Municípios adotam racionamento ou rodízio para enfrentar falta de água em SP

Sistema CantareiraO longo período de estiagem atingiu o Sistema Cantareira e numerosos mananciais do estado Sabesp/Divulgação

Cidades do interior de São Paulo estão adotando racionamento ou rodízio de água. A causa é o longo período de estiagem que atinge o estado desde o início do ano. Cada prefeitura estuda a melhor forma para enfrentar o problema. 

Um dos municípios mais atingidos pela falta de água, Itu enfrenta um racionamento oficial desde fevereiro. A estiagem na cidade já provocou diversos protestos de moradores e mais de mil reclamações da população ao Ministério Público. 

Na quinta-feira (16), por exemplo, o município de Barretos passou a adotar o racionamento de água de forma oficial. Segundo a prefeitura, a medida foi tomada, após a constatação de que o Ribeirão Pitangueiras, responsável por 60% da água consumida na cidade, registrou grande queda no volume, com a profundidade baixando 60 centímetros e atingindo um 1,2 metro. Com isso, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) da cidade decidiu aplicar multa de R$ 264,6 nos moradores flagrados lavando calçados ou veículos. Em caso de reincidência, o valor será dobrado.

Na capital paulista, muitos moradores reclamam de falta de água em diversos bairros, mas a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) não admite o racionamento. Para diminuir o consumo, desde fevereiro a companhia concede descontos para consumidores do Sistema Cantareira que economizarem água.

Em Guarulhos, o rodízio começou dia 14 de março. Conforme o Saae da cidade, o consumo é liberado um dia sim e outro não. Dados do Saae indicam que aproximadamente 13%  da água disponibilizada na cidade são de sistemas próprios, que utilizam captações superficiais e subterrâneas [poços profundos]. Do restante operado pela Sabesp, 62% saem do Sistema Cantareira [um dos mais prejudicados com a estiagem] e 25% do Sistema Alto Tietê. Para enfrentar a crise, o Saae também decidiu oferecer descontos para consumidores que reduzirem o consumo.

 

O rodízio em Bauru é operado, desde quarta-feira (15), de maneira diferenciada. A cada 24 horas [das 6h as 6h], o abastecimento é alternado entre as regiões do centro/zona sul e da Vila Falcão/Bela Vista. Assim, uma área fica sem água para que outra ser abastecida. Segundo a prefeitura, a combinação de escassez de chuvas e altas temperaturas, que aumenta o consumo de água, provocou a redução do nível do Rio Batalha. A medição do manancial passou dos 2,25 metros, registrados na última sexta-feira (10), para 1,27 metro, na tarde de segunda-feira (13). De acordo com a prefetura, a situação, que afeta 38% da população da cidade [o restante é abastecido com água de poços], seguirá por tempo indeterminado, até o retorno do período de chuvas.

Leia também:  Guedes diz que se depender do governo, auxílio emergencial não será prorrogado

Em Mauá, a prefeitura criou o Projeto Revezamento de Abastecimento, que ocorre de segunda à sexta-feira e envolve toda a cidade. A cada quatro dias com água, o consumidor enfrenta um dia sem. O projeto foi adotado no dia 1º de outubro e passará a funcionar na próxima segunda-feira (20).

A prefeitura de Cruzeiro implantou rodízio programado desde a última terça-feira (14), com interrupção do serviço por 24 horas, em dias alternados. Na cidade, o rodízio também só será suspenso com a volta das chuvas.

Em Mirassol, o Rio São José dos Dourados, que abastece mais de 30% da cidade, está praticamente sem água. Enfrentando problemas técnicos também no poço Guarani, que dá suporte à captação no rio, a região central da cidade entrou em estado de atenção. Com isso, cerca de 40% da população enfrentará problemas com a falta de água até a semana que vem. Enquanto isso, a prefeitura deve oferecer caminhões-pipa para abastecer locais de emergência, entre eles escolas e postos de saúde.

Em Americana, o rodízio, sem previssão de término, foi anunciado na terça-feira (14), quando se confirmou o baixo nível do Rio Piracicaba, que abastece a cidade. 

Cidade próxima de Itu, Salto enfrenta reduções noturnas no abastecimento.  Principal fonte de água do município, o Ribeirão Pirahy está com 20% do nível de fornecimento. A capacidade do Ribeirão Buru e Ribeirão Ingá (Lagoa da Conceição), chega, respectivamente, a 30% e 50%. O período de contenção começou na segunda-feira (13) e ocorrerá todos os dias, entre 21h e 6h.

Leia também:  GGN Covid SP: Em uma semana, ocupação de leitos na capital passa de 50% para 58%

Em Araras, desde quinta-feira (16), o racionamento inclui todos os bairros. O fornecimento de água é interrompido entre 6h e 18h. Segundo a prefeitura, sem a redução do consumo, as atuais reservas de água bruta de Araras seriam suficientes apenas para 50 ou 60 dias.

A cidade de Casa Branca também adotou racionamento, estabelecendo cronograma de abastecimento e corte de água até o fim de outubro. A ideia é que a população fique 12 horas seguidas com água e um dia inteiro sem água.

O muncípio de São Sebastião da Grama decretou estado de alerta e decidiu aplicar multas de R$ 291,4 no consumidor que exceder  no consumo de água. A represa que abastece a cidade tem somente 20% de sua capacidade. A prefeitura estuda a implantação do rodízio..

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

35 comentários

  1. O que está acontecendo não é

    O que está acontecendo não é coisa de hoje nem de consequencia imediata apenas. Fsz tempo que o estado de São Paulo vem sendo saqueado e sucateado. E isto agora adquire cores dramáticas. Um quadro como esse induz empresas a migrar, faz com que eventos sejam cancelados, que imóveis percam valor. Isto é uma coisa muito grave. Tomara pelo menos uma parte dos paulistas se dê conta disso. Do modo como as coisas andam, vai ser preciso um comitê de salvação nacional (quer dizer, estadual). Será que Alckmin gostaria de sair às ruas para pedir voto a Aécio? E dona Marina e seus marinetes, gostariam, agora, de saudar a política ambiental de Alckmin? Alguns marinetes declararam solenemente seu voto em Alckmin. Devem estar furando poço em suas chácaras chiques.

    • tem mais

      Sr. Moraes,

      Isso sem contar a queda no PIB, o desaparecimento de indústrias, o povo sem empregos, os carros pipas sendo saqueados,

      o povo de cheiroso passando a fedegoso, enfim,

       “u Õh du borogodó!” 

    • “O que está acontecendo não é

      “O que está acontecendo não é coisa de hoje nem de consequencia imediata apenas. Fsz tempo que o estado de São Paulo vem sendo saqueado e sucateado”:

      E isso te lembra de alguma coisa  que voce ja viu antes?

      Comeca com as letras “O” e “M”.  Advinhe.

    • As marionetes que se furunfem

      Não estão furando poços porque no Sumpaulokistão as águas freáticas estão todasa contaminadas.

      Mas é até bom que a granfinagem bebam suco de cocô e pesticidas.

      Eu acho é pouco, está bom Dilmais!

    • As marionetes que se furunfem

      Não estão furando poços porque no Sumpaulokistão as águas freáticas estão todasa contaminadas.

      Mas é até bom que a granfinagem bebam suco de cocô e pesticidas.

      Eu acho é pouco, está bom Dilmais!

  2. Culpa do PT…..kkkkkkkk

    Isso é tudo mentira, é coisa de prefeituras petistas que querem boicotar o Grande Doutor Magnânimo Imperador Neoliberal III Geraldo Picolé de Chuchú, para atrapalhar a eleição do Grande Doutor Magnânimo Imperador Neoliberal IV Arrocho Never. Alguém quer apostar que rapidinho vão surgir estas posições na mídia? Esses tucanos são uma piada de mal gosto….

  3. Então… Sou da região de

    Então… Sou da região de Bauru e os bairros da cidade que estão com rodízio são abastecidos pelo Rio Batalha. O Rio Batalha nasce na cidade de Agudos e adivinha o que é plantado na sua nascente sem nenhuma fiscalilização de orgãos governamentais? Eucalipto. Esta planta que seca tudo quanto é nascente e acaba com os lençois freáticos.

    Aqui no meritocrático e capitalista estado de São Paulo alguém quer discutir clima associado com uso do solo? De jeito nenhum. Mesmo porque o eucalipto plantado na região abastece a Indústria Duratex. Aquela mesma que tem uma herdeira chamada Neca e que apoia a defensora do meio ambiente Marina Silva.

  4. trivial variado

    Dia da eleição: coxinha de chuchu,

    Segunda feira: fricassê de chuchu,

    terça: churrasquinho de chuchu,

    quarta: chuchu a marinara…….

    nos próximos quatro anos:  PICOLÉ DE CHUCHU  ……….da Diletto!

  5. Horridus Bendegó’s Waters Delivery

    Faço entrega d’água nos bairros Alto de Pinheiros; Pinheiros e Vila Madalena de São Paulo com meu caminhão pipa.

    Favor agendar com um mês de antecedência porque não há disponibilidade para os próximos 30 dias.

    Entrega rápida e com segurança.

    Água inspecionada retirada do rio Pinheiros.

    Valor – R$ 5000,00 a pipa com mil litros.

    Fone – (13) 1313-1313

     

    • Pô, Horridus, o que você esta

      Pô, Horridus, o que você esta pondo na água dos paulistanos? Os eleitores estão “viajando” na hora de votar.

      Ou será a falta de água é que esta dando alucinação nos paulistanos?

  6. Só  PRA  lembrar: Aecio não

    Só  PRA  lembrar: Aecio não  é governador de SP.

        Aliás,nunca vem por aqui.

             E contrariando todas perscpetivas Geraldo ganhou de goleada.

                   O que isso significa|? O recado é claro e cristalino:

                 ´Prefirimos viver sem água e até sem oxigênio do que ter um governo petista por aqui.

                    Não sou apenas eu que digo.Foram as urnas.

                    Sra. Dilma: vá cantar em outra freguesia, Aqui não.

                         

                

    • Se chover cangalha…

      …2/3 dos eleitores de SP vão sair relinchando. Com você à frente.

      O outro 1/3 se retirará do estado (eu incluído) para só retornar quando vocês já tiverem morrido de sede e de ódio.

      “Aqui, não”… “Aqui” também é Brasil, seu cretino!

      P.S.: Nassif, como pode um post como esse do anarcretino ficar impune? Isso que ele escreveu não é incitar ódio não?

      • Irresponsável!

        Irresponsável conduta e falta de respeito aos paulistas que sofrem com o caos, que foi patrocinado pelo incompetente governador.

      • Freud.

        Ele odeia as pessoas erradas. E com certeza incita o ódio sim! Precisa de tratamento urgente, pois defender quem lhe negua  a água…  só Freud explica…

    • Pura verdade! Hoje fui tentar

      Pura verdade! Hoje fui tentar argumentar com a dona do estabelecimento onde compro água mineral, e logo no inicio ouvi um “TENHO ÓDIO DO PT”… desisti, sem chances de diálogo.

      O pior é que não tenho outra opção para comprar minha água.

      Que INVEJA que sinto dos NORDESTINOS…

       

    • KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Sejam felizes sem PT, se puderm, enquanto não morrerem de sede,

       

      vocês são mesmo umas figuras

      deixa eu parar de rir pra apertar “salvar”

      kkkkkk

    • Você é que deve ir cantar em

      Você é que deve ir cantar em outra freguesia, seu troll. Mas antes de sair, deixe-me lembrá-lo que o povo da capital, que é mais informado, elegeu Haddad para prefeito,

    • Lata d’água na cabeça

      Cada um com sua cruz. Paulistas (sou um mas não moro mais em SP) e Paulistanos só votarão conta o PSDB quando tiverem que carrgar lata d’água na cabeça. Talvez ai percebam o governo nefasto que domina SP> E isso não está longe.

  7. Nas mãos de Deus

    Em Campinas (a 100 km de São Paulo), a falta de água começou a atingir os bairros e condomínios mais ricos (como Alphaville, Swiss Park e Mansões Santo Antônio) na última quinta-feira (16).

    Até o Shopping Galleria, o queridinho dos campineiros endinheirados, ficou sem água.

    Na sexta, a Unicamp foi atingida, com desabastecimento nos institutos, reitoria, restaurante universitário e moradia estudantil. Só o Hospital das Clínicas foi poupado.  

    No centro da cidade, alguns restaurantes e lavanderias já fecharam as portas, informando que reabrirão quando a situação “voltar ao normal” (pensamento positivo é tudo!).

    Os bairros mais pobres e afastados já estão sofrendo com a falta de água há mais de duas semanas (só deu mesmo até o primeiro turno!). Na periferia, há locais que estão sem uma gota na torneira há 6 dias.

    Para piorar a situação, na última semana, a temperatura manteve-se elevada, ultrapassando 38ºC em alguns horários, e a umidade do ar continuou abaixo de 20%.

    O rio Atibaia, responsável pelo abastecimento de 93% da cidade, que tem mais de 1 milhão de habitantes, está “quase-seco”, como vocês podem ver na foto abaixo: água só em laguinhos formados entre as pedras.

    Enquanto isso, a SANASA continua negando a implantação de racionamento (aqui) e culpando “a baixa vazão dos rios, a má qualidade da água e o aumento de consumo da população” por conta do calor! (aqui).  

    Contando com a ajuda (pasmem!) do sistema Cantareira, que vai fornecer um volume extra de água para Campinas, o presidente da SANASA, Arly de Lara Romêo, diz que “A situação é difícil, mas eu acredito que nas próximas horas deve melhorar, se Deus quiser”. 

    Então, é isso: Está nas mãos de Deus. Bora pegar o terço e começar a reza, paulistada!!

     

     

     

    • Eu acho é pouco, tá bom

      Eu acho é pouco, tá bom Dilmais!!!!

      Os paulistas a as paulistas vão ver como é bom votar no psdbinho e no demoninho, quando não mais poderão limpar a bunda e a xota, exceto nos Jardins , Alphaville etc, onde eles vão se limpar com Evian, Perrier etc.

      Um dia, talvez no próximo século, os caipiras, que votam no psdb como votavam pelo malufismo, um dia vão ver como a porca torce o rabo.

      Mas na capital o os paulistano geralmente são mais cultos e civilizados, votando muitas vezes em políticos mais honestos. Crei que isso se deve pela mistura de culturas: carcamanos, japoneses (como minha deusa Tomie Ohtake) e a, napolitanos, coreanos, “turcos” (grandes exemplos como Nassif, Haddad e Jaten) e e outros brasilieiros decentes que migraram, como a grande Luíza Erundina.

      Mas ao mesmo tempo o Sumpaulokistão é o reino da nazistada e dos ladrões ou malucos (Adhemar, Maluf, Jânio, Fleury, Cerra, Alkmin et caterva), abrigando a TFP (Turma dos Filhos da Pauta), a opusdei do alquimista maluco etc e tal).

      Agora não tem água; daqui a pouco vai ter muita água, mais sujinha, nas enchentes de verão.

       

  8. A foto mostrada deve ser

    A foto mostrada deve ser muito antiga. No local da captação atualmente há um canal lamacento, que rebebe a “água” bombeada da “reseva técnica” interminável do imperador Alckmin. Segundo a Sabesp o nível do Cantareira está em 3,9%. Isso é uma mentira. O nível real é – 14,6% (negativo).  Ninguém percebeu isso?

  9. Os “sabidos”(segundo FHC) de SP tomam água podre mas vão de PSDB

    Os “sabidos”(segundo FHC) de SP tomam água podre mas vão de PSDB, já o nordeste que padecia de seca na Era FHC vai muito bem obrigado, a esses “desinformados”(segundo FHC) do nordeste…

  10. Os paulistas não aprendem

    Os paulistas não aprendem, dizem cansado de corrupção, têm o trensalão. sem falar dos contratos superfaturados da sabesp. Moro em são paulo, mais tenho vergonha desse governo do psdb, que rouba pra caramba. 

  11. Samba do paulista louco.

    Uma explicação para a contraditória vitória acachapante de quem tirou a água, a segurança, os bancos de financiamento paulistas ( o BANESPA era de 1922), o transporte, as estradas, a educação e tentou tirar 25% dos leitos dos hospitais estaduais através de privatização para as OS’s, foi o espírito de corpo do espíritos dos corpos dos paulistas tombados em 32 e enterrados no Ibirapuera, pois devem ainda estar indignados com os gaúchos terem amarrado seus cavalos no obelisco e nessa eleição  fazem obsessão nos eleitores para esses votarem contra a Dilma por ela ser gaúcha, além de mineira, getulista e petista e pró nordestinos. A classe média “esclarecida” deve estar achando que ainda dá tempo para contratar, como solução alkimista por notório saber, a Fundação Cacique Cobra Coral para fazer chover.

  12. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome