Porque não votarei em Marina Silva, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Após a morte de Eduardo Campos, Marina Silva emergiu com reais possibilidades de disputar o segundo turno. Ela já ultrapassou Aécio Neves nas intenções de voto. E de acordo com alguns analistas políticos a candidata do PSB tem até mesmo chances de derrotar Dilma Rousseff no segundo turno. Em razão disto resolvi declarar aqui porque não votarei em Marina Silva.

A candidata do PSB promete legalizar o casamento gay num palco, no outro defende o deputado-pastor que quer criar o tratamento obrigatório de desgayzação custeado pelo SUS. Num dia ela prega a moralidade administrativo, no outro é fotografada ao lado de sonegadores contumazes de impostos federais.

Marina Silva tentou criar um partido (a Rede), é candidata por outro partido (PSB), mas em sua propaganda eleitoral afirma que os brasileiros devem se unir como se não tivessem partidos ou como se ela mesma quisesse proibir a existência de outros partidos. Num momento ela defende a melhor distribuição de renda, no momento seguinte diz que o Pré-sal (grande fonte de recursos que possibilitaria distribuição de renda) deve ser esquecido.

Na frente dos católicos Marina Silva é capaz de beijar a imagem da Padroeira do Brasil, junto aos evangélicos defende as candidaturas de pastores e bispos que pregam a destruição dos ícones religiosos. Ela se diz defensora do meio-ambiente e aceita contribuições de empresas poluidoras para sua campanha eleitoral.

Marina Silva agradeceu a Deus por que este supostamente lhe revelou a necessidade de parar de viajar no avião que caiu e não avisou seu colega de chapa deixando-o morrer num acidente aéreo. Ela chegou onde está fazendo política e diz que não fará politicagem se for eleita. Todos os presidentes que tentaram governar o Brasil diretamente com o povo, deixando de fazer acordos e sem maioria no Congresso do Brasil caíram ou foram depostos por golpes militares. 

Leia também:  Marighella #LIVRE entra no último dia!, por Rogério Faria

Ninguém precisa ser muito perspicaz para perceber que Marina Silva não quer dizer a que realmente veio. Ela tem tantas caras quantos os grupos que diz querer representar. Procura criar uma relação direta e populista com os eleitores. Quem estuda História certamente conhece bem a trajetória de um outro político obscuro que usou este tipo de estratégia para chegar ao poder na Alemanha nos anos 1930.

Segundo os historiadores, Hindenburg – o presidente da República de Weimar que tentou barrar a chegada de Adolf Hitler ao poder – o ex-cabo do exército alemão teria qualificação para no máximo ser chefe de um posto de correios do Reich. O presidente do Brasil é chefe de governo, chefe de Estado e comandante das Forças Armadas. Não creio que Marina Silva reúna as qualidades necessárias para comandar um quartel do Corpo de Bombeiros de São Paulo. Portanto, não confiaria a ela a missão de comandar o país inteiro.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

60 comentários

    • Será bem difícil ela fazer

      Será bem difícil ela fazer alguma grande guinada, pois contará com enorme oposição, inclusive a minha, desde o primeiro minuto.

  1. Marina Silva vai governar pra

    Marina Silva vai governar pra quem?

    Se com um simples twitter foi capaz de mudar seu programa de governo…

    Imagine quandoe stiver no poder?

    Marina representa o que há de pior na politica!

    Dá calafrios alguém falar que não governar com o congresso…

  2. Malafaia aquele famigerado

    Malafaia aquele famigerado pastor representante mór do fundamentalismo pseudo religioso, já fez a acreana recuar e desmentir os supostos avanços que empreenderia sobre as causas dos direitos dos homosexuais nesse país.  Ela sequer foi eleita e Malafaia já está mandando. Não vou enlencar aqui todos os pontos fracos da bandeira presidencial dessa senhora, pois que são muitos. Apenas vou afirmar uma coisa, falta a ela visão de Estado.  É uma despreparada que se eleita vai mergulhar o país num caos econômico-social.  A chance de termos outro golpe militar é grande.  Os militares podem ter muitos defeitos, porém são patriotas e nacionalistas, jamais permitirão que essa senhora doe o país a alguma nação estrangeira e vilipendie nossos recursos naturais.  A visão dela sobre assuntos nacionais é por demais primitiva, falta-lhe experiência administrativa.  De boas intenções o inferno tá cheio.  Entre ela e o homem do pó, eu prefiro o homem do pó, pelo menos esse a gente já conhece, ele, não enganaria ninguém.   

    • Patriotas e nacionalistas que

      Patriotas e nacionalistas que se aliaram aos EUA para dar um golpe em Jango, representante maior do getulismo? O teu argumento é tão falso quanto a candidata que você pretende combater.

      • Pelo jeito o senhor não

        Pelo jeito o senhor não entende nada de história.  Os militares brasileiros foram enganados pelos EUA, existem documentos que comprovam isso.  Aposto que o senhor não iria pra Amazônia defendê-la de uma invasão, pois os militares irão, e já fazem isso há muito.  Seus argumentos são próximos de uma miriam leitão.  Seria o senhor o tal jaime que defende os sionistas? 

        • Enganados? Todo mundo sabe

          Enganados? Todo mundo sabe que em 1964 os militares brasileiros foram comprados pelos EUA ou se sentiram ameaçados por causa de uns barquinhos dos EUA que para cá vinham com um punhado de Rangers para atacar o país. Ao invez de meter bala nos gringos, os militares brasileiros meteram 30 dinheiros nos bolsos e trairam o comandante em chefe das Forças Armadas rasgando a CF/1946. A vergonha daqueles militares não serã esquecida, não será perdoada, nunca será recompensada nem aqui nem no inferno onde os que morreram já estão.  

  3. Mais uma errata

    Mais uma errata no programa, novamente retificado por ela: não vai mais priorizar a energia  nuclear. É contra a Belo Monte. Todos sabemos. Daqui a pouco, como diz o Tijolaço, o que vai restar de seu programa de governo será  apenas o econômico, máxime a independência  do BC:

    http://tijolaco.com.br/blog/?p=20642

     

    • FALANDO EM WILLYS, VEJA O QUE ELE DISSE

      Falando em Willys, em virtude deste assunto,  ele disse à Marina “Você não merece a confiança do povo” é o que acaba de publicar o Tijolaço.

  4. Alternância é uma necessidade

    Acabou o salto alto. Acabou a arrogância dos que se imaginavam eleitos por antecipação. Há um monte de inverdades no texto. Marina procura agradar varios públicos. Política é assim. Faz o mesmo que Lula fez. O antigo PT prometia uma revolução e acabou se rendendo à realidade. Combatia os patrões e chamou para vice um dos maiores industriais do setor textil. Dilma desmereceu a herança lulista e ninguem quer mais saber dfe PT ou PSDB. Pouco importa se ela ela é a favor ou tem restrições ao casamento gay. Não interessa se é criacionista ou evolucionista. Fará as mesmas alianças exdrúxulas que Lula fez e o Brasil não vai acabar entre 2015 e 2018 da mesma forma que não começou em 2003 com a vitoria de Lula. O resto é chororô, desespero e preocupação dos que preferem “más de lo mismo”. 

    • mais marinês

      preferem “más de lo mismo”.  e a aliança de marina não é mais do mesmo, é a nova política ? kkkkkk

      esse povo é mesmo confuso, afinal fazer aliança é bom ou ruim, se é bom porque xingaram o PT ?  se  é ruim porque agora adulam os novos alianceiros ?

      esse povo que fala em alternância obrigatória quer tirar a decisão do POVO. acho que imaginam um caprichoso alternando com um garantido como é nos EUA. quem decide se continua ou não é o povo. O engraçado é que ninguém pede alternância em são paulo e minas.

      mas só pra responder o que os marineiros enrolam e não respondem, a verdadeira velha política é a que os tucanos que se bandearam pra turma da marina querem trazer de volta com o mercado financeiro mandando no país. o novo se instaurou aqui desde 2003, quando todos esses marinetes xingavam o lula e hoje o adulam querendo esconder que Dilma é sua sucessora.

    • ninguem quer mais saber dfe

      ninguem quer mais saber dfe PT ou PSDB. Pouco importa se ela ela é a favor ou tem restrições ao casamento gay. Não interessa se é criacionista ou evolucionista. Fará as mesmas alianças exdrúxulas que Lula fez .

      Mas não era “Mudança” seu Pereira? Agora pouco importa? Quer mudança para o mesmo? Vcs estão malucos marineiros. Se ferraram. Ficaram se vangloriando de serem os que pairam acima do bem e do mal e agora vem relativizar.  Sai fora!

      • Política e gestão

        A incoerência é aparente. A manutenção de Dilma também não significa mudança. Os métodos políticos, as formas de cooptação, a caça de votos são sempre iguais. Vale até demagogia. Todos os candidatos usam o mesmo mantra. Á mudança que precisamos é de gestão. Tem algo que precisa mudar. Não dá pra pensar “tá ruim, mas tá bom”.

