Argentina pede ao governo dos EUA que interfira na questão da dívida

 
Jornal GGN – A Argentina solicitou nesta segunda-feira (11) que o governo norte-americano intervenha no processo judicial sobre o default da dívida do país. Isso aconteceu depois que um juiz distrital dos Estados Unidos ameaçou o país sul-americano por não obedecer sua decisão, fazendo o que chamou de falsas declarações.
 
O juiz dos EUA Thomas Griesa, que cuida da longa batalha da Argentina com os hedge funds sobre dívida, disse na sexta-feira passada que iria declarar desacatada a ordem judicial, a menos que o governo parasse de alegar publicamente que tinha cumprido as suas obrigações e não estava em default.
 
O chefe de Gabinete, Jorge Capitanich, rebateu hoje que essa ordem violaria a imunidade soberana da Argentina e pediu ao governo do presidente Barack Obama para conter Griesa.
 
Para ele, quando se trata de uma relação bilateral com um país soberano e da violação das suas imunidades, é necessário que o Poder Executivo intervenha, já que o Executivo tem o monopólio sobre as relações com outros países e, neste caso, os Estados Unidos são responsáveis ​​pelas ações de seus ramos de poder.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador