Pi – EDIÇÃO Nº 4 – Os estadistas em debate, por Rui Daher

Pi – EDIÇÃO Nº 4 – Os estadistas em debate, por Rui Daher

Boa noite, senhores e senhoras

Patrocinados por MARK & CO., Estampas Coloridas EUCALOL, e PARQUETINA, a cera que não patina, estamos na Escola Fundamental de Formação de Estadistas Francisco ‘Tiririca’ para apresentar o segundo debate entre os candidatos à Presidência da Federação de Corporações.

Dois agradecimentos: primeiro, aos patrocinadores pela honra que nos deram ao escolher o BRD (Blog Rui Daher), N&P FB Daily (Nestor & Pestana), e Pi π para condução do evento; segundo ao Zoo Safári, que permitiu por algumas horas a ausência de seus recintos dos assessores dos candidatos para devido apoio intelectual.

Como sugerido pelo jornalista Nestor, aqui na bancada, o evento não será transmitido ao vivo por, nas palavras dele, acreditar a maioria dos presentes mortos desavisados.

Esclarecimento: o convite para o debate foi enviado a 13 candidatos. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), presidido por Rosa “Durkheim” Não Fala, considerou o número remeter a propaganda antecipada de certo partido político.

Como forma de premonição, convidamos o general Hamilton Mourão para participar do debate. Ficamos, assim, em 14 e Rosa nada falou, como sempre sugeriu o compositor Cartola.

Não recebemos confirmação de alguns candidatos e, a exemplo do feito em antigas escolas primárias do passado, procederemos a uma chamada nominal, em ordem alfabética. Os ausentes lerão notas enviadas à produção e lidas pelo jornalista Pestana.

– ORDEM, PORRA NENHUMA! SÓ QUEM PODE DAR ORDENS AQUI SOU EU!

Leia também:  Em 10 anos, 25 mil policiais e militares foram candidatos das eleições

– Calma general. Creio que o senhor não entendeu. É apenas para efeito de chamada.

– Chamados estamos sendo NÓS, jornalista imbecil. Quem não entendeu foi o senhor.

– Bem, comecemos. Somos inovação em debates maçantes, assim, a cada resposta de presença ou ausência, pedimos que o candidato declare o foco principal de seu programa de governo. Só então partiremos aos debates.

Álvaro Dias: Presente! “Foco na evolução capilar dos calvos”;

Cabo Daciolo: Presente! “Continuarei sendo o cervo de Deus vivo”.

(A pronúncia não deixou claro se cervo ou servo);

Ciro Gomes: Presente! “Volta Patrícia! Pensou, primeira dama”?

Geraldo Alckmin: Presente! “Precisamos sair desse marasmo. Prometo entrar num curso”;

Guilherme Boulos: Presente! “No inverno, promoverei ‘Gatas em Tetos de Zinco Quente’;

Hamilton Mourão: Presente! “Sob protestos! Ninguém mais importante do que eu. Armas para dominar o País”;

Henrique Meirelles: Presente! “Apertem os cintos que vou pilotar e sumir para o primeiro banco que me chamar”;

Jair Bolsonaro: Presente! “O quê?”;

João Amoêdo: Ausente! Nota do candidato: “sou NOVO, buáaaaaaaaa!”;

João Vicente Goulart: Ausente! Nota do candidato: “Papai foi traído pelo Anselmo e o General Kruel. Resgatarei a verdade histórica”;

José Maria Eymael: Ausente! Nota do candidato: “como aristocrata que sou, digo copularam-se, mas a vontade era dizer foderam-se, ó eu de novo aqui”;

Luiz Inácio Lula da Silva: Ausente! Nota do candidato: “Será? Aguardem um b(c)aralho completo que está em minha manga”;

Marina Silva: Presente! “Tudo irá a plebiscito, inclusive a cor do cocô de Doriana Júnior. Amarelado?”;

Leia também:  O candidato do terror no Ceará, por Urariano Mota

Vera Lúcia (PSTU): Ausente! Nota da candidata: “Sou do Sindicato dos Metroviários. Prometo acesso ao metrô apenas a quem provar pertencer aos 99,99% da população”.

Vamos aos debates. A ordem de exposição foi feita por sorteio e seguirá a maçante catilinária já conhecida, com merdas, réplicas e tréplicas de merdas, como sempre.

– PORRA NENHUMA! AQUI QUEM FALA PRIMEIRO SOU EU, RESPONDO, CONCLUO E PUXO A ARMA A QUALQUER RÉPLICA.

– Ah é? E a minha AK-47 aqui que veio pôr ordem e democracia nesta porra de país? Vai encarar, milico de merda? Senta e cale a boca! Comigo estão na plateia, estrategicamente colocados 38 (êpa!) “parças” dos “comandos” de morros cariocas, paulistanos e mais de cem filhos de cangaceiros que não querem vocês de volta, daí que vá tomar no …

– Nestor, plissssssss!  

https://www.youtube.com/watch?v=oOS5O01grlc]

[video:https://www.youtube.com/watch?v=9dOQ8u2BCc0

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

4 comentários

    • PÕ, AMORAIZA!

      Já por aqui. Só passei para atualizar depois de perceber que tinha esquecido das “senhoras” lá presentes. Mais machista ainda a Laura Carvalho iria me considerar.

      Pegou logo, hein? Claro que foi viadagem.

      Abraços

  1. 40 ANOS DE REDEMOCRACIA. O PAIS QUE FOI CONSTRUÍDO

    Homofobia, caro sr.? Dirá a Patrulha da Gestapo Ideológica. Então percebemos que nem a galhofa se salva em país que não produziu  ordem, objetivo e projeto. 

  2. NOTICIA URGENTE E GIGANTESCA

    MONSANTO condenada a pagar mais de 1 BILHÃO de Reais de Indenização a um Agricultor Norte-Americano. Ao invés de “Academicismos, Ilusões”, Ambientalistas de Shopping’s Centers e Fanáticos Fundamentalistas Esquerdopatas atacarem a AgroPecuária Brasileira, deveriam ter apontado, como fez a Justiça Norte-Americana para os Verdadeiros Culpados, Criminosos e Envenenadores do Planeta: As MultiNacionais Estrangeiras. Não esperem isto de ONG’s e seus Financiadores Patrícios. VAMOS DAR NOMES AOS BOIS: SYNGENTA, BAYER, BASF, PFIZER, BASF, DOW, UNION CARBIDE, SHELL, … Queremos Indenizações de Igual Tamanho e Proporção. Queremos Indenizações deste vulto na Calamidade Premeditada de Mariana / MG.  A AgroPecuária Brasileira e o Povo Brasileiro, seus Agricultores são Vitimas. Os canalhas Criminosos tem Nome,.Enderço e Cidadania Estrangeiras. E aí WWF, o que tem a dizer? Nada como um dia após o outro. A Verdade Vos Libertará. (P.S. Tá bom que a Justiça Americana só analisou este Processo, agora que a Bayer alemã comprou a Monsanto americana. Mas na Pátria da Inocência, acharemos tudo coincidência)  

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome