Maia, Caiado, ACM Neto, Léo Prates e Cláudio Tinoco se dizem “a nova política”


Inauguração da creche – Foto: Ailma Teixeira – Bahia Notícias
 
Jornal GGN – Rodrigo Maia, Ronaldo Caiado, Léo Prates, Cláudio Tinoco e ele próprio, ACM Neto, foram caracterizados pelo prefeito de Salvador como a “nova política”. Os parlamentares e políticos do DEM utilizaram a inauguração de uma creche na capital baiana como pleito político pré-eleições 2018.
 
Presente, o presidente da Câmara, Rodrigo maia (DEM-RJ), a promessa para a candidatura à Presidência da República pelo partido. Elogiou ACM Neto como “o melhor prefeito do Brasil”, e auto-elogiou os R$ 70 milhões que o deputado conseguiu assegurar no Orçamento da União para a requalificação da Estrada Velha do Aeroporto, local onde foi lançado a creche.
 
“A gente precisa começar uma grande luta de todos nós juntos: chega do governo federal sem ter tanto recurso concentrado. A gente sabe o que a gente precisa. Esse e o nosso grande desafio: tirar o dinheiro do governo federal”, disse, em tom de disputa eleitoral.
 
Antes dele, os elogios partiram do próprio prefeito, que chamou o grupo ali reunido de “a nova política”. “Rodrigo [Maia] não tem me faltado um minuto sequer”, valorizou o correligionário.
 
Em seguida, foi a vez de Caiado, que tratou de valorizar o prefeito ACM Neto, desta vez em sua pré-candidatura ao governo do Estado: “O que você realizou aqui, você vai levar para esse interior todo”, disse. Caiado emendou voltando para si a publicidade, dizendo que ACM precisará de “um bom secretariado” e “uma boa assembleia legislativa”.
 
Já a nova Creche e Pré-Escola Primeiro Passo Nova Brasília recebeu palavras de apenas segundo plano pela “nova política” dos políticos do DEM durante a inauguração.
 
 
 

13 comentários

  1. maia….

    A nossa farsa de Democracia perpetua o coronelismo. Não existe representação alguma, desde a formação dos Partidos. Resultado ditatorial do Getulismo na formação de ditaduras de federações e representantes do povo, ao invés da opinião soberana, livre e facultativa deste Povo. Estrutura apoiada há décadas pela Esquerdopatia. Com estruturas ditatorias, centralizadoras, pouco transparentes como Entidades de Classe, OAB como maior exemplo. Iguais na estrutura como CBF, COB, Sindicatos…ou seja Ditadura de Federações, como poderemos ter Democracia? Então ‘meia dúzia’ de Donos de Partidos, se perpetuam na farsa imutável.   

  2. Novos políticos

    Saber que eles se dizem a “nova política”, é quase tão bom quanto saber que o PMDB tem um “conselho de ética”, e que é presidido por Romero Jucá.

    Agora vai.

  3. O Caiado, o neto do ACM e o

    O Caiado, o neto do ACM e o filho do Cesar são da “nova política” assim como um amigo meu comprou um Corcel II novinho zero quilometro essa semana.

    O golpismo tem conseguido esvaziar de sentido um monte de palavras e expressões a ponto de virarem um autêntico pastel de vento. Quem hoje em dia compra essa de “eu não sou um político, sou um gestor”, depois do pastel Dória, aquele em vias de perder a validade?

    E essa de “as instituições estão funcionando”? Quem compra essa, compra um Corcel II de segunda mão do Cunha. Ambos funcionam na mesma voltagem.

    Outra jabuticaba é aquela que vem do governo FHC e voltou com tudo. “Modernizar a economia”. É aquele negócio, a moda está sempre se reciclando, o moderno é vender tudo a preço de banana como nos anos 80. Vamos aproveitar e voltar a ouvir Ursinho Blau Blau e Menudos, esses garotos super para cima.

  4. Jura que a soma das idades do

    Jura que a soma das idades do envolvimento deles na política não dá nem 100 anos? E por que eles não pegam o Demóstenes Torres para articular o DEM nas eleições?

    Agora a política nacional vai mesmo. Pro espaço. 

  5. Nada mais velho do que se

    Nada mais velho do que se utilizar de inauguração de qualquer barraco para autopromoção politica. Essa turma ai so não esta presa porque os operadores da Lava Jato não se interessam por nada que não tinha ligação com PT.

  6. MUQUIFO CAIADO
     

    Qualquer muquifo, por mais caído que seja, quando caiado, fica novo!

    (He!He!)

    Não resisto a um trocadilho.

    O ACM neto(associação cristã de moços- neto) é o frescor do muquifo. Tão novo e já embolorado.

    Os demais utensílios da casa têm a mesma qualidade: nenhuma.

     

  7. ACM Neto… “a nova política”

    ACM, o genérico, é sócio da Academia Bodytech em Salvador; e, portanto, sócio do suspeito de ser ‘new orange’ de Aécio, o Accioly. Essa situação merece uma investigação desse blog, um dos poucos que busca a verdade factual dos fatos.

    Segue link de um rap que fiz sobre o TUCANISTÃO:

    https://youtu.be/x4FJLsrpURQ

    Me chamo Chico Flores, Salvador-BA

    Abraço!

    P.S.: Aos que gostarem e posaam divulgar, agradeço!

  8. O POVO DA BAHIA, JAMAIS VAI

    O POVO DA BAHIA, JAMAIS VAI ESQUECER QUE ESSE PEQUENO VERME, AMEAÇOU DAR UNS MURROS NO GRANDE PRESIDENTE LULA..É SER MUITO IDIOTA ESSE MERDA.

    O mequetrefe neto do falecido ladrão ACM, leva uma pequena vantagem sobre os demais salafrários presentes nesse regabofe provinciano. Me refiro â sua diminuta estatura. O pequeno anão de jardim, sem nenhum desdouro aos de pequena estatura normais, me refiro ao hipócrita, miniatura, e insignificante herdeiro político do ladrão acm, cuja diminuta estatura é facilitadora para fazer cavalo-de-pau no velotrol em que ousa desfilar por Salvador sem ser notado.

    O minúsculo acm volta e meia, anda em Brasília puxando o saco do miShell, pedindo verba, e, nem aparece nas fotos. Tanto que na próxima campanha eleitoral o safado pode negar que é condimento na panela do ladrão usurpador e golpista miShell treme. Ainda assim. O pequeno herdeiro do espólio político, e de outras cozitas mais, do falecido ladrão acm, deve tomar uma sova, se tentar concorrer com o Rui Costa do PT, candidato à reeleição, pra governar a Bahia.

    Orlando

    • o….

      O Povo da Bahia colocou no poder novamente ‘Toninho Malvadeza Junior’. E a continuidade do Coronelato na 4, 5 ou 6.a geração. O Povo da Bahia vivia aceitando a farsa da Indústria da Seca, num dos estados mais férteis e produtivos do país. Fora a região de Irecê e sua produção histórica de feijão. Era o coronelato estacionado em Salvador e o atraso secular de Ilhéus, que não transformou o maior produtor de cacau do planeta numa indústria mundial de chocolates. Era aquela ladainha interminável de pobreza, de cerrado sem chuvas, de falta de perspectivas…Então chegou a Agropecuária, imbecilmente rotulada de Agronegócio. E transformou a Bahia. Vamos dar crédito para quem merece. Vamos apoiar as transformações realistas, duradouras , que atingem a todos cidadãos, livremente. E não em Messias ou Dons Sebastiões. Muito menos em Coronéis. “Do Povo, pelo Povo, para o Povo”.

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome