Ômicron escapa às vacinas, mas casos tendem a ser leves entre imunizados

Estudos preliminares na África do Sul e no Reino Unido mostram que, de 22 casos, apenas seis não estavam vacinados

Jornal GGN – Os dados preliminares a respeito da variante Ômicron da covid-19 apontam que ela escapa e atinge quem está vacinado, mas que neste caso a doença acaba sendo mais leve.

Os dados utilizados foram obtidos no Reino Unido e na província de Gauteng, epicentro da Ômicron na África do Sul.

Segundo a Agência de Segurança e Saúde britânica, seis pessoas dentre os 22 casos registrados não estavam vacinados, enquanto dois pacientes tinham status vacinal desconhecido.

Clique aqui e veja como contribuir com o jornalismo independente do GGN

No Brasil, os três primeiros casos da nova variante atingiram pessoas com ciclo vacinal completo, assim como ocorreu nos Estados Unidos, onde o caso positivo registrado até o momento foi de uma pessoa que tomou três doses.

“Aparentemente, agora que já passaram três semanas desde a detecção da Ômicron, o número de casos graves é pequeno e não houve mortes confirmadas”, disse o geneticista Salmo Raskin, diretor do Laboratório Genetika, de Curitiba, em entrevista ao jornal O Globo.

Por conta disso, Raskin diz que os dados preliminares indicam que as pessoas devidamente vacinadas contra a covid-19 não vão ter uma doença grave.

Leia Também

Pessoas não vacinadas respondem por maior parte das mortes por covid-19

GGN Covid: os números da nova onda na Europa

Por Ômicron, 18 capitais cancelam Réveillon, três farão a festa e as demais ainda decidem

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador