Haddad: O preço da disputa política se conta hoje em vidas

“Entre os principais contendores, o presidente, de um lado, o governador de São Paulo, de outro, não há inocentes. A disputa em torno da vacina esconde as ambições pessoais mais mesquinhas”

Foto: Reprodução/Youtube

Jornal GGN – O professor e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, alertou para a crise do federalismo no Brasil, em sua coluna publicada na Folha de S. Paulo, neste sábado, 12 de dezembro. 

De acordo com o político, a guerra da vacina contra a Covid-19 aponta para um movimento histórico de que a instituição sempre foi controversa. “No século 19, houve quem defendesse uma monarquia federalista para impedir a proclamação da república como concessão às demandas das oligarquias regionais. Machado de Assis, numa crônica, chegou a sugerir que ‘deveria ser fácil provar que o Brasil é menos uma monarquia constitucional do que uma oligarquia absoluta’, explicou. 

Agora, no entanto, “o preço da disputa política se conta hoje em vidas”, escreveu. “Entre os principais contendores, o presidente, de um lado, o governador de São Paulo, de outro, não há inocentes. A disputa em torno da vacina esconde as ambições pessoais mais mesquinhas”, considerou Haddad. 

Segundo ele, no momento, “a sóbria unidade dos governadores será essencial para aplacar o obscurantismo federal com o apoio do Congresso e STF”, disse. “Não é hora de oportunismo, mas de trabalhar pela imunização”, completou.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome