E os clips?

Da Coluna da Sonia Racy, no Estadão

Papel principal

José Serra faz as contas. O Estado economizará 504 mil folhas de papel e R$ 52,9 mil por ano, com o novo holerite de apenas uma página para os funcionários públicos.

Antes, ele tinha até …sete.

Comentário

O anúncio poderia ter se restringido a um release, mas o governador Serra fez questão de informar pessoalmente a Sônia desse grande feito de gestão pública. São R$ 52,9 mil de economia por ano, ou R$ 144,00 por dia.

Faltaram mais contas ai, para se chegar aos chamados grandes números. Se a economia foi de 6 folhas por holerith e chegou-se a 504 mil folhas, significa que atinge 84 mil holleriths. Como sete folhas não vêm soltas ao vento, a economia será acrescida de 84 mil clips por ano. Supondo que cada clip saia por 10 centavos, são expressivos R$ 8,4 mil anuais de economia adicional para São Paulo.

Dominado o processo de racionalização do uso do papelo de hollertih e clips, o próximo passo será atacar a explosão nos custos de serviços terceirizados da Sabesp, que aumentou R$ 83,6 milhões ou 26,5% a mais nos nove primeiros meses de 2008, em relação ao mesmo período de 2007, contra um crescimento de apenas 2,5% no volume de água e esgoto faturados – um aumento que equivale a quase 1.400 vezes a economia com papel e clips.

O mistério dos holleriths

Por bene

desculpa ai, mas tanto eu quanto minha esposa somos funcionarios do serra e nosso holerite sempre veio com uma folha só…

Por Renê Guedes

Nassif,

Risos, Risos, Risos…

Essa racionaalização dos gastos públicos é algo fantástico, criativo, revolucionário…

Morram de inveja os Black Belts da Motorola, da GE, de toda a indústria…Qual de vocês consegue obter tamanho “saving”…??

Os desafio, todos…e, no caso de obterem tamanho resultado, enviem os estudos para a publicação da sempre atenciosa jornalista.

Afinal, economizando em clips, papel, copinho plástico e outros custos igualmente estratégicos (conforme aplicado pelo governo Paulista) é que a indústria brasileira, quiça mundial, obterá as eficiências necessárias para sobreviver nessa época tão pouco auspiciosa..

Por Avelino

Caro Nassif

Essa foi de lascar, eu e minha esposa somos funcionários públicos, geralmente é uma e pela metade, raramente recebemos duas folhas e quando vem geralmente é desconto, mas…. sete????

Isso vai matar o resto dos funcionários públicos de inveja, talvez isso explique a bronca que ele deve ter contra nós…

É claro que precisamos modernizar, mas esse detalhe é fantástico.

Por Edivaldo D

QUÊ?! SETE FOLHAS???

Isso não existe! Nassif eu trabalho com atendimento público no comércio, trabalho pra uma financeira e atuo em lojas, sou analista de crédito. Pois bem, no meu trabalho estou sempre solicitando comprovantes de renda pra cadastro e é raro ver hollerith com duas folhas, os funcionários públicos com mais freguencia devido as gratificações, mas mais q duas é difícil. Raríssimo é com 3, devido a espeficicação de férias e/ou décimo terceiro. Com sete folhas é impossivel.

Comentário

O Serra estava pensando no trevo de sete folha.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

79 comentários

  1. Pois é, e ainda continua a
    Pois é, e ainda continua a campanha da Sabesp para telespectadores fora do estado de São Paulo. Ontem ouvi pela n-ésima vez a Sabesp informar qeu continuava fazendo muito por min. Ora bolas, estou há dois mil quilometros de São Paulo… Antes dessa propaganda, nem sabia o nome da empresa estatal paulista. È ou não é antecipação de campanha política?

  2. Em nome do “politicamente
    Em nome do “politicamente correto”esta notícia da economia de guerra do Governo Serra,está na mesma linha dos factóides do seu colega carioca César Maia.
    Meu Deus ! quanta ironia ! Eu diria que esta insignificante economia de despesas administrativas da adm.Serra,é como tirar um copo dágua do mar,não faz nenhuma diferença !

  3. impressiona a campanha
    impressiona a campanha midiática do serra. todo dia aparece no sptv, o estadão on line todo dia tem uma foto dele na primeira página, a eldorado, a tv cultura e folha de s. paulo não param de falar do sujeito. fico apenas em dúvida se é um movimento normal de quem está em campanha e pode contar com seu apoio ou algum sinal de que as coisas não vão tão bem para sua campanha. O escândalo das merendas fez um belo estrago na propaganda kassabista.

  4. Nassif,

    Risos, Risos,
    Nassif,

    Risos, Risos, Risos…
    Essa racionzalização dos gastos públicos é algo fantástico, criativo, revolucionário…
    Morram de inveja os Black Belts da Motorola, da GE, de toda a indústria…Qual de vocês conseguem obter tamanho “saving”…??
    Os desafio, todos…e, no caso de obterem tamanho resultado, enviem os estudos para a publicação da sempre atenciosa jornalista.
    Afinal, economizando em clips, papel, copinho plástico e outros custos igualmente estratégicos (conforme aplicado pelo governo Paulista) é que a indústria brasileira, quiça mundial, obterá as eficiências necessárias para sobreviver nessa época tão pouco auspiciosa..

    Abraços Nassif…

  5. Caro(a)s,

    Sao Paulo até hj
    Caro(a)s,

    Sao Paulo até hj IMPRIME contra-cheque ?

    Santo deus, no serviço publico federal tem seculos que o contracheque é via SIAPENET em PDF.

    O Estado de Goiás não emite contra-cheque tem um bom tempo, tb é na pagina na internet.

    Se fizerem um levantamento nos outros Estados, vao ver que isso não é novidade alguma.

    O Serra deveria ter implantado isso em silencio, pra nao passar essa vergonha.

    Eu sempre disse, essa conversa de que tucano são melhores gestores que os outros é uma mentira repetida à exaustao pela midia.

    Existe gente competente de todo vies ideologico, só isso.

  6. Aliás, ontem, aqui em
    Aliás, ontem, aqui em Salvador, a TV voltou a exibir propaganda da Sabesp. É uma campanha sobre economia d’água, muito bem feita por sinal, que termina com o indefectível “Governo de São Paulo, trabalhando por você”. Surreal, não? Será que os paulistas aprovam que o seu dinheiro vá pro ralo (ou melhor, financie a campanha de Serra em 2010) aqui no Nordeste? engraçado que a Goebbels, digo, Globo, ontem mostrou o xororô de FHC em relação à “campanha” antecipada de Dilma com Lula, pelas inaugurações do PAC. Quanto à propaganda da Sabesp no Nordeste, nem uma palavrinha…

  7. O Governador José Serra é tão
    O Governador José Serra é tão esperto, tão eficiente, tão competente em gestão, que foi passado para trás duas vezes pelo “brilhante” Alckimin (que nem existia antes do Mario Covas…).
    E olha que eu não sou petista!!!

  8. Os números estão errados. Se
    Os números estão errados. Se o holerith é entregue pelo correio, não havia gasto com clips.

    Então precisaremos refazer as contas para estimar o gasto postal com envelopes mais leves.

  9. Bendita Internet!

    Nego faz
    Bendita Internet!

    Nego faz uma besteira, um sabujo qualquer noticia como um grande feito e horas depois uma postagem e alguns comentários bastam para denunciar o embuste e desmoralizam a ambos…

  10. Eu ia dizer que o serviço
    Eu ia dizer que o serviço público federal, há uns 6 anos, não usa mais contra-cheque, mas oTalk of the Town já disse. O funcionário pega pela Internet ou nos caixas automáticos do Banco do Brasil. E ambos têm valor legal. Grande novidade!!

  11. Que clips que nada, acho que
    Que clips que nada, acho que as supostas folhas são juntadas por grampos. Então temos uma economia de 84 mil grampos. Como cada grampo custa R$0,01, então temos uma economia anual de R$840,00.

  12. Caro Nassif
    Essa foi de
    Caro Nassif
    Essa foi de lascar, eu e minha esposa somos funcionários públicos, geralmente é uma e pela metade, raramente recebemos duas folhas e quando vem geralmente é desconto, mas…. sete????
    Isso vai matar o resto dos funcionários públicos de inveja, talvez isso explique a bronca que ele deve ter contra nós…
    É claro que precisamos modernizar, mas esse detalhe é fantástico.
    Saudações

  13. Nassif, este é o melhor post
    Nassif, este é o melhor post em 30 dias. Parabéns!
    Essa do Rômulo entre a formiga e o elefante… é pura poesia.
    Quanto a Sonia Racy, garantindo o emprego heim, bem!

    Não, ela não precisa disso. É que se não desse esse furo o Serra iria telefonar diariamente até ela dar a nota.

  14. Nassif,

    Do jeito que as
    Nassif,

    Do jeito que as coisas vão, só falta ser anunciado que será efetuada a troca do papel higiênico usado no Palácio do Governo da marca Neve pelo popular Primavera…

    Meus Deus! Há onde vamos chegar? Será que essa “gente” pensa mesmo que temos QI Amebiano? Meus sais!!!….

    Soledad

  15. Nassif
    Minha sugestão é
    Nassif
    Minha sugestão é muito melhor. Enviar o Holerite por e-mail. A economia será de 100% de papel. Com tal revolução José Serra estará apto a governar o Brasil e a Sonia Racy será sua porta-voz.

  16. Quando eu penso que as coisas
    Quando eu penso que as coisas não poderiam ficar mais constrangedoras para o serra… eis que ele inventa mais uma.

    (E a título de curiosidade, os holerites onde trabalho nunca deram mais do que uma página, e agora são disponibilizados apenas por meio eletrônico, sem precisar de papel)

  17. Nassif

    Ao publicar essa
    Nassif

    Ao publicar essa “tremenda e inigualável” economia de gastos , a jornalista acabou evidenciando, com fina ironia, o lado “Estadista” do Governador Serra.

  18. Nassif,

    Você está pagando
    Nassif,

    Você está pagando caro pelos seus clipes. Na Kalunga, um pacote de 500g (mais ou menos 500 clipes) custa R$ 7,00, ou R$ 0,014 a unidade.

    Mas eu proponho ao Serra que faça o hollerith eletrônico, como já comentado antes, nos moldes do governo federal e outros governos estaduais e municipais.

    Como as pessoas gostam de ter seu hollerith em papel, cada servidor imprimiria o seu, ao seguinte custo:

    Papel: R$ 0,02 (Chamex 500 folhas = R$ 10,00)
    Tinta: R$ 0,025 (Cartucho p/ 1000 páginas = R$ 25,00)
    Total: R$ 0,045 por hollerith X 84.000 holleriths = R$ 3.780,00
    Custo anual: R$ 3.780,00 X 12 = R$ 45.360,00

    Assim, o custo total ficaria 14% menor que a economia atual.

    Mas já que o Serra é um gestor ousado, poderia propor algo ainda mais radical: os funcionários seriam obrigados a imprimir o hollerith no verso dos papéis usados – que iriam para o lixo – e colocar a impressora no modo “rascunho”.
    Assim, o custo do papel seria zero e o da tinta cairia para 1/3 (R$ 0,008), chegando a um custo final de R$ 700,00/mês ou R$ 8.400,00 por ano.

  19. soledad:
    você fez as contas
    soledad:
    você fez as contas da economia com essa troca de papéis higiênicos?
    podemos apresentar outras sugestões ao serra,todas a merecer cobertura
    do estadão,fsp,veja,globo,etc.que tal não usar os banheiros do palácio,com
    economia de água,desinfetantes,luz e outros?o gasto com papel higiênico cairia a zero.não tomar cafezinho no expediente é outra economia.temos várias sugestões!que o serra leia mais este blog,inclusive.
    romério

  20. Penso que isso é propaganda
    Penso que isso é propaganda política indireta, subliminar.

    O Serra já está (há tempo) em campanha para presidente. Disso ninguém duvida.

    Porque indireta ou subliminar ?

    Porque através de uma medida concreta (embora já contestada por funcionários públicos neste espaço) faz uma economia pequena, mas tentando grande reverberação. Com isso reforça a idéia sempre presente na Folha de SP de que o Serra é um grande (?) economista, e de que é o mais (?) preparado para ser o próximo presidente.

    Mas no fundo qualquer um com um lampejo de leitura crítica percebe que se trata de um engodo.

    Então com
    propaganda subliminar,
    a campanha de 2010 já está no ar !

    Abraço

    Eu demitia o autor da ideia, a não ser que fosse ele próprio.

  21. Nosso governador economista
    Nosso governador economista não sabe distinguir um mérito técnico e banal de um estratégico, parece que nunca ouviu falar de Pareto, ô miséria… Pensa que só a propaganda basta e não faz a lição de casa, que cai sem mantenção.

  22. the talk of the town:

    No TJ
    the talk of the town:

    No TJ de MS também. O contracheque fica à disposição na intranet e, quando necessário, é listado. Geralmente se precisa do tal quando se está fora do serviço e aí é listado em casa mesmo – pelo menos há economia do papel para o Estado.

  23. QUÊ?! SETE FOLHAS???

    Isso
    QUÊ?! SETE FOLHAS???

    Isso não existe! Nassif eu trabalho com atendimento público no comércio, trabalho pra uma financeira e atuo em lojas, sou analista de crédito. Pois bem, no meu trabalho estou sempre solicitando comprovantes de renda pra cadastro e é raro ver hollerith com duas folhas, os funcionários públicos com mais freguencia devido as gratificações, mas mais q duas é difícil. Raríssimo é com 3, devido a espeficicação de férias e/ou décimo terceiro. Com sete folhas é impossivel.

  24. Fico feliz em saber dessa
    Fico feliz em saber dessa notícia, pelo menos o passeio da governatriz não foi em vão (para quem não vive no RS: D. Yeda resolveu sair visitando outros governadores do PSDB às custas do contribuinte rio-grandense para explicar o “novo jeito de governar” — mais detalhes em http://www.rsurgente.net/2009/02/yeda-crusius-inaugura-governo-distancia.html ).

    Esse tipo de estupidez é noticiado quase diariamente, e em geral com grande fanfarra, pela imprensa rio-grandense. As notícias são devidamente comentadas pelos bons blogs que temos, como o RSUrgente, Diário Gauche, La Vieja Bruja, mas nenhum tem a capacidade do teu blog de manter a notícia viva. Aqui, a própria repetição desses feitos faz com que sejam rapidamente esquecidos.

    O Serra deve ter caído na conversa de quer é só plantar qualquer notícia besta com um tom favorável na imprensa oficiosa e correr para o abraço. Tem funcionado perfeitamente aqui.

  25. economizar 52,9 mil reais por
    economizar 52,9 mil reais por ano para um estado rico como São Paulo, seria como se eu, classe média, que ganho 4 mil por mês, economizasse quanto? 1 real por ano? Acho que até menos, mas estou com preguiça de fazer a conta. Mal posso esperar para o Serra ser meu presidente

  26. O pior é que esse tipo de
    O pior é que esse tipo de racionalização de gastos virou mania nas empresas. Embora irrelevante para a empresa, acaba trazendo transtornos e prejuizos ao funcionários.

    Cito como exemplo um conhecido, cuja empresa tem 35 funcionários e faturou R$ 65 milhões no ano passado. Cortou o vale-coxinha de 12 reais para 8 reais, passou a cobrar 20% do custo do plano de saúde, que era integralmente pago pela empresa, reduziu o cafezinho para 2 vezes por dia, aboliu os copos plásticos (agora cada funcionário tem que ter sua caneca de louça), trocou o papel higiênico, toalhas de papel, café, materiais de limpeza, etc. para marcas mais baratas, o ar condicionado só pode ser ligado após as 13h e o termostato foi ajustado para 24 graus, o que é uma sauna para mim, entre outras medidas.

    Está estimando uma economia entre 60 e 100 mil no ano e uma queda no faturamento de 15%, ou seja, a economia estimada será de 0,1% a 0,2% do faturamento. Segundo ele, o lucro líquido histórico é de 8%, mas está estimando uma diminuição para 6%. Com a queda do faturamento e da margem, o lucro cairá de 5,2 milhões para apenas 3,3 milhões, queda que será mitigada entre 60 e 100 mil graças aos cortes de custo implantados.

    Um pequeno detalhe: em dezembro trocou seu carro e o da mulher, gastou 230 mil mais 70 mil da blindagem do dela. Em janeiro passou 3 semanas na Europa com a mulher e vai agora, junto com a mulher e a filha, visitar o filho que está “estudando” inglês na Austrália. Como a filha entrou na USP, deu-lhe um Peugeot 206 de presente e já comprou e mobiliou um apartamento nas redondezas, para que ela tenha sua vida independente.

    Detalhe 2: obtive todos esses dados em conversa com ele ontem. Ao perguntar-lhe como andavam as vendas até agora, disse que janeiro havia ficado pouca coisa abaixo do ano passado, e fevereiro deveria ser igual ou melhor que 2008.

    Esse é o espírito do capitalista brasileiro.

  27. Nassif,
    Agora s FSP vai
    Nassif,
    Agora s FSP vai conseguir o tão sonhado espetáculo do desemprego. Quantos funcionários não são necessários para produzir estas 6 folhas a mais?

  28. Desculpa, mas se a Sonia Racy
    Desculpa, mas se a Sonia Racy não precisa disto, disfarça bem. Quem lê a coluna dela tem a impressão que ela vice de puxar saco de empresário e de membros de governos tucanos.

  29. Desculpe, mas se a Sonua Racy
    Desculpe, mas se a Sonua Racy não precisa disso, disfarça bem. Quem lê as colunas dela tem a impressão que ela vove de puxar saco de empresários e membros de governos tucanos.

  30. Sem querer parecer
    Sem querer parecer pretensioso, sugiro levar esta racionalização adiante, apertando as letras em uma fonte menor e fazendo uso de papel de embrulho, como certeza mais em conta e mais ambientalmente correto de que o papel claro. Com medidas assim, o céu é o limite.

  31. Bamba!
    Esse menino, José
    Bamba!
    Esse menino, José Serra, ainda vai longe, hein?!
    Com consciência ecológica, economizando papel …
    Podia a jornalista tê-lo como exemplo e economizar papel do jornal. Ou deixar esse tipo de notícia para as colunas dos humoristas.

  32. A oposição não consegue ser
    A oposição não consegue ser propositiva mesmo. Está sempre atrás. Foi só o governo federal anunciar o corte com gastos em unhas e batom para o principal executivo da oposição começar a cortar gastos em clips e copos.

    Esta competição está deixando os publicadores de opinião num assanhamento só…. Isso é que é concorrência.

  33. O que foi economizado
    O que foi economizado certamente foi gasto com a empresa que fez a racionalização. Aliás, será que ai tem alguém que recebe um holeritão destes. O meu também tem uma única foilhinha…

  34. O Serra é um amanuense
    O Serra é um amanuense workaholic que pensa que é ou será um estadista que o micado Brasil nunca teve. Antes que o Nassif venha com Vargas: não vale o paradoxo de ditador-estadista. Chegamos perto com Montoro, do qual Serra foi um bom secretário. (Aliás, o Serra funciona muito bem se subalterno, já no mando político é maníaco, idiossincrático por demais nas decisões). Montoro, infelizmente, foi o governante certo no tempo errado para a grandeza do estadista que poderia ser.

  35. Nassif em contraponto a sua
    Nassif em contraponto a sua advertência que afasta a possibilidade da garantia de emprego à Sonia, o que é uma pena (ela não ter seu emprego garantido, numa crise desta!).
    Computei: se adiasse a publicação por 30 dias, enquanto issso, seriam mais 42 mil folhas de papel e 7 mil clips economizados!
    Não é demais essa habilidade gerencial num governante! Isso é realmente choque de gestão!
    Vou colocar como descansa tela: “Dominado o processo de racionalização do uso do papel de hollertih e clips”

  36. Ah é assim, no deboche? Então
    Ah é assim, no deboche? Então dou a minha contribuição para reduzir as despesas do governo de Sun Paulo: que tal substituir o papel higiênico pelo sabugo de milho? No começo uma leva irritação, mas depois acostuma.

  37. Nassif,

    Sou funcionário
    Nassif,

    Sou funcionário público há 3 anos, do judiciário Paulista.

    De fato, holleriths de mais de uma página são raros(13º, pagamento de férias vendidas ou algum pagamento complementar).

    Uma dica pro Serra. Quer realmente atacar a fundo os desperdícios?Ele deveria começar a ler o Diário Oficial do Estado. Lá há inúmeros gastos de órgãos públicos questionáveis, principalmente em autarquias pouco visíveis aos olhos da opinião pública.

    Exemplos: compra de notebooks pra juízes, reforma em fachadas(apenas a fachada) de prédios de 3 andares que custam 400 mil reais, auditorias externas que fornecem o ISO9000 a um custo de 500 mil reais(sendo que só a boa vontade de juízes e diretores, de graça, poderia melhorar muito a eficiência do serviço prestado à população).

    Se esse for o choque de gestão tucano…

  38. Economizar 52,9 mil por ano
    Economizar 52,9 mil por ano para um estado como São Paulo, significaria quanto para mim, classe média, que ganho 4 mil, se fizesse a mesma economia? Um Real por ano? Acho que menos, mas estou com preguiça de fazer as contas

  39. Talvez ele quis dizer que
    Talvez ele quis dizer que SERIAM sete folhas se o sistema usasse fonte 50, mas usando ARIAL 12 fica apenas uma folha. A jornalista não entendeu. Certeza!!

  40. O próximo passo será movido
    O próximo passo será movido pela secretaria de meio ambiente. Para eliminar esta última folha de hollerith, os funcionários do Serra receberão seu hollerith em meio eletrônico.

    O comprovante de pagamento ficará disponível na internet (haverá licitação para escolha do provedor de hospedagem e para o fornecedor do website).

    Mas como não se sabe quais funcionários têm acesso à internet para consultar e imprimir seu comprovante, será enviado um mini CD ou pen drive (haverá licitação para escolha do fornecedor do insumo) para cada funcionário, todo mês, com o arquivo em formato PDF ou DOC (haverá licitação para escolha do fornecedor do software).

    Em nome da preservação do meio ambiente, esta grande evolução tecnológica na gestão pública custará algo em torno de $80 milhões/ano aos cofres públicos. Mas claro, tudo por uma boa causa.

    É o choque de gestão!

    Estou chocado.

  41. Nassif, esse Serra é o rei do
    Nassif, esse Serra é o rei do fake. Primeiro porque ainda não apareceu um contracheque de 7 folhas pra justificar esse “retumbante” choque de gestão do Serra.

    Segundo, se ele quisesse mesmo economizar fazia como o Governo Federal, que já disponibiliza a opção de receber o contracheque pela internet…

  42. Avisem o Serra que em alguns
    Avisem o Serra que em alguns órgãos do Governo Federal nem holerite em papel existe mais. Recebo o meu por email. Se precisar para algum negócio entre no site e imprimo.

  43. Ahh o Serra. Vocês ainda vão
    Ahh o Serra. Vocês ainda vão acabar sentindo inveja dos políticos do Rio. E o vosso governador tão cioso de economizar no papel dos contracheques esqueceu de atacar o maior foco de desperdício de celulose. Alguém já calculou quanto se economizaria racionalizando o uso do papel higiênico. Gasta-se mais de um metro no que poderia ser resolvido com vinte centímetros. É uma abuso.
    O Serra deveria dar o exemplo racionalizando o uso desse recurso no banheiro de seu gabinete. Quem sabe uma campanha televisiva em rede nacional onde o Governador em pessoa demonstraria suas técnicas para fazer o rolinho durar muito mais. Tudo bem didático.

  44. Que apareça o holeritão de 7
    Que apareça o holeritão de 7 folhas
    ——————————————-

    Queremos ver a prova do “desperdício”. Que se apresente quem tem contracheque com 5, 6 ou 7 folhas. Só vendo vamos acreditar que isso não passou de uma barriga burocrático-jornalística.

    Acho que o Secretário de Estado que levou essa grande notícia para o Governador deve estar mais queimado que churrasquinho de gato de ponto de ônibus. O Governador, por sua vez, também pegou a maravilhosa notícia e não fez qualquer teste de lógica. Simplesmente mandou – como chefe que paga todas as contas da imprensa hoje – a moça publicar a notinha em sua coluna. Esta, acatando ordens, não teve a coragem de aplicar duas ou três perguntinhas para testar a fidedignidade da coisa e mandou bala, cumprindo burocraticamente a ação entre amigo$.

    Resumindo: acho que isso tudo ai não passa de um golpe de burocratas neófitos (esses caras que recém chegam nos postos de comando e acham que sabem quando não sabem é nada). Não tem economia nenhuma que se possa comemorar.

    Governador: pede ao Secretaria que inventou isso que de uma cabecinha pra cortar, pede vai…

  45. Acho que ninguém se deu
    Acho que ninguém se deu conta! Ele pagava por sete e recebia apenas 1. Daí os funcionários se assombrarem com os números. E os seis restantes?!!!!

  46. Nosso transilvanico
    Nosso transilvanico governador vai precisar de muita econômia nos contra cheques do funcionalismo.

    Afinal, segundo a FIPE, só na merenda escolar das prefeituras, estão gastando, com a benção dele, quase 4 vezes mais por refeição deteriorada que servem aos filhos dos contribuintes.

  47. Que é isso, querendo azedar o
    Que é isso, querendo azedar o trabalho do moço ? O Serra é um ás da administração, ele se preocupa com os mínimos detalhes da máquina pública. Quanto a SABESP , aquele cabide de emprego , não é justo, ele também é filho de Deus e merece ser eleito e reeleito. Quanta implicância com nada, e têm mais, se continuarem a pegar no pé dele , ele vai mandar cortar a água ou pior, parar de coletar o esgoto.

    Seria cômico se não fosse trágico.

  48. Romério:

    Psiu!…. Silêncio
    Romério:

    Psiu!…. Silêncio …

    Se algum “assessor/desafeto” do Serra ler a sua relação e pensar em quanto será economizado, e o pior, se êle for realmente ambicioso/competente poderá usá-la para uma promoção/15 minutos de fama na mídia(sic) e estará aberto o caminho …Para o infeliz desfecho.
    Qual?

    Teremos greve por melhores papéis, marcas de desinfetantes bio-degradáveis, horário de descanso remunerado acrescido de café com leite em locais desinfetados, pois aí o custo com doenças infecto-contagiosas poderá ser computado… O que seria para reduzir os custos, irá onerar ainda mais os NOSSOS mirrados bolsos de classe média.

    Romério, dá para manter a sanidade hoje em dia?

    Um abração
    Soledad

  49. hoje, dia 12 de fevereiro,
    hoje, dia 12 de fevereiro, durante toda a tarde a principale manchete do uol era a economia do governo de SP, com direito a confete e foguetório. Se esse pessoal seguir não ganhando as eleições nacionais, e continuar toda semana a ser surpreendido pela popularidade do presidente, eu não vou me espantar. Eles realmente sabem estabelecer uma hierarquia de valor e relevância para a administração da coisa pública. Isso ninguém pode lhes tirar.

  50. São Paulo tem o terceiro
    São Paulo tem o terceiro orçamento da república, certo?
    O Estado tem três da melhores universidades públicas e várias
    excelentes faculdades particulares, certo?
    Além dos institutos de pesquisa e de um número sem conta de empresas paulistas que são exemplo no que se refere a programas de qualidade e de redução de custos. (não que seja proibido se inspirar em empresas de outros estados).

    Com tudo isso, o governador engenheiro, economista, etc , etc, etc só conseguiu vislumbrar essa possibilidade de exemplo de racionalização do gasto público?

    Será que ele não se dá conta do mico que pagou para a opinião pública?

  51. E os grampos? Cadê a economia
    E os grampos? Cadê a economia com grampos? Então os grampeadores do governo de SP vão continuar só créco, créco, créco, sem nenhum controle? Calcule o gasto com cada cartuchinho daqueles e vá ver o dispêndio em um ano: por baixo, por baixo, dá a produção de quatro minutos (quatro!) de uma metalúrgica de porte médio. OK, de médio pra grande. Por aí. Sabe lá o que é isso?

  52. As notícias sobre os gastos
    As notícias sobre os gastos da Sabesp estão fazendo o maior sucesso em Cotia. Em Cotia, aqui coladinho na Capital (Granja Viana inclusive) só 5% (isso mesmo, 5%) é servido por rede de esgoto com coleta. Fala-se “com coleta” porque em Cotia o esgoto é recolhido e, na ponta da rede, jogada no rio. A Sabesp colhe da casa e joga no rio. E o pior e mais incrível: cobrou por isso (tem CPI pronta na Câmara Municipal). Essa é a empresa que está vendendo competência no Amazonas.

  53. Para André Oliveira,
    Para André Oliveira, comentário das 16p5

    André, você me lembrou aquele locutor esportivo, que narrava
    assim um gol em que o atacante, num chute sem muita força, mas colocado milimetricamente, não dava a menor chance de defesa ao goleiro: “cruel, muito cruel”.
    Seu comentário foi muito, muito mais do que cruel. Mas muito divertido.

  54. Nassif,
    sou professor
    Nassif,
    sou professor estadual há 26 anos, e antes fui funcionário em outro cargo por 3 anos, e posso lhe assegurar: nunca vi ou ouvi falar de hollerith com sete folhas. Isso nunca existiu.
    E lembrar que quando a Sonia Racy retornou ao Estadão, assumindo a atual página, “Direto da Fonte Serra”, o PHA (de quem sou fã) escreveu no Conversa Afiada que a moça era uma jornalista séria, ao contrário da Míriam e da Eliane…..
    E a saga do governador contra os professores continua !!

  55. Essa economia deve ser para
    Essa economia deve ser para pagar os anúncios da sabesp que invadem minha tv. O detalhe é qwue moro no interior do Paraná e não consigo visualizar as “melhoras” no litoral paulista.

  56. O eleitor do Serra, leitor da
    O eleitor do Serra, leitor da FSP, Veja, Estadão e O GLOBO, gosta é disso: economia porca desde que seja para retirar qualquer coisa de funcionário público (no caso, como alguns estao alertando aqui, é uma farsa, pois parece que ninguém recebe holerite com 7 folhas pelo Estado de SP).

  57. Ridiculo esse Ze Pedagio !!
    Ridiculo esse Ze Pedagio !! que forcacao de barra.

    Um cara que dizem ser um grande economista, correr para uma jornalista para afirmar que reduziu R$52,9 mil ? qto e isso % sobre os gastos do governo ou do proprio gabinete dele ? 0,00001% Aposto que qq um que visitar as contas do governo vai descobrir o descalabro e indiferenca com gastos superfluos. pura demagogia.

  58. O homen vai precizar de muito
    O homen vai precizar de muito dinheiro no futuro:basta pensarmos que até pouco tempo êle não tinha ainda inventado o liquidificador;agora é tarde para evitarmos o consumismo abusivo,neste momento milhões de invensões estão em evolucão e fuzão e com certeza serão vendidas
    O unico pêso que não estava sobre o globo terrestre era o ser humano;sera que o planeta ja tem idade para suportar somos 7 bilhões e temos mais ou menos 1.5lts de água potável pra cada um,vamos diminuir a emissão abusiva de esgoto em nossos rios
    http://www.fafcontadeagua.com.br

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome