Bruno Araújo, do PSDB, deve ser o primeiro a devolver ministério a Temer

Foto: Facebook/Bruno Araújo
 
 
Jorna GGN – Bruno Araújo, deputado federal do PSDB lembrado por ter sido o último voto decisivo, na Câmara, pelo impeachment de Dilma Rousseff, é o primeiro ministro a devolver o cargo a Michel Temer. O tucano ocupava o Ministério das Cidades. 
 
Segundo informações do Estadão, além de Araújo, o ministro de Relações Exteriores Aloysio Nunes também está com a carta de demissão pronta.
 
Nesta quinta (18), o PSDB removeu Aécio Neves do comando nacional da legenda e colocou o deputado Carlos Sampaio como substituto interino. O partido já definiu que vai desembarcar oficialmente do governo Temer, entregar os cargos e defender que o substituto deve ser eleito por meio de eleição indireta.
 
Em nota, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu que Michel Temer renuncie.
 
Temer foi gravado por sócio da JBS, Joesley Batista, dando aval à comrpa do silêncio de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro.
 
Joesley também gravou Aécio pedindo R$ 2 milhões, com a desculpa de que precisava pagar seus advogados. A Polícia Federal, contudo, descobriu que o primo de Aécio recolheu o montante e, depois, enviou para Minas Gerais, para empresa da família Perrela.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora