O avanço político do crime organizado

A lista HSBC expõe, de forma ampla, o que foi o ambiente cinza do mercado financeiro internacional depois da liberalização financeira, uma mixórdia onde se misturavam caixa 2, dinheiro do narcotráfico, do terrorismo internacional, da corrupção política, das jogadas financeiras.

É essa zona cinzenta que favorece a proliferação do crime.

***

Na política também existe uma zona cinzenta, um cenário que favorece a expansão da influência do crime organizado. No caso brasileiro, a zona cinzenta ganhou dimensão quando o STF implodiu o sistema partidário e permitiu a proliferação dos pequenos partidos. E, depois, quando o financiamento privado de campanha decidiu investir na sua própria bancada, em vez de bancar políticos individualmente.

Sempre houve políticos bancados pelo crime mas, em geral, eram subordinados à organização partidária que restringia sua capacidade de atuação no Congresso. Com o pluripartidarismo à brasileira, esse disciplinamento deixou de existir. Abriu-se uma caixa de Pandora de difícil equacionamento, especialmente depois que os partidos majoritários passaram a se engalfinhar em uma luta fratricida.

***

O avanço do crime organizado não se deu apenas na atividade parlamentar, mas também em outros territórios extra-institucionais, como a imprensa.

O episódio que inaugurou essa nova fase foi a parceria entre a revista Veja e a organização criminosa de Carlinhos Cachoeira. Não era mais a imprensa se aliando a colarinhos brancos sofisticados, a golpistas do mercado financeiro, a banqueiros suspeitos, mas à corrupção chula de bicheiros e contraventores.

Cachoeira elegeu um senador, Demóstenes Torres. Veja transformou-o em um cruzado contra a corrupção, deu-lhe status de celebridade no mercado de opinião. Com o poder conquistado, Demóstenes fazia os jogos de interesse de Cachoeira e da Abril.

Leia também:  Presidente do TRF-4 se reúne com representante dos EUA para dividir informações sobre a "lava jato"

A CPMI de Cachoeira poderia ser o início da grande luta política contra o crime organizado ao desvendar as ligações de Cachoeira com a Veja e com empreiteiras – como a Delta -, que por sua vez mantinham ligações estreitas com o mundo político, a começar do então governador do Rio Sérgio Cabral.

A CPMI mostrou a especialização que se formara no mercado de corrupção. O bicheiro prospectava contratos e licitações no setor público, passíveis de corrupção, uma atuação que poderia começar nas discussões de projetos de leis e emendas orçamentárias e se desdobrar por repartições públicas federais e estaduais; aliava-se a uma empresa parceira, que assumia a fase legal do projeto; garantia a blindagem com a parceria com a mídia e com os padrinhos políticos.

***

O Ministério Público cochilou ao não avançar nas investigações abertas pela CPMI de Cachoeira. Seria o ponto de partida para o início da verdadeira guerra contra a corrupção política mais visceral, aquela que envolve o crime organizado. A Lava Jato abre uma nova possibilidade para se desbaratar esse modelo, ao identificar seus desdobramentos regionais. E o MPF terá que sair da zona de conforto e enveredar por caminhos nunca dantes navegados: as interseções do crime organizado com o país institucionalizado, incluindo aí a mídia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

32 comentários

  1. O “MISTÉRIO” público é no

    O “MISTÉRIO” público é no mínimo omisso ou atende a algum interesse escândaloso que não querem que descubramos.

    Vejamos o Caso FURNAS e aécio.

    Até o Ministro do supremo se surpreendeu ao não receber a denúncia antecipada pelo procurador.

    A situação toda tende a não terminar bem.

    Ou passamos o Brasil a limpo ou vamos ver uma bastilha por aqui.

    A população no geral vai reagir.

  2. Fala de jatinho, mas não em helicóptero.

    Não é piada! Aécio convoca manifestação falando em jatinho…

    14 de março de 2015 | 14:25 Autor: Miguel do RosárioNo Tijolaço: http://tijolaco.com.br/blog/?p=25475

    Saiu no site do Globo (prefiro nem dar o link), com destaque: “Em vídeo, Aécio convoca manifestantes e diz que rua é do povo como o céu é do avião”.

    No dia da poesia, Aécio detona o texto de Castro Alves (“a praça é do povo, como o céu é do condor”), e fala em avião?

    Logo ele, que fez um aeroporto na fazenda do titio só para ele usar?

    Bem, podia ser pior (e ainda mais engraçado).

    Aécio podia falar em helicóptero…

    Pausa para rir até segunda-feira.

     

  3. Em 15 de Março de 1972 foi
    Em 15 de Março de 1972 foi lançado o filme “O Poderoso Chefão”, que narra a saga dos Corleone, uma “respeitável” família mafiosa. Esta é, portanto, uma data ideal para os mafiosos brasileiros irem às ruas defenderem suas “famílias” prejudicadas pelo governo Dilma Rousseff.

    • Comemorando a pioneira busca pelo Pré-Sal (P-36 da PetrobraX)

      Em 15 de março de 2001 explodiu e dali a dias afundou a P-36, então maior plataforma de extração petrolífera do mundo, pertencente à então PetrobraX, que custou mais de R$1 BILHÃO, construída na Itália e no Canadá.
      Dizem os recentes manifestantes de 15/03/2015 nas ruas que também estavam comemorando o 14º aniversário daquele grande evento histórico e que aquilo não foi afundamento e sim era a P-36 indo em busca do Pré-Sal.

  4. E por falar em crime organizado, vejam esta matéria

     Site de TV americana destaca tentativa de golpe da Rede Globo

    Fonte: http://www.portalmetropole.com/2015/03/site-de-tv-americana-destaca-tentativa.html

     

    Site da Rede de Televisão americana “Telesur” destacou a manipulação da Rede Globo e a resposta dos internautas nas Redes Sociais com a hashtag que virou assunto mundial “#GloboGolpista”, além disso a matéria do site americano lembra as manipulações da TV dos marinho e destaca a tentativa de Golpe da TV Globo

    Por Redação

    A hashtag “#GloboGolpista” foi assunto mais comentado nos trends topics mundiais ontem, teve repercursão internacional em um site de uma Rede de Televisão dos Estados Unidos, a “Telesur” que destacou a manipulação e a tentativa de golpe da Rede Globo.

    Confira a reportagem:

    A hashtag #GloboGolpista foi o assunto mais comentado do Twitter no Brasil por mais de 24 horas. Um recorde. Nas postagens, os internautas lembraram episódios polêmicos em que a Rede Globo esteve envolvida, como a edição do debate entre Lula e Collor em 1989, além do papel do grupo durante a ditadura militar. Outras tags que disputaram espaço com a que se refere à TV Globo foram #Dia13DiadeLuta e #DilmaLindaOBrasilTeAma – as mensagens dizem respeito às manifestações que ocorrem por todo o Brasil, organizadas por movimentos sociais, que pedem, entre outras pautas, o fim do financiamento empresarial de campanha, garantia de direitos trabalhistas, reforma política e a defesa da Petrobras. De acordo com Miguel do Rosário, jornalista processado por Ali Kamel – diretor-geral da Rede Globo, a “adesão histérica da mídia às manifestações golpistas do dia 15 produziu uma oportunidade interessante para mostrar quem é quem”. “Se o governo Dilma tem problemas, e ninguém os nega, pressionemos para que sejam resolvidos sem rupturas democráticas. Muita coisa está errada em nosso país. Mas não é só no governo federal. É nas prefeituras, nos governos estaduais, no ministério público, no judiciário, na mídia, na sociedade”, afirma Rosário, que defende o direito aos protestos, desde que estes não tenham intento golpista. “Derrubar Dilma, através de um golpe midiático, apenas irá fazer nossa economia afundar no caos político. Façam manifestações em prol das bandeiras que vocês defendem. Golpe, nunca mais”, finaliza.

    HASHTAG #GloboGolpista vira assunto mundial

    Um artigo em inglês publicado no síte da Rede de TV Telesur destacou a abrangência da hashtag #GloboGolpista nas redes sociais. O texto menciona ainda o momento político conturbado que paira no Brasil, com fortes agentes econômicos e representantes da grande imprensa atuando contra o governo Dilma Rousseff na expectativa de que a atual presidente sangre, ou caia. O texto lembra ainda que diretores da Rede Globo, como Erick Bretas, defenderam publicamente o impeachment de Dilma Rousseff, e cita a possível participação de Jorge Paulo Lemann, o homem mais rico do Brasil, no financiamento das manifestações que ocorrerão contra Dilma.

    Leia a matéria do site de TV Telesur na Integra
    Confira o artigo original no Portal Metrópole: http://www.portalmetropole.com/2015/03/site-de-tv-americana-destaca-tentativa.html#ixzz3URuC2DGt

  5. A CPI de Cachoeira só não foi

    A CPI de Cachoeira só não foi totalmente desservível porque o Brasil assistiu a queda da máscara de um dos parlamentares do Congresso mais ousados, e prestigiado pelos seus pares, quando discursava em plenário como o arauto da moral e dos bons costumes. Foi gratificante ver aquele projeto de homem sair pela porta dos fundos do congresso, lugar onde jamais deveria ter entrado.

    Quanto aos erros da Justiça em não ir mais fundo nas investigações contra a quadrilha de Cachoeira, infelizmente não será motivo de surpresa porque, depois daquele espetáculo teatral contra o PT no famoso mensalão, até o STF saiu arranhado em sua lisura, em sua capacidade de apresentar a todos nós que a Suprema Corte nem é tão suprema assim.

    Em que pesem essas irregularidades jurídicas apontadas por juristas renomados contra a Operação Lava Jato, temos que considerar que pior se ela não estivese atuando. Parto do princípio de que pela primeira vez o que a gente não sonhava está acontecendo: empreiteiras sendo investigadas apenas agora, quando o mundo mineral já conhecia a farra que elas faziam no nosso país. 

  6. Nassif, o notável escritor
    Nassif, o notável escritor Roberto Salviano demonstrou nos livros Gomorra e ZeroZeroZero, amparado em pesquisas feitas em documentos oficiais, a extraordinária extensão dos negócios comandados pelo crime organizado. Longe de se restringir ao tráfico de drogas e armas as máfias do mundo atuam nos ramos mais in suspeitos que possa imaginar: construção civil, hotelaria, produção de calçados e roupas de grife, redes de lojas de produtos diversos, coleta de lixo, transportes de cargas … Enfim o crime organizado atua em praticamente todos os campos da produção economica e em varios países controla, inclusive, a produção de energia. O autor mostra também as intimas relações do crime com o sistema financeiro. Alguns mafiosos chegam inclusive a fundar e gerir bancos. O crime tornou-se o modus operandi privilegiado do capitalismo – talvez sempre tenha sido assim.

    • Infelizmente no mundo

      Infelizmente no mundo capotalista mandao o dinheiro, seja qual for a origem; mas isso não vale para os pobres mortais, se voce for pagar umas prestações adiantadas de um financiamento tem que assinar uns documentos provando a irogem do tusta.

  7. Alguém ainda acredita no MP?

    Alguém ainda acredita no MP? Assisti parte do depoimeno do Barusko na CPI. As perguntas sobre o período anterior a 2003 ele se recusou a responder porque estava “proibido”. Por quem? Por quê? Pelo que li, no Paraná foram denunciados no STF dois deputados e uma senadora do PT. A origem da Lava Jato é no Paraná, que por sua vez tem ligação com a investigação do Banestado (década de 90). O Youssef, beneficiário de outra delação premiada, vem operando há décadas, era operador do Pedro Janene (PP do PR), e na investigação solicitada ao STF tem dois deputados e uma senadora do PT representates do estado. Dá para acreditar que não tem políticos do PP e do PSDB a rodo envolvido com o Youssef e o dinheiro de campanha política? O Álvaro Dias ficou uns seis meses sumido do noticiário e agora ressuscitaram ele para falar sobre as manifestações programadas para hoje. Alguém acredita que o dito senador é imaculado, só conhece o Youssef pela mídia? E os outros tucanos, não tinha nenhum envolvido no caso Banestado, que vem do tempo do FHC? Portando, o Ministério Público é igual a PF, é partidário e investiga quem quer. A mim não engana.

     

    • Infelizmente tenho que

      Infelizmente tenho que concordar com você,  Selma. Digo infelizmente porque gostaria que fosse o contrário, que nossa PF, MPF, justiça fossem republicanas.  Não me conformo de saber que estes órgãos têm lado. 

      • Você viu que a PF vazou para

        Você viu que a PF vazou para a Veja o depoimento que o Lula deu em dezembro naquele órgão? Pois é,  quais providências foram tomadas pelo Cardozo contra o ocorrido? Até agora, nada! Olha,  se o Cardozo tomar uma, uminha providência que realmente de resultado,  eu o perdôo por todas cagadas passadas. 

    • Olá Selma!
      Dominaram tudo.

      Olá Selma!

      Dominaram tudo. Não existem mais instituições no Brasil. Existe quadrilha!

    • Olá Selma!
      Dominaram tudo.

      Olá Selma!

      Dominaram tudo. Não existem mais instituições no Brasil. Existe quadrilha!

  8. Depósitos em 90 e saques em 98-99

    Esta é uma característica de várias contas (das divulgadas) no HSBC. 90: bloqueio da poupamça pelo Collor; 98-99: disparada do dólar artificialmente congelado, após as eleições. Vamos detalhar mais isso, pessoal?

  9. Pegaram 500 quilos de pasta

    Pegaram 500 quilos de pasta basica de cocaina em um helicoptero de um senador, ninguem está preso, quer mais prova do que isso? Pode fechar a bagaça e começar de novo, está tudo caindo de podre, e a culpa não é do PT não, ao contrario, o PT é um partido super vigiado, o que querem é apaniguados e cumplices no poder, pronto falei…………………………………

  10. Cochilou nada!! O MP é assim

    Cochilou nada!! O MP é assim mesmo!!!

    Com raríssimas excessões o Ministério Público é povoado de tucanos e alguns do DEM….. para arquivar qualquer processo contra eles….

  11. MP não funcionava nos

    MP não funcionava nos governos anteriores, ou melhor, trabalhava para nada respingar nos seus aliados(sabe como é, mp é filho do fulano, nora do beltrano, cunhado do sicrano e assim por diante. Todos descentes de bicudos, coronóeis. Se não mudar essa regra, continuaremos vendo esses homenzinhos e mulherzinhas obecendo e se vendendo pro dinheiro. Não há  intenção de tornarem o mp algo digno.

  12. Manifestações em 15/03
    1.000.000 de pessoas na av. Paulista.
    A maior manifestação realizada na história desta cidade.

    Pergunto: Só tem elite?

    • A elite não foi. Mandou os empregados.

      Não. Tem empregados, ameaçados de DEMISSÂO, se não comparessessem.

      E tem também bobos, querendo aparecer.

      Se essas pessoas fossem bem informadas, a ELITE CORRUPTA não roubaria como sempre roubou neste país

       

    • Passaram 1 milhão… passaram!
      A avenida Paulista está em reforma e não comporta 1 milhão de pessoas. Cada informação que a mídia venda e tem quem pague por isto!

  13. E………………..

    “E o MPF terá que sair da zona de conforto e enveredar por caminhos nunca dantes navegados: as interseções do crime organizado com o país institucionalizado, incluindo aí a mídia.” (Nassif)

    Será Nassif que ao se combater a corrupção, não estaríamos destruindo os mecanismos pelos quais se mantém  as nações !!! No Brasil, as quadrilhas que estão respondendo pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção em várias estratos da nação, sempre existiram e existirão, tal qual em outros paises. No Brasil, não é diferente, e todo este “carnaval”, se assimm posso chamar, de combate a corrupção nada mais é que um pano de fundo para acobertar talvez outros esquemas mais bem estruturados, pois o dinheiro das drogas, contrabando, armas e prostituição, segundo alguns especialistas, somam mais que o dobro de todos os PIBs dos paises.

    Assim meu caro Nassif, viver de pretenções , ilusões, e desejos, talvez faça parte de nossas existências, mas eu sinceramente continuo não acreditando em boas ações.

    Com a palavra os religiosos e sociologos !!!!

     

  14. Sem duvida esse é o ponto
    Sem duvida esse é o ponto fundamental na luta pela democracia no Brasil. Alias desde Dom João, que chegou durango no Rio de Janeiro, e teve que pedir grana aos traficantes de escravos. Estamos assistindo ao embate da inteligência contra a força bruta nesse momento. A tarefa é indigesta e vai exigir um grande esforço de todo cidadão. As quadrilhas de criminosos de todos os matizes, agem impunemente nesse País, fortemente estruturadas, vide caso Petrobras e outros denunciados pela midia alternativa. Serão necessários vários governos empenhados nessa luta, e uma grande participação do povo brasileiro.

  15. Nassif, então oMP cochilou?

    Você é realmente um gentleman.   Aí não tem nada de cochilo. O MP está fazendo política e esta é contra o goverrno.  Tudo que for a favor do governo não merece atenção, tudo que for contra, deve ser investigado até o fim.  O  MP e a PF  não foram  criados para fazer política, nem contra nem a favor.  Para mim o governo deveria exigir a mudança do comportamento do MP.  Para isto deveria abrir um diálogo com este e os presidentes do Congresso.  Caso o MP não mude o governo e o Congresso tem que intervir em defesa da Constituição.  E por falar em Constituição,vocês gostaram da Dilma no Facebuque dando uma de boazinha, a presidente camarada que dá beijinhos na garotada?

  16. Candidatos a Berlusconi

    Certo que a Itlália não é o Brasil, e vice-versa. 

    Mas certo também é que o crime organizado, lato sensu, funciona no mundo inteiro, sem exceção, embora com atuações locais distintas. Suas ramificações, provavelmente serão muito complexas. 

    Criativo, opera necessariamente em conjunto com instituições bancárias, sob as mais diferentes formas.

    Mídias, operadores políticos transversos ou diretos, grandes (e pequenas também, é claro) corporações locupletam-se e abastecem os esquemas. 

    Máfias. 

    No Brasil, como bem observou o Nassif, o trânsito poderia ter sofrido algum dano maior, aprofundada tivesse sido a investigação da parceria aterrorizante entre Veja, Cachoeira, Demóstenes. Pelas razões que talvez nunca venhamos a saber por completo, a CPMI “amarelou”. 

    Com outras CPI’s importantes, acordos ou pactos de duvidoso efeito benéfico à “governabilidade” também prevaleceram.

    E assim – e por muito mais, claro, pois que as imbricações da economia do crime na economia “normal” – vão-se perdendo chances, e vamos nos perdendo.

    A possibilidade de candidatos a Berlusconi empalmarem o poder presidencial fica cada vez maior.

    Pergunto-me, a propósito, se ao Aécio Neves não cairia como uma luva às mãos a missão.

    É possivel que toda essa grita alucinada e desproporcionalmente seletiva contra “a corrupção, etc.” acabe por gerar, nada mais, nada menos, do que a assunção de um Berlusconi tropical, talvez piorado!

    Candidatos a tanto não faltam. É só olhar para as gaiolas das aves. Contudo não só.    

     

     

     

     

     

     

    , o que não exclui de forma alguma bancos em paraísos fiscais com sede em paraísos cheinhos de neve, 

  17. PF, MPF e Judiciário.

    O MPF não, repito, não investiga nenhum político de direita. Nesse caso Demóstenes Torres (DEM). As poucas ações contra o Maluf estão emperradas no Judiciário a décadas. Mensalão Tucano ? Caducou ? O caso do Metro, linha lilás em SP é uma coisa que não posso nem chamar de brincadeira de criança. As crianças não merecem e iam ficar bravas comigo. O Ricardo Feltrim da Folha denunciou a armação na época da publicação do resultado da licitação. Ninguém foi investigar. Ao comentar com amigos, antes da última eleição, informei: detesto essa classe política que está aí. Votarei em branco pela 1ª vez na vida. Mas se fosse obrigado a escolher, escolheria eleger os políticos de esquerda, pelo menos a PF e o MPF adoram investigá-los e o Judiciário também gosta de fazer seu papel e encarcerá-los. E os outros ? Porque a preferência ?

  18. Você diz que o Ministério
    Você diz que o Ministério Público cochilou, é só por respeito a quem não se respeita, não é?

  19. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome