Coronavírus: Nos EUA, médicos pedem que Trump coopere com Biden

Uma carta aberta de três importantes organizações de saúde diz que uma ação é necessária para ajudar o novo governo democrata a intensificar seus planos para o coronavírus

Foto BBC

Jornal GGN – Os médicos dos Estados Unidos se uniram e pediram a Donald Trump que compartilhe dados cruciais com o presidente eleito, Joe Biden, a fim de salvar vidas e evitar que o sistema de saúde do país seja sobrecarregado.

Uma carta aberta de três importantes organizações de saúde diz que uma ação é necessária para ajudar o novo governo democrata a intensificar seus planos para o coronavírus, enquanto os governos estaduais e locais lutam para combater o vírus na ausência de uma estratégia nacional coordenada, relata a Reuters.

“Dados e informações em tempo real sobre o fornecimento de terapêuticas, materiais de teste, equipamentos de proteção individual, ventiladores, capacidade de leitos hospitalares e disponibilidade de força de trabalho para planejar a futura implantação dos ativos da nação precisam ser compartilhados para salvar inúmeras vidas”, disse a carta. , assinado pelos chefes da American Medical Association, da American Nurses Association e da American Hospitals Association.

O apelo veio depois que Biden advertiu que “mais pessoas podem morrer” se o presidente em exercício continuar bloqueando uma sucessão tranquila para o próximo governo em janeiro.

O Dr. Vivek Murthy, co-presidente da força-tarefa Covid-19 de Biden, disse na terça-feira que ele e outros consultores médicos não puderam discutir a pandemia com funcionários do governo atual, um obstáculo que pode comprometer a resposta dos EUA ao vírus.

Com informações do The Guardian.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Amazonas tem recorde de internações, por Mário Adolfo Filho

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome