    O Helicóptero parou numa fazenda-balneário chique no Estado de São Paulo, onde parte da droga foi descarregada, em declarações ouvidas.

    A justiça fez de tudo para ocultar o nome da fazenda, pois tinha muito graúdo esse dia por lá.

  15. Mas, consideremos que para

    Mas, consideremos que para abastecer o consumo nacional são precisos (boa essa) muito mais do que os quase 500 quilos apreendidos (e devolvidos como incipientes farmacêuticos?). Já o brasileiro executado na Indonésia, com certeza, já havia levado coca pra muitos outros lugares: daí, deu azar. O caso é que no Brasil de hoje, 500 quilos de cocaina, ou quem é o dono de um jato executivo, para a mídia de sempre (há algum levantamento sobre o consumo entre impolutos sociais?), é coisa de “somenas” importância. Assim como as “restrições hídricas” alkminísticas ou o gringo-para-todos no RS. Sem contar, obviamente, que o irmão do falecido Dudu já se lançou (ou ele ou a mãe) ao governo pernambucano. O país está transformado em espiral de perversidade: cada volta aumenta a abrangência da coisa ruim. Mas, como sempre, a culpa é do PT e da Dilma: aliás, começo a acreditar que a culpa é da Dilma que apanha calada sem, ao menos, requisitar rádios e televisões diariamente para expor as suas (delas) verdades. A mentira vence pela repetição e pela imbecilização que causa em todos os (des)níveis. Ou o PT retorna às bases e manda essa “base” apodrecida pro saco, ou, foi-se. Aliás, falando em drogas e outros que tais: como vai a família brasileira? Quantos governantes executivos, legislativos e judiciários permanecem em casamentos de mais de 10 anos? Qual a diferença média entre maridos e esposas (nova esta) dos legisladores? Ou alguém acha que a educação, formação, boas maneiras, índole, ética e moral passa longe da família?

     

    Passo Fundo, anos 70: casal muito bem formado, conversa sobre o filho mais novo, que andava aprontando algumas e outras. Diz a mãe, a culpa com certeza é desses amigos que o cercam, gente de mau exemplo; responde o pai, com a segurança própria da reflexão; mas, mulher, e se o mau exemplo for o nosso filho?

  16. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome