OMS alerta: América Latina não atingiu pico da pandemia

Região continuará a registrar mortes nas próximas semanas e, sem investimento agressivo, quarentenas mais rígidas terão de ser retomadas

Foto: Reprodução/via fotospublicas.com

Jornal GGN – A região da América Latina ainda não atingiu o pico da pandemia do coronavírus e, caso não exista um investimento agressivo, será necessário retomar as quarentenas mais rigorosas.

O alerta foi feito por Michael Ryan, diretor de operações da Organização Mundial da Saúde (OMS), ressaltando que a pandemia “não está sob controle nas Américas”.

Em artigo publicado no portal UOL, o jornalista Jamil Chade ressalta o alerta que a agência fez para que os governos aumentem sues investimentos para conter a doença, ao mesmo tempo em que alerta que não haverá “um atalho”.

O pedido feito pela OMS considera o aumento da realização dos testes e isolamento das pessoas contaminadas. Caso contrário, a única saída será o confinamento social.

“Infelizmente, para muitos países na América Latina, a epidemia não atingiu um pico. Não estão atingindo um nível baixo de transmissão que se possa atingir uma saída sustentável de medidas sociais extremas”, afirmou Ryan. O Brasil registrou 390 mil novos casos de coronavírus em 14 dias, o que representa 20% de todos os novos infectados no mundo. Outros países com situações consideradas complicadas são Chile e Peru.

 

Leia Também
Aumento de mortes e infectados pela covid-19 acentua percepção de desamparo
Raio X do Covid-19: crescimento de 85% em 30 dias na média diária semanal
Raio X do Covid-10 em São Paulo: internações e UTIs

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Governo deve pagar mais duas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome