fbpx
segunda-feira, fevereiro 17, 2020
  • Carregando...
    Início Cultura

    Cultura

    Capiba terá acervo preservado em memorial

    Viúva levou legado do marido para sua cidade natal

    Crônica de uma segunda, por Roberto de Martin

    Os patrões ainda discursam, as moscas ainda insistem, as unhas pintadas das garçonetes dormem exaustas, o moço procura no lixo algo que nunca perdeu, porque nunca teve, mas procura

    Queimando livros, por Fausto Luciano Panicacci

    Mal se superou o episódio da apreensão de livros na Bienal do Livro do Rio de Janeiro do ano passado, e nos deparamos, atônitos, com uma renovada prática, ainda mais intensa: no recente caso ocorrido em Rondônia

    Cinco programas da TV (+ um bonus track) que “previram” a política atual: vida...

    O “Cinegnose” analisa cinco “profecias” (e + um “bônus track”) revelando como a estratégia militar bolsonária se serve do contínuo midiático para emular narrativas ficcionais para o “controle do espectro”

    Pureza de caráter, por Izaías Almada

    O Brasil de hoje é de fazer inveja a Dali, Miró, Picasso, Buñuel, Artaud e outros grandes nomes do surrealismo. E que me desculpem esses senhores por invocá-los para tal comparação.

    Um CD pródigo em respeito à pluralidade da música brasileira, por Aquiles Rique Reis

    Sem parti pris, a música de André Mehmari, Bernardo Maranhão e Alexandre Andrés agrega valor ao CD e às suas próprias biografias.

    Eu não lhe troco pelos amores da rua

    Dinorá Lemos canta BOBAGEM de Delba Costa, Almeidinha e Marino Pereira. Resgate de Luciano Hortencio.

    O bloco de carnaval da família Passos Talkei

    https://twitter.com/fpassos1964/status/1229200671288758273?s=21

    Shocking Blue – Venus 1970

    Tudo espontâneo, muito pouco ensaiado. Solte a franga:

    Dormentes, por Lúcio Verçoza

    Sáuba sorria. Olhava para a gente como se ouvisse dormentes. Parecia sentir o sentimento do mundo. Começou um cricrilar. Eu fiquei imaginando qual seria o pensamento dos grilos

    Hieronimus Bosch e a transfiguração alegórica do mundo contemporâneo, por Sebastião Nunes

    Por Hieronimus Bosch e por centenas de alegorias semelhantes, nós, que vivemos o desespero sem saída do século XXI, te compreendemos, e te saudamos

    Sonic e a vitória dos Robotiniks financiados pela DARPA, por Fábio de Oliveira Ribeiro

    De uma maneira sutil e indireta “Sonic - o filme” faz parte do esforço ideológico dos militares dos EUA de lavar-limpo seus principais objetivos

    O carnaval da família Passos Talkei

    https://twitter.com/fpassos1964/status/1228730401478389760?s=21  

    O Eclipse da Hegemonia Masculina e sua Reação em “Era uma Vez em Hollywood”:...

    Mas nesses dias, de Trump e Bolsonaro, falar do incômodo masculino com o empoderamento feminino é um papo inescapável, que Tarantino faz nesse filme. Mas Tarantino passa perto de uma misoginia perigosa.

    Mais 4 dias de apresentações na ‘Semana de arte contra a barbárie’

    Ainda são quatro dias de mobilizações. O que começou no dia 11, vai até o dia 18, sempre na hora do almoço, na escadaria do Theatro Municipal.

    Um mundo em decomposição, por Wilton Moreira

    Jogue a manga perdida no chão / para que ela cumpra o seu destino de terra

    Lista de Livros: Introdução histórica à filosofia das ciências (Parte II), de Luiz F....

    O que é ciência? De que maneira esta pode se tornar objeto da filosofia? Em que medida e de que forma o conhecimento científico se diferencia do senso comum?

    Por que “Parasita” ganhou o Oscar?… É a geopolítica, estúpido!, por Wilson Ferreira

    E Bong Joon-ho está no lugar certo e na hora certa: o tema da desigualdade entrou na agenda da democracia liberal diante da ascensão da maior ameaça anti-globalização

    Livros que você deve ler antes de morrer… ou de serem recolhidos

    Quem não lê acredita em mamadeira de piroca, que políticas públicas são o cancro da sociedade moderna, que tudo é comunismo e, pior, que bibliotecas são tralhas descartáveis.

    As empregadas domésticas que jamais irão para a Disney, por Urariano Mota

    O ministro quanto mais descontraído mais ele mesmo, burguês perigoso, bufão revelador da sua classe, da sua igualha.

    Mais comentados

    Últimas notícias