Pleitos dos moradores dos Jardins são respeitados na lei de zoneamento

Entidade de moradores do bairro comemora timidamente a votação de ontem na Câmara Municipal de São Paulo

Jornal GGN – Ontem, quinta-feira (25), por 45 votos a favor e oito contra, os vereadores da Câmara Municipal de São Paulo aprovaram a nova Lei de Zoneamento. O debate, no entanto, não está encerrado e o texto ainda pode sofrer alterações nos próximos dias.

A entidade de moradores AME JARDINS, enviou uma nota à imprensa, na qual comemora timidamente alguns pontos da nova lei onde seus pleitos foram respeitados.

“A minuta do Substitutivo do PL 272 (lei de zoneamento), publicado no último sábado no Diário Oficial do Município, juntamente com propostas de emendas dos vereadores, contemplava quase todos os pleitos da AME JARDINS”, diz a nota.

“A minuta previa a proibição de bares, restaurantes, teatros, locais de eventos, buffet, buffet infantil, salão de festas e eventos, auditórios, cinemas, teatros, anfiteatros e arenas em áreas tombadas nas Subprefeituras Sé, Lapa e Pinheiros”, explica.

O presidente da AME JARDINS, Fernando José da Costa, esteve na Câmara Municipal acompanhando as votações. Para ele, a maior conquista até agora foram as fortes restrições nos corredores não residenciais lindeiros às Zonas Exclusivamente Residenciais, o que manteria as características da região dos Jardins Europa, América, Paulista e Paulistano.

“No entanto, somente com a publicação do texto final é que a organização poderá comemorar efetivamente conquistas”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Movimento realiza encontro em SP para debater valores democráticos

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome