2019 – A derrota da Revolta Cashmere

    “A classe média é uma abominação política, porque é fascista, é uma abominação ética porque é violenta, e é uma abominação cognitiva porque é ignorante”. Marilena Chaui – 2013.

    Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é cashmere.jpg

    No fechamento do ano de 2014 escrevi o texto ”A revolta cashmere”.

    Descrevia o momento em que os brancos se rebelaram contra o processo democrático que mantinha o PT no poder havia uma década e decidiram que não aceitariam mais os resultados das urnas.

    Em que se apoiavam para tal insurreição? Em uma pretensa superioridade moral. Eram honesto e buscavam o melhor para a nação brasileira.

    Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é cashmere1.jpg

    Em 2016 estavam vitoriosos – voltavam ao poder na esteira do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Um ano depois, a vitória se consolidava – Lula preso.

    E então, o que os brancos fizeram no poder?

    Afundaram o país em uma recessão que parece não ter fim.

    Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é cashmere3.jpg

    Nada diferente a esperar – jamais tiveram um projeto de pais. São apenas os brancos e esse é o Brasil dos brancos.

    Pior do que isso. Destruíram de tal modo a representação política que acabaram por destruir também o partido que os representava – o PSDB. Alguém sabe o que foi feito do PMDB e do DEM?

    Abandonaram o político com cara de gerente e colocaram no poder alguém que é a sua cara – mas no qual não se veem representados.

    Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é cashemere2.jpg

    É difícil se olhar no espelho e enxergar a cara de Jair Bolsonaro. Damares, Weintraub, Ernesto Araujo, terraplanistas – 01, 02 e 03. Golden shower, milicianos e rachadinhas. Incêndios na Amazônia e óleo no Nordeste. Mais misoginia e muito sangue no jornal.

    E, no entanto, se tomarmos a definição da professora Marilena Chaui, Bolsonaro é a mais perfeita tradução da classe–média brasileira.

    Enfim, com 2019, vai-se também a pretensa superioridade moral que os brancos arrotavam. O pais está pior hoje do que estava com o PT. O país tornou-se desonesto institucionalmente. Voltou a ser a república dos hipócritas.

    Não há porque esperar qualquer melhora no curto prazo. O ano de 2020 consolidará o fracasso do Golpe iniciado ainda em 2013 com as tais Jornadas de Junho.

    Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é cashmere4.jpg

    A Revolta Cashmere deu em merda – dia sim, dia não.

    Restou aos brancos uma única indagação:  e o Lula, hein?

    PS: o Lula está livre, babaca.