        • Pereira, que não conhece a

          Pereira, que não conhece a história está condenado a repetir o mesmo erro. Taí o Jânio e o Collor para serem lembrados. Depois não digam que não foram avisados.

    • o país está preparado para a ruptura ?

      Caro Pereira , Lula fez sim concessões e alianças programaticas que lhe permitiram restabelecer um equilibrio mínimo entre o Estado e as forças de mercado. Em 12 anos de administração petista este equilibrio tem se demonstrado bastante proficuo com elevação do salário real, baixo desemprego e politicas sociais exitosas. As alianças de Marina apontam claramente para um retorno às politicas neoliberais de fhc , que em âmbito mundial tem se demonstrado desastrosas. Não seria esta alternância desastrosa ?

      • Sem catastrofismos

        Em 2002 os eleitores assumiram um risco. Lula era também um cheque em branco. Origem humilde, metalurgico, dirigente sindical, discurso radical, criticas exacerbadas ao capitalismo, Acabou surpreendendo. Deu certo. Marina tem trajetoria igual. Saiu dos confins da Amazônia, analfabeta que limpava o chão de um colegio de freiras a troco de instrução, etc . Mas mostrou que é inteligente e política competente. Ora bolas, sou otimista. Pode dar certo também. Tem a mesma visão social. Seu “fundamentalismo” é de fachada. Fará as composições e concessões necessárias à governabilidade. Lula não fez isso?

        • caro Pereira

          Em 2002, de forma alguma os eleitores assumiram um risco. Em 2002 o desemprego batia na casa dos 16%. Salário mínimo de U$ 80, divida pública descontrolada, reservas internacionais inexistentes, inflação de 12%. Em 2002 os eleitores clamavam por mudanças. E o que há hoje que justifique tamanha ruptura ?  Já assistimos este filme neoliberal com fhc e os resultados estão à disposição para sua consulta. Lula é um estadista, o que Marina não demonstra inclinação ,seja pela incapacidade de articulação politica ,seja pela falta de um projeto de país.  

          • Debate consistente e construtivo

            Prezados Pereira e Marcelo,

            É desse nível de debate que precisamos para que todos saiam ganhando.

            Parabéns.

             

        • Erro crasso, caro

          Erro crasso, caro Pereira.

          Lula nunca foi cheque em branco. Quando escolhemos Lula em 2002 sabíamos o que queríamos. E, por outro lado, FHC que também nunca fora cheque em branco se revelou um tremendo fiasco ao longo de 8 anos no Planalto.

          Lula representou uma mudança desejada pela população. Tanto que foi reeleito em 2006.

          Que bobagem tentar desmerecer a vitória e o governo do Presidente Lula. Isso vem desses grupos de direita que querem dizer que foi um acaso o governo dele.

        • Que mania de comparar as

          Que mania de comparar as trajetórias de Lula e da Marina. Não tem o menor cabimento.

          Lula nunca foi cheque em branco. Quando venceu em 2002, já tinha disputado eleições pra presidente desde 89. A trajetória dele era conhecida e escarafunchada pela direita desde as greves de 80. O Lula fundou o PT e está nele até hoje. Já a Marina é cheia de ligações perigosas e esquisitas. Um dia diz uma coisa, e noutro diz outra (literalmente). Pulou de partido em partido até achar um pra se candidatar a ser presidenta e só o é por causa de um acidente aéreo. A ÚNICA semelhança entre ambos é o fato de terem saído de camadas pobres da população, o resto é todo diferente.

          • Ana Dias, o que de fato

            Ana Dias, o que de fato precisamos é fazer as devidas comparações do Lula e da Dilma com os candidatos ou grandes apoiadores dos partidos de oposição, apesar de que o “verdadeiro partido de oposição” não lança oficialmente candidatos. Só assim para demonstrar o pastel de vento que são essas candidaturas.

        • A questão, Pereira, é com

          A questão, Pereira, é com quem ela faria alianças. Quando se analisa uma candidatura, o candidato tem lá o seu valor, a sua trajetória, o que não recomenda muito a sua candidata. Para entender melhor a candidatura é fundamental entender quem está no entorno. No caso da Marina tem de tudo. Um saco de gatos, onde se destacam contumazes devedores de impostos, pastores fundamentalistas, retrógrados direitistas e, por último, o verdadeiro partido de oposição – a mídia nativa. Essa onde presumo que você se informe.

        • “Fundamentalismo de fachada”?
          “Fundamentalismo de fachada”? Isso significa ceder aos que o são ‘de verdade’? Não há nada de novo no discurso de Marina Silva. Ela repete leis duzias de propostas petistas, que sem alianças não sei como ser realizado, com outra meia duzia de propostas do PSDB, que nada mais são que desmonte do Estado (nada ideológico, sabemos o resultado). O conselheiro dela, Sr. Giannetti (não sei ao certo a grafia do nome), já dizia sobre o ecologismo a ser práticado: deixemos essa coisa de comer carne pra quem pode. Tenho amigos simpatizantes dessas idéias, e não é difícil ser, mas esquecem de pensar no grupo: o povo. A Presidenta Dilma há alguns meses atrás apresentou proposta de plebiscito para uma reforma política. Onde estava Marina? Longe, é claro. O programa dela defende financiamento privado de campanha, o que é o maior responsável pelas distorções do sistema representativo. O Brasil, plagiando Aécio Neves (Que loucura!), não é para amadores. Temos um ciclo de desenvolvimento recente que não deve ser abandonado. Precisamos aprimorar muita coisa, entre elas a nossa democracia participativa, não a negação, burra (pq até aí se faz política) da função dos representantes. Nova política não existe. A não ser que exista algo melhor, e aplicável, que a democracia. Eu não conheço. Obrigado.

        • Contradições de Marina

          A única semelhança entre Lula e Marina está na origem humilde e na história de superação de ambos. Ocorre que Lula tinha, e tem, um partido sólido a apoiá-lo. Um partido combases, com  vida, com propostas, com projetos que já eram mais que conhecidos da população. Tanto que o ataque da oposição nesses anos todos não foi ao Lula diretamente, nem à Dilma, mas ao PT. Marina tem o quê? A Neca Setúbal. O Eduardo Gianetti. O Lara Rezende. E agora, depois do pito, parece que o Malafaia. E um programa que é a versão B do programa do Aécio.

        • Lula nunca foi um cheque em branco

          Mas se for para usar sua metáfora….

          Se para voce ele foi um cheque em branco, sinto ser eu a ter que te informar, mas a Marina é um cheque sem fundos.

  5. Bom post

    Bom post.

    De qualquer forma, a parte que fala que Marina disse que Deus a salvou de morrer no acidente do jato que caiu em Santos, mas não avisou isso a Eduardo Campos, em que pese a falta de sentido entre ter se livrado do acidente e isso significar que ela sabia que o avião cairia, foi muito engraçada hahaha

  6. Indigência

    Texto indigente e cheio de mentiras e generalizações bizarras. Vamos a alguns exemplos:

    1. “A candidata do PSB promete legalizar o casamento gay num palco, no outro defende o deputado-pastor que quer criar o tratamento obrigatório de desgayzação custeado pelo SUS”. – Cadê o link onde ela defende o deputado e essa proposta?

    2.  “Num dia ela prega a moralidade administrativo, no outro é fotografada ao lado de sonegadores contumazes de impostos federais”. – Seriam a Natura e o Itaú? Ambos são fartamente financiados com recursos de bancos federais. Será que, então, o Governo Federal é conivente com essa tal sonegação?

    3. “Na frente dos católicos Marina Silva é capaz de beijar a imagem da Padroeira do Brasil, junto aos evangélicos defende as candidaturas de pastores e bispos que pregam a destruição dos ícones religiosos”. – Quem são esses pastores e bispos? Cadê a Marina apoiando a idéia de destruição de ícones religiosos? Uma coisa é você ser evangélico e na sua doutrina não existir essa idéia de ícones religiosos, outra é o pastor que chuta imagem de santa. Já vimos a Marina chutando imagem de santa ou batendo palmas pra isso? 

    4. “Ela se diz defensora do meio-ambiente e aceita contribuições de empresas poluidoras para sua campanha eleitoral”. – Toda empresa é poluidora. Aliás, todos nós aqui somos poluidores. Como os contribuintes para campanhas eleitorais são os mesmos para quase todas as campanhas, sua lógica diz que, então, ninguém defende o meio ambiente? 

    5. “Marina Silva agradeceu a Deus por que este supostamente lhe revelou a necessidade de parar de viajar no avião que caiu e não avisou seu colega de chapa deixando-o morrer num acidente aéreo”. – Esse ponto é apenas de uma leviandade asquerosa. Fecha com chave de ouro.

    Podia ter simplesmente escrito “Não voto na Marina porque sou petista”. Teria se poupado de escrever um texto desses.

        • Não estou nem um pouco

          Não estou nem um pouco preocupado, pois um terrorista evangélico intolerante (o Malafaia) já dinamitou a campanha de Marina Silva, obrigando-a a voltar para o gueto eleitoral que a impedirá de ser eleita. Além disto, tenho certeza de que muitos eleitores de Aécio Neves votarão em Dilma Rousseff para impedir uma maníaca religiosa pseudo-honesta de chegar ao poder. Ha, ha, ha…. pode começar a chorar, meu chapa. Evangélicos são minoria, continuarão a ser minoria e não farão nem o presidente nem a maior bancada no Congresso Nacional. E se quiserem chegar ao poder pela força bruta serão com justiça esmagados.

  7. Nao voto nela nem no Aecin

    Porque sao representantes de interesses do capitalismo euro-americano, que sempre boicotou o Brasil em todos os momentos. Para mim fica claro por suas posiçoes contra o Mercosul, contra o presidente Hugo Chaves, contra  a segurança energetica  representada pelas hidreletricas e contra a ciencia (sua posiçao contra pesquisas de celulas-tronco nunca podem ser esquecidas!!!!!). Se Andre Lara Resende faz parte de sua equipe de planejamento economico, já sabemos o que nos espera.  Fico imaginando se nos EUA, um candidato com chances de ser presidente tivesse um planejador economico que declarasse que a industria de produçao de carne e leite devia ser desistimulada por causa da flatulencia das vacas! E o deputado Jean Willys ja disse tudo a respeito de suas posiçoes obscurantistas e sectarias a respeito de liberdades de comportamento. Lembremos que dona Marina disse que as criticas ao Feliciano eram exclusivamente por ele ser evangelico!  Ela nem notou que seu companheiro de Assembleia de Deus tentou destroçar anos de esforços de varios setores para construir cidadania e valores republicanos para uma minoria perseguida e vilipendiada a seculos. 

    Qto ao Aecin, sou mineiro e sei o que ele é, alem de pertencer a um partido que nao tem a minima ideia do que é o Brasil.

     

  8. Prefiro errar com Dilma

    Prefiro errar com Dilma tentando ajudar o trabalhador do que do Marina ajudando banqueiro.

  9. Me desculpem, mas que texto

    Me desculpem, mas que texto tonto! Exagero ao extremo. Quem precisa de argumentos como esse para não votar nela?

    Vou votar na Dilma, desde o começo, e não mudarei meu voto. Não preciso comparar a Marina ao Hitler ( wtf??? A história era outra!!!) pois abomino quando citam que Lula se compara ao Stalin.

    Não vejo mal nenhum em ser católica , rezar e ter, em seu próprio devaneio, acreditado que recebeu um aviso de Deus para não entrar no avião. Qual problema há nisso? E ainda dizer que ela não avisou seu companheiro??? Ai ai ai…

    Sejamos coerentes, práticos e inteligentes. Vamos defender a Dilma e o PT de outra forma. Não gosto de me ver comparada e usando a mesma estratégia dos psdbistas.

     

     

  10. É o vale tudo pelo bem dos

    É o vale tudo pelo bem dos bens maiores. O discurso de mudança e nova política é tão incoerente, que não me surpreenderia nas próximas pesquisas segurarem a Dilma no extremo inferior artificial, jogarem o Aécio pra uns 11%, lançando Marina para 40%, e criando o cenário onde Aécio abandona a disputa. Assim a banca evita o 2º turno. ( muito arriscado aumentar o tempo de exposição)  FHC já sinalizou que tá junto e a frase de Aécio : ” Quem acreditar em caminho sobre as águas, se frustará” (Folha), dubiamente, anti mêssianica e uma mensagem direcionada ao pt quanto aos ganhos eleitorais com a falta de água em sp.

  11. Publicado em 30/08/2014
     
    Em

    Publicado em 30/08/2014

     

    Em visita a Jales, no interior paulista, a Presidenta Dilma Rousseff não poupou críticas às propostas dos adversários na corrida presidencial. “Numa democracia, quem não governa com partidos está flertando com o autoritarismo”, disse a candidata à reeleição neste sábado (30), em referência ao discurso de Marina Silva, do PSB, de que governará “só com os melhores”.

    “Sem ajuda do parlamento, nós não tínhamos aprovado a destinação dos royalties para educação e saúde”, completou Dilma para plateia de prefeitos do Estado.

    Ao reforçar o papel da Petrobras no desenvolvimento do país, a Presidenta reprovou os planos dos concorrentes para a empresa. “Tem candidato querendo acabar com a possibilidade de transformar petróleo em educação, que quer diminuir o papel da Petrobras. Quanto significa dos royalties do petróleo para educação e saúde? Mais de R$ 1 trilhão”, lembrou.

    Sem citá-lo, Dilma comentou o programa de governo de Marina Silva, que defende mudança na política de crédito. “Querem acabar com o subsídio. O subsídio ajuda as pessoas a comprarem um casa. Não só a Petrobras vai perder importância, como colocaram na pauta a restrição ao BNDES, a Caixa e ao Banco Central”, esclareceu, para continuar: “Se diminuir o crédito do banco público, acaba o Minha Casa Minha Vida. “Então, vocês começam a ver a gravidade das propostas que estão aí. O mais grave é que não vai ter Plano Safra para o agronegócio e nem pra agricultura familiar”.

    A Presidenta prosseguiu: “Sem subsídio do governo federal não tem nenhum investimento no desenvolvimento do Brasil”, discursou. “Sabe o que significa essas propostas obscurantistas, aparentemente avançadas? São demagógicas”. E finalizou: “Não há financiamento no Brasil acima de 10 anos sem o governo federal subsidiar. Estou afirmando isso e gostaria que alguém me desmentisse”.

    Alisson Matos, editor do Conversa Afiada

     

  12. Goodwin!

    Sim, a campanha da Marina errou ao ceder às pressões do pastor Malafaia (ou, diriam os mais pragmáticos, errou ao oferecer um programa de governo tão “progressista” em primeiro lugar. Gostaria que alguém comparasse o programa da Marina após a revisão e o programa da Dilma para me dizer qual é mais conservador – eu pessoalmente acho que o programa, mesmo após suas alterações, continua bem razoável). Agora graças a isso comparar a Marina com Hitler é uma piada de péssimo gosto, e uma aplicação ad extremum da Lei de Goodwin (http://en.wikipedia.org/wiki/Godwin's_law), que diz que “conforme uma discussão online progride, a possibilidade de uma comparação envolvendo os nazistas ou Hitler chega a 1”. Ora, qualquer político moderno – infelizmente – usa discursos diferentes de acordo com o interlocutor, em uma intensidade muito maior que a aplicada pelo nazismo, que sempre foi muito claro em relação à Judenfrage, por exemplo. Nem vou entrar na discussão sobre o Hindenburg por ser uma falácia de comparação das mais fraquinh 

    O fato é que a discussão política nesse blog caiu muito de nível com a alta nas pesquisas da Marina. Ninguém está preocupado em fazer uma comparação ponto-a-ponto dos programas de governo, exceto o próprio dono do blog. É mais fácil falar que “o papel aceita qualquer coisa” e continuar com a cantilena do salário mínimo, redução da pobreza, Mais Médicos etc etc etc etc, como se o governo da Dilma fosse a oitava maravilha do mundo (eu conheço as entranhas da administração pública federal e sei que isso não podia estar mais longe da verdade). Outra leviandade imensa é criticar a presença do André Lara Resende na equipe da Marina porque ele sugeriu o confisco, e “esquecer” que ele foi um dos pais do Plano Real.

  13. Fábio, análise perfeita,

    Fábio, análise perfeita, assino embaixo também.

    Voto Dilma sem dúvida alguma.

    Agora, se por uma zebra enorme, no segundo turno tivermos Aécio e Marina, voto em Aécio. Melhor um conhecido ruim do que um mergulho nas trevas sombrias do desconhecido.

    Marina não se posiciona, anda pelas trevas.

  14. marina tá pior que o fhc, o

    marina tá pior que o fhc, o qual pediu que esquecessem o que ele escreveu.

    já disse isso aqui e repito prá marcar a desconsideração que a candiata tem com a lógica e com os que poderiam votar nela.

    imagine uma chefe de estado dizendo uma coisa hoje e negando-a amanhã.

    qual a credibilidade que teria diante das nações?

    o brail já é o sexto país do mundo,

    não merece tanta vacilação.

  15. Marina.

    Votar em Marina é loucura pura. Não tem partido, é apoiada por banqueiros, seus economistas pregam o estado minimo, abaixar salários, desemprego. Espero que de tempo para todo o povo saber disso.

  16. Marina é a representante máxima do ‘Obscurantis Order’

    Prezados Senhores do Blog,

    Jamais fui filiado a algum partido político por não ter nem vocação nem o tempo necessário para tal.

    Sempre votei mais à esquerda do espectro político por ser progressista e acreditar imensamente no Brasil e no povo brasileiro.

    Mas estou decepcionado.

    Como, depois da ascensão de milhões ao consumo consolidada nos últimos 12 anos, a população brasileira pensa em eleger alguém cujo perfil lembra o de líderes fundamentalistas de repúblicas teocráticas?

    Como é possível acreditar que com todas as fontes de informação hoje disponíveis alguém pode achar que quem quer quebrar ao mesmo tempo o agronegócio brasileiro e a Petrobrás tem uma solução para as nossas piores instituições? Que os colegas me perdoem, mas isso tem aparência de desastre! E me parece clara a tentativa de desestabilizar a trajetória virtuosa brasileira. Há operadores internacionais/transnacionais envolvidos nisso. É inegável.

    Como com anti-política e anti-ciência vamos continuar a caminhar na direção de ter um país mais desenvolvido e justo, verdadeira potência, com pujança suficiente para se colocar lado a lado com as maiores potências eocnômicas do mundo.

    Sou professor universitário e tenho minha competência científica reconhecida nacional e internacionalmente. Tenho filhos pequenos. Se o desastre que se anuncia acontecer mesmo, peço asilo político em qualquer outro país do mundo.

    Energia hidro-elétrica não renovável? Darwinismo proibido? Pesquisas de melhoramento genético animal proibidas? O que vem depois? Queimar livros perigos ao regime em praça pública? Apedrejar mulheres infiéis na rua? A volta da ‘crença no absurdo’ rompida por Galileu Galilei? 

    O desastre que se avizinha é tão impensável que não posso acreditar que nem mesmo nossa elite tradicional, apodrecida por anos de privilégios indevidos, considere esse tipo de aventura plausível… Se ela se acha protegida contra o ‘Obscurantis Order’, ela está enganada… É como querer viver no Iraque, no Irã, na Faixa de Gaza!

    Porque tenho a sensação e que se subestima o tamanho do tsunami de desordem que virá? 

    Porque todas as pessoas racionais e bem informadas, independente e orientação, não estão se posicionando contrariamente a isso??? Não á limites para a irresponsabilidade da direita nacional?

    Parem o mundo! Eu quero descer!

    Um forte abraço,

    Gilberto.

     

     

     

     

    • Gilberto, peço licença para

      Gilberto, peço licença para compartilhar seu texto com meus amigos do facebook. Achei muito bom. Posso?

    • Vamos conversar?

      Sr. Gilberto,

      O Sr. acredita mesmo em tudo que escreveu aqui? Então vá conversar imediatamente com seus filhos, sobrinhos, netos e amigos deles. E sobretudo alunos.

      Não sei sua idade, mas pela descrição suponho que no mínimo tenha mais de 35 anos de idade, talvez beire os 40 anos.

      Eu tenho 54 e, assim como você, nunca quis me filiar a nenhum partido político, no entanto, considero-me tanto quanto você, uma pessoa politizada.

      A vantagem de não exercemos a política partidária propriamente, é podemos avaliar e escolher com mais isenção, de acordo com o que acreditamos o melhor para o país e seu povo. Além do que, podemos mudar de escolha por não estarmos submetidos a compromissos de ideologia partidária.

      Por que recomendei que vá falar diretamente aos mais jovens? Esta onda, esta bolha, ou seja lá onde vai dar o crescimento rápido da candidatura de Marina é dada, sobretudo pelos jovens despolitizados que estão ansiosos pelo novo, pela “nova forma de fazer política”.

      É um eleitor acostumado com teses expostas em140 caracteres do twiter, discussões profundas em textos rápidos do facebook, ou em imagens que dizem tudo no what´sapp.

      Ainda hoje, conversando com uma sobrinha que estuda na Rural, el me conta como anda o clima entre os colegas. Empolgados com a candidatura da Marina e querendo votar para mudar. Quando ela pergunta mudar o quê? Ninguém sabe dizer exatamente. Quando “rola’ alguma explicação é “mudar essa roubalheira que está aí.”

      Na eleição passada – em viagem de trabalho a Pernambuco – tive que, conversando com 3 rapazes humildes em Ipojuca, na região metropolitana de Recife, explicar para eles que Michel Temer não era o representante do diabo na terra e que seria certo a morte de Dilma com a consequente assunção do vice e que finalmente o diabo mandaria no Brasil. Com um pouco de paciência e argumentos simples acho que deu para esclarecer os rapazes de quão era absurdo esse boato e qual eram as intenções de quem os espalhava.

      Parece absurdo? Qual não foi meu espanto quando de volta à Niterói no  Rio, na mesma semana, ao conversar com uma mocinha que procurava oferecer-me um cartão de crédito da loja – ao puxar o assunto eleições – me deparo com o mesmo boato. A menina acabara de chegar de uma região próxima de Petrópolis e mal havia começado a trabalhar naquela mesma semana. 

      Claro que não tenho visto nesta eleição tão vil onda de boatos de tamanha idiotice, mas a falta de esclarecimento do que representa cada candidatura, entre as 3 principais,  é igualmente absurda se guardarmos a proporção entre a falta de estudo do público alvo daquela época e os jovens estudantes de agora.

      Só conversando com todos.

    • Fugir do país não é a

      Fugir do país não é a solução. Precisamos encarar o desafio e derrotar Marina Silva e Aécio Neves (que são as duas caras do mesmo Deus Mercado, que pretende exaurir as reservas mineras brasileiras transformando os mais pobres em escravos ignorantes). E se não for possível vencer este JANO de duas cabeças que os gringos, europeus e banqueiros privados brasileiros querem enfiar goela abaixo dos brasileiros, teremos que ficar e lutar para manter as conquistas que ocorreram e virar o jogo na próxima eleição. Derrotismo, covardia e fuga não são opções. Nunca foram, nunca serão. 

  17. Procurei por toda net e não

    Procurei por toda net e não achei onde consta que o distinto é o dono do Brasil. Apenas por ter onde arrotar seus vômitos ideológico se acha o dono de tudo.  Bem lebrando de Hitler, o qual sempre foi uma insignifância se tivesse ficado só, mas junto com tudo era corrupto e até grande parte das esquerdas, e as esquerda apoiaram por uma razão simples: depois da desgraça fica ótimo governar. Lula não fez governo que preste pelos seus méritos, mas pelos deméritos da turma de  FHC.

  18. O problema é esse – as fontes

    O problema é esse – as fontes de informação. A maior delas se arrogou em ser o “verdadeiro partido da oposição”, porque essa, coitadinha, está fragilizada.

  19. Escapou do desastre, para
    Escapou do desastre, para levar o Brasil há um desastre, não obrigado. Vou esperar esta santidade amadurecer;

  20. eleita Maria Osmarina, por

    eleita Maria Osmarina, por muito tempo (muito além dos 5 anos) não teremos eleições no Brasil; se aliarmos seu populismo, com a ideologia que (desde sempre) permeia as forças armadas, mais o pig como um todo e o poder econômico-financeiro das aves de rapina, e um povo “lavado-cerebralmente” por mais de 50 anos, com certeza, a “tal” democracia finda por aqui. Estou me preparando para o pagamento do dízimo e já comprei 2 xales para a minha mulher.

  21. Lança o plano de governo um

    Lança o plano de governo um dia e no outro vem com um monte de erratas. Em assuntos sem importância como a BOMBA NUCLEAR, UNIÃO GAY. Coisas que não afetam a população. Onde vamos parar 🙂 ????

  22. Infelizmente não dá prá

    Infelizmente não dá prá confiar em entregar o cargo de presidente a Marina Silva. Acho que corremos muitos riscos.Não tem experiência, não tem liderança, não tem partido………Prova disso é que pensa em dar ministérios a várias pessoas de vários partidos, como se isso fosse viável e pudesse dar certo. E o PSB, que está sendo utilizado apenas como instrumento da candidata sem partido ? Vai acatar ? Ou as brigas vão começar no outro dia após a eleição ? Se hoje o país não está crescendo como deveria, pelo menos continuamos com uma certa estabilidade no emprego e renda. É evidente que muita coisa melhorou com os últimos governos populares.  O dinheiro foi para a mão do povo, e os currais eleitorais mantidos a muito tempo pela direita foi desmantelado. O voto ficou mais caro ! Hoje já não se vota por um saco de cimento nem por uma lata dágua como ocorreum por inúmeras décadas  ! Quanto a corrupção, ela existe e sempre vai existir. Mensalão ? Peguem os jornais da época das privatizaçõs e procurem as notícias de como FHC consegiu privatizar as empresas desse país e tirem suas conclusões.Está bom hoje ? Não, poderia estar melhor. Mas entre o que está hoje e como poderá ficar amanhã, prefiro o presente.Passe o filme de alguns anos atrás e depois e veja se muita coisa melhorou na sua vida. Se não melhorou, vote em Marina !

  23. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome