A Moro, testemunhas não indicam que Lula seria beneficiado em imóvel


Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil
 
Jornal GGN – No processo contra Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, disse não ter nenhuma informação sobre os dois imóveis, o que supostamente seria do Instituto Lula e o apartamento alugado pelo ex-presidente.
 
Delator, Cerveró prestou depoimento nesta sexta-feira (26) na 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, ao juiz Sérgio Moro, onde não conseguiu trazer nenhum indício no processo em tramitação.
 
Da mesma forma, foram ouvidos o lobista Alberto Youssef, e os operadores Fernando Soares e Milton Pascowitch. Todos as testemunhas foram arruladas pelo Ministério Público Federal, na figura de acusação e tampouco fizeram menção a Lula sobre os imóveis em investigação.
 
De acordo com o advogado do ex-presidente, Cristiano Zanin Martins, “a indicação de quatro testemunhas que não têm qualquer conhecimento sobre os fatos específicos que integram a denúncia contra Lula reforça o caráter frívolo das acusações ali contidas”.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